Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

domingo, 9 de junho de 2019

ARMANDO DUARTE DIZ FAZER PARTE DE UM GRUPO E NÃO ACEITA CANDIDATURA IMPOSTA POR VICE SEVERINO GORDO


Recebemos com naturalidade o comunicado do vice-prefeito de que não mais faria parte do nosso grupo político. Somos um grupo que respeita a opinião das pessoas e os princípios democráticos. Na verdade, já era sabido por nós que o vice-prefeito vem articulando sua pré-candidatura ao cargo de prefeito de Caetés nas eleições de 2020, o que para nós é legítimo, pois, qualquer cidadão que não esteja legalmente impedido de disputar eleições, pode pleitear a candidatura a qualquer cargo na disputa eleitoral. 


Ocorre que em nosso grupo as decisões são tomadas de forma democrática e lastreadas em observância a vontade soberana do povo. Sendo assim, decidimos  que ainda não é o momento adequado para  apresentarmos nomes para disputar as eleições de 2020. Temos excelentes quadros que podem, sem sombra de dúvidas, representar e defender junto ao povo de Caetés o conjunto de ações e o trabalho que estamos desenvolvendo, que de tão exitoso, confere a esse governo, o reconhecimento como uma das melhores gestões do Estado de Pernambuco, sendo isso reconhecido também pela nossa população, visível diante dos altíssimos índices de aprovação constantemente obtidos, o que nos deixa honrados e orgulhosos.


Impor uma candidatura distando tanto do período eleitoral, seria  uma medida irracional e injusta com todos os companheiros que podem representar o que acreditamos e o trabalho de reconstrução do município que vem sendo desenvolvido. Como a condição imposta pelo vice-prefeito seria a indicação de seu nome como candidato a prefeito, tendo a nossa resposta negativa em razão do que defendemos, deve-se entender que ele encontrou guarida para seus projetos no grupo oposicionista. Concordamos  quando o vice-prefeito aponta a existência de diferenças ideológicas para justificar sua mudança de lado, todavia, em sentido contrário a sua forma de agir, continuaremos fiéis ao que pensamos e aos nossos ideais, trabalhando incansavelmente pelo bem do nosso povo, e por ser assim, jamais sucumbiremos a nenhum projeto pessoal de quem quer que seja, que não esteja alinhado com um grupo de pessoas que tem único compromisso com o desenvolvimento e o bem estar do povo de Caetés.


Nenhum comentário:

Postar um comentário