CÂMARA MUNICIPAL VOTA HOJE O PEDIDO DE IMPEACHMENT DO PREFEITO DE TAMANDARÉ


Da advogada Liana Cirne: 

Hoje vai ser o julgamento do impeachment de Sergio Hacker, prefeito de Tamandaré, por fatos que vieram a tona com o caso Miguel.

Dizem que ele já está comemorando, porque tem maioria na câmara e o pedido vai ser tratorado.

Fizemos o pedido de impeachment, Higor Araujo e eu, Liana Cirne, porque Sergio Hacker obrigou Mirtes, mãe de Miguel, a trabalhar enquanto ele estava com Covid e, depois que ela contraiu dele, a continuar trabalhando, doente.

Isso é quebra de decoro: desrespeito com a dignidade humana, como se a vida de uma trabalhadora doméstica negra valesse menos do que a de seus empregadores.

Ele também remunerou Mirtes, mãe de Miguel, Marta, avó de Miguel, e outra trabalhadora doméstica, através dos cofres públicos. Cerca de 200 mil desviados, inclusive do FUNDEB. Fatos que ele confessou, em ofício ao MP.

Isso é prática de ato da competência do prefeito de forma ilícita.

São dois fundamentos fortes.

Não só para o impeachment, mas também para expulsão de Hacker do PSB.

Me espanta e indigna o silêncio das lideranças partidárias sobre esse tema.

Como autora do requerimento, tenho direito, a participar da sessão da Câmara em que a denúncia será lida, mesmo que virtualmente.

Não sei se esse direito será respeitado.

Vou manter vocês atualizados. Por favor, não deixem o caso Miguel cair no esquecimento.

#JustiçaPorMiguel

Nenhum comentário:

Postar um comentário