SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

domingo, 18 de outubro de 2009

UMA TRÉGUA A LUIZ

É muito fácil criticar quem está por baixo. Ainda mais quando a pessoa se encontra doente, numa cama, sem poder se defender. Assim, ultimamente o prefeito de Garanhuns virou o alvo preferido de muita gente. Ora, o homem público tem se ser fiscalizado e muitas vezes criticado. Correto. Acontece que existem várias tipos de críticos e no caso de um prefeito, um governador, um presidente ou um parlamentar deve-se avaliar as ações da pessoa como governante, ou deputado, se for o caso. Transformar um político em objeto de ataques pessoais não me parece muito correto, pelo menos em termos jornalísticos. Assim, neste momento difícil para Luiz Carlos de Oliveira e sua família, quando o mesmo se encontra em baixa na gestão da prefeitura e enfrentando problemas de saúde, ouso tomar a sua defesa. E proponho aos colegas jornalistas e radialistas, aos blogueiros e a própria população de Garanhuns que deem uma trégua ao homem. Deixemos ele se restabelecer, se recuperar. Vamos esperar sua reforma no secretariado, anunciada para o final do ano e dar um tempo para ver se em 2010 seu governo entra nos eixos. Caso ele não consiga acertar, voltemos às críticas, às cobranças, pois o município merece muito mais do que temos visto. Agora, fazer como alguns estão fazendo é até covardia. Revela falta de bom senso, de humanismo, de saber a hora de atacar e de recuar. Uma trégua, em respeito ao estado de saúde do prefeito, não acho que seja um despropósito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário