Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Festival de Inverno

Alepe

Alepe
Alepe

quarta-feira, 20 de março de 2019

CHUVA DE GRAÇAS EM CAPOEIRAS NO DIA DE SÃO JOSÉ


Por Junior Almeida

A tradicional Festa de São José de Capoeiras foi um sucesso. Desde o dia 10 até ontem (19), dia do Padroeiro da Igreja, da Diocese de Garanhuns e de várias comunidades em nossa região, como Capoeiras, dia e noite a festa cresceu e terminou de maneira apoteótica.


Por volta das 14 horas a Igreja Matriz começou receber os fiéis, da cidade e vindos das vinte e duas comunidades rurais das capelas de Capoeiras. Cada comitiva trouxe consigo o andor do seu padroeiro, e foi lindo!


Passava um pouco das 16 horas quando da Casa de São José a gigantesca procissão com os 25 andores seguiu pela PE 193, passou pelos bairros Cohab,  Quatis  e Vila Frei Damião, saiu no portal de entrada da cidade e retornou à Matriz, num percurso de aproximadamente três quilômetros. Uma ambulância com profissionais de saúde acompanhou a procissão, mas, pelo que foi por nós apurado, ninguém necessitou dos serviços da UTI móvel.


Algumas pessoas de mais idade, que já viram muitas festas de São José em Capoeiras, afirmaram que:

      
Nunca viram na cidade, festividades nessa proporção, e que a    procissão superou em   quantidade de pessoas as de todos os anos anteriores.


Ao lado da Matriz foram estacionados dois caminhões onde ficaram os andores das capelas e em frente à igreja tinha muitas cadeiras para acomodar o povo, mas, essas em número insuficientes para a multidão que assistiu a missa campal. O momento lembrou, por um momento, as Missões de Frei Damião, quando a Praça João Borrego ficava  lotada, assim como na noite de ontem. Mais ou menos pela metade da celebração começou a chover. Inicialmente uma chuvinha fina, depois engrossando, acompanhada de trovões e relâmpagos. Os padres Pedro Antônio, celebrante que veio de Taquaritinga do Norte, Valdevan Bezerra e Monsenhor José Augusto continuaram a missa normalmente e a maioria dos fiéis continuou em seus lugares, mesmo com a já torrencial chuva.



Os religiosos agradeceram as chuvas de graças e d’água, lembrando que o dia de São José era o dia de plantar o milho, para no São João comer a pamonha, canjica e o milho assado. Depois do final desta diferente celebração, o encerramento da festa 2019 foi a apresentação do cantor Batista Lima, que passeou em suas canções, de Eliana Ribeiro, Padre Marcelo Rossi, dentre outros cantores católicos. Podemos destacar na apresentação do ex-vocalista da Banda Limão com Mel a música “Ave Maria Sertaneja”, que em sua voz e seus arranjos ficou belíssima.


*Fotos de Raimundo Lourenço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário