PORQUE SERRA BOTOU O BLOCO NA RUA


José Serra foi à televisão e anunciou sua candidatura porque corria (ou corre ainda) o risco de ser ultrapassado pela Dilma nas próximas pesquisas. Ela estava fazendo campanha sozinha. Agora o tucano entrou no páreo.

A petista cresce pegando carona no prestígio do presidente Lula. Embora uma minoria que se acha muito inteligente continue fazendo piadinha do governante brasileiro, o Ibope mostrou que mais de 80% aprovam o seu jeito de administrar.

Serra ainda está na frente porque ganha de lapada em São Paulo, estado onde a rejeição a Lula é mais evidente. Mas Dilma já conseguiu um empate técnico nos Estados do Sul (Rio Grande, Paraná e Santa Catarina) e ganha no Nordeste por uma boa diferença: 39 a 25%.

Depois da entrevista na Bandeirantes, enviaram uma música para o José Serra, conforme ele revelou no twitter: "Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua", de Sérgio Sampaio'. Pra quem não lembra ou não conhece, é dos anos 70 e tem um versinho repetido várias vezes que diz assim: "Eu quero é botar meu bloco na rua/brincar, botar pra gemer/eu quero é botar meu bloco na rua/ gingar, pra dar e vender".

Agora, de fato, vai começar a brincadeira, a pré-campanha dos dois candidatos. Ah! Tem a Marina, o Ciro... Mas na eleição deste ano parece que não vai ter espaço pra zebra não.

(Acho que a ilustração acima cai bem: afinal de contas o Serra já foi presidente da UNE).

GARANHUNS VERSUS SÃO PAULO

Vejam o que é a internet: antes das sete horas da manhã fiz a postagem acima, discorrendo sobre Serra e o cantor Sérgio Sampaio, já falecido. Há poucos dias entrei no twitter, que nem sei ainda usar direito e adicionei o governador de São Paulo na minha lista. Li a sua frase com a refência a canção "Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua" e tive a ideia de fazer esse texto. Por volta do meio dia, o jornalista Josias de Souza, lá em São Paulo, fez uma postagem em seu blog da Folha com o mesmo mote. A diferença é que eu me adiantei mais de cinco horas, citei apenas uma estrofe da letra e ele preferiu apresentar o poema inteiro. Há também o fato de que ele é um jornalista conhecido da pauliceia, sua coluna é acessada por milhares e milhares de brasileiros, enquanto eu, escriba do interior pernambucano, sou alcançado por um público mais reduzido. Mas que desta vez eu passei a perna no Josias é só olhar as duas postagens e verificar os horários. Garanhuns saiu na frente de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário