SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

terça-feira, 4 de junho de 2019

A GENIALIDADE DE PATATIVA DE ASSARÉ

Genial Patativa de Assaré, poeta cearense que teve os versos de “A Grande Partida” eternizada na voz de Luiz Gonzaga. Outra poesia sua, “Vaca Estrela e Boi Fubá”, foi gravada por Fagner.

Patativa já está no céu, fazendo poesia pra Deus.

Muito antes de um retirante-operário chegar à presidência da República, distante dos tempos atuais, em que o Brasil está nas mãos de um capitão afastado do Exército por ser “problemático”, Patativa de Assaré fez os versos que seguem, falando de uma “dor maior”.

São versos proféticos, que rasgam a alma:



Um comentário:

  1. O CEARÁ É UM CELEIRO DE BONS POETAS. EIS O QUE DIZ A POETISA CEARENSE, DALINHA DE CATUNDA A RESPEITO DO SEU VOTO:


    Voto na Besta Fubana
    Em Lampião ou Corisco
    Troco meu voto num risco
    Numa garrafa de cana
    Numa casca de banana
    Numa lata de Nestlé
    Num livro que não se lê
    Numa sopa de concreto
    Chova canivete aberto
    Que eu não voto no PT.

    Voto em governo golpista
    No raio da silibrina
    Em quem recebeu propina
    Em candidato fascista
    No derradeiro da lista
    De militar a Civil
    No político mais vil
    Voto até num saruê
    Só não voto no PT
    QUE ASSALTOU O BRASIL.

    Quero ser um caboré
    Um criador de intriga
    Capacho de rapariga
    Porteiro de cabaré
    Um sapato com chulé
    Ser frio ser calculista
    Puxa-saco de cambista
    Posso morrer mas não nego
    Quero ser guia de cego
    MAS NÃO QUERO SER PETISTA.

    O diabo me carregue
    No dia da eleição
    Não tendo outra opção
    Se eu não votar num jegue
    Quero morrer num albergue
    Deitado num banguê
    Tapurus me roer
    Numa noite de inverno
    Ir direto pro inferno
    SE EU VOTAR NO PT.

    ResponderExcluir