Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

terça-feira, 25 de junho de 2019

GREEN GREENWALD VAI DEPOR PARA DEPUTADOS



Jornalista Green Grennwald, do site The Intercept, responsável pelas  por reportagens que comprovam ilegalidades cometidas pelo ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da República, vai ser ouvido na Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.
Deve ser um depoimento bem diferente daquele dado pelo Ministro da Justiça no Senado.
Ao contrário de Moro, que se esquivou o tempo todo de dar respostas objetivas aos parlamentares, o jornalista americano tem se mostrado destemido e apesar de já ter recebido ameaças continua revelando os podres de Sérgio Moro e outros integrantes da Operação Lava Jato.
O desgaste do ex-juiz chega a tal ponto que um grupo importante de juristas pediu hoje a exclusão de Moro dos quadros da Associação Brasileira de magistrados.
Na Câmara, é possível que Greenwald sustenta tudo que foi publicado até agora, por ele, pelos jornalista Renaldo Azevedo e pela Folha de São Paulo, e faça novas revelações sobre a promiscuidade entre personagens do Judiciário e do Ministério Público.
A Comissão dos Direitos Humanos da Câmara vai ouvir o jornalista do Intercept Brasil nesta semana. Glenn Greenwald vai falar sobre as mensagens divulgadas pelo site entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol. A oposição acredita que novas informações devem sair durante a audiência.
Ministro da Justiça também foi convidado para falar na Câmara Federal, mas preferiu evitar a sabatina dos deputados.

3 comentários:

  1. Segundo pesquisa do Instituto Paraná, os números mostram que a CREDIBILIDADE do herói nacional, Sérgio Moro, não foi abalada em nada. Continua firme e forte. Já no caso do GRINGO Glennorragia o povo não deu a mínima. O tamanho da adesão popular à manifestação de domingo, dia 30, tem tudo para confirmar e consagrar o apoio total ao ministro MORO, e repudiar veementemente as atitudes sacanas e "amaloqueiradas" do gringo Glennorragia.

    P.S.: - dia 30, o BRASIL DO BEM. vai dizer NÃO as posições sacanas e ideológicas do militante petralha Glennorragia e aplaudir as tomadas de posições certeiras e totalmente racionais do nosso herói SÉRGIO MORO.

    ResponderExcluir
  2. Nunca vi tanto ódio a uma pessoa pública como a imprensa vem expressando contra Bolsonaro e equipe. Ele não é a melhor pessoa do mundo, nem tão pouco é a pessoa pior do mundo. Mas o ódio é politiqueiro. A grande parte da imprensa queria a anarquia da turma da esquerda, como eles queria transformar a America Latina numa União Soviética Latina. Uma única liderança e nós brasileiros sustentar esta patifaria toda se o PT continuasse no poder, e nós não estamos livres não ainda. A grande parte da mídia e dos artistas gosta mesmo da arruaça. Eles são iguais aos políticos que só pensam em "SI" e não lembram que tem parentes e amigos que sofreram com suas ideologias idiotas que nos levam ao abismo. Bom esta na Venezuela. Por que os artistas e o pessoal da mídia não vão morar lá na Venezuela ou em Cuba para ver a democracia de lá. Pessoas que querem moralizar o país não tem vez aqui. Político ladrão, bandido, assassino, sem terra e outros lixo é quem tem valor neste Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Nos comentários de Alexandre Garcia ele fala que já ouviu varias vezes este dialogo entre o procurador e o Juiz e não viu nada de anormal. O problema deste estardalhaço é pessoal porque LULINHA esta preso. O Brasil esta saindo da UTI e isto esta incomodando certos setores da política e da mídia. O problema da mídia é que gosta de ser MASOQUISTA feito os programas da Bandeirantes e da RECORD mostrar desgraça. Este Brasil não tem jeito e nunca terá. VIVA A ANARQUIA.

    ResponderExcluir