sábado, 20 de março de 2010

QUEM FOI SÉRGIO SAMPAIO

Capa do disco lançado por Raul Seixas e Sérgio Sampaio


Sérgio Sampaio, bom cantor e compositor dos anos 70, voltou a ser lembrado ontem e hoje por conta da política. Que ironia. O governador José Serra deu uma entrevista na Rede Bandeirantes, quando pela primeira vez admitiu ser pré-candidato à presidência. Quando terminou de falar, seus correligionários lhe entregaram uma gravação de "Eu Quero Botar o Meu Bloco na Rua", justamente o único grande sucesso do artista citado na abertura do texto. Muita gente que tinha esquecido completamente o Sérgio lembrou da música e outros completamente ignorantes da existência de tal figura passaram a conhecê-la. Pela música, é claro, pois o rapaz já morreu.
O compositor é natural de Cachoeiro de Itapemirim, mesma cidade de Roberto Carlos. Nasceu em 1947 e morreu em 1994. Era álcoolatra e por isso se foi cedo, com pouco mais de 40 anos. Vítima do mesmo mal de Raul Seixas, com quem tinha afinidades. Os dois lançaram um disco juntos, no início da carreira e Sérgio foi um dos produtores de uma grande obra musical do baiano: o álbum "Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock", uma raridade que inclui músicas como "Diana", "Estúpido Cupido", "Marcianita", "Rua Augusta", "Oh Carol", "Pega Ladrão", "Banho de Lua" e "Only You". Tudo na voz do Raul, que só nesse disco e nos três primeiros da parceria com Paulo Coelho conseguiu usar bem a sua voz. Depois começou a decadência.
Mas do Raul todo mundo sabe muita coisa, tem fã clube, livros, toda mídia fala dele o tempo todo, mesmo decorridos 21 anos de sua morte. Nos interessa aqui, neste momento, o Sérgio Sampaio, uma espécie de Raul Seixas que foi esquecido. Ele lançou dois bons LPs, o primeiro deles antológico, depois foi sendo consumido pelo vício. Algumas de suas composições, no entanto, merecem ser regravadas ou mesmo na voz dele serem reapresentadas as gerações que vieram depois. "Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua" todo mundo com mais de 40 anos ainda deve lembrar e é fácil encontrar na internet ou pedir pra ouvir numa rádio. Apesar dessa música ser muito boa, capaz da agradar a crítica e ao grande público, considero sua obra prima "Viajei de Trem", faixa número 1 do seu primeiro LP. Consegui achá-la na internet e dou de presente pra vocês neste final de semana. É só clicar no nome SÉRGIO SAMPAIO. Você vai ouvir uma canção lindíssima e contemplar o cantor ainda moço, quando tinha tudo para se transformar num dos ídolos da MPB. Tem só mais uma informação importante: o cantor Zeca Baleiro, em 2006, fez uma homenagem ao artista capixaba.

Um comentário: