ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sábado, 24 de agosto de 2019

ASSESSORIA DO EX-PREFEITO CARLOS BATATA ENVIA NOTA SOBRE ESPECULAÇÕES NA OPOSIÇÃO DE CAPOEIRAS


A respeito de algumas especulações existentes na política de Capoeiras, a assessoria do ex-prefeito Carlos Batata informa que seu grupo da oposição está aberto a conversas com o propósito de se ampliar cada vez mais, a exemplo do que já vem acontecendo com a adesão do vereador Bruno da Ótica, do pré-candidato a vereador Márcio de Major e de várias outras lideranças, as quais no momento adequado virão a público para declarar seu apoio a Batata.
No entanto, para que haja qualquer tipo de conversa política, é necessário que aquelas lideranças que se dizem ser da oposição façam de fato oposição de verdade ao governo municipal e se coloquem publicamente contrárias à atual gestão desastrosa e ineficiente promovida pela atual prefeita.
Isso porque, no atual momento lideranças que vislumbram outra remota candidatura como sendo de “oposição”, ao mesmo tempo mantém conversas também com o grupo da prefeita no sentido de que ela retire a indicação de Nego do Mercado como seu pré-candidato (considerado “impopular e com dificuldades de emplacar”) para mais na frente obter o apoio da atual gestão. Essa gestão que nós, verdadeiramente oposição, tanto condenamos e combatemos.
Da mesma forma que, dentre essas lideranças, existem vereadoras que foram eleitas pela oposição, mas que precisam se posicionar publicamente, inclusive na tribuna da Câmara de Vereadores, contra a atual Administração, o que não vem acontecendo, à revelia dos milhares de capoeirenses que sofrem com a gestão inexistente dos serviços públicos no município.
Dessa forma, faz-se necessário que antes de qualquer conversa com o grupo da oposição, essas lideranças se coloquem e tomem atitudes verdadeiramente de oposição.
Assessoria do ex-prefeito Carlos Batata

PANELAÇO SE ESPALHOU POR TODO O BRASIL


Durante o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, ontem à noite, em cadeia nacional de rádio e televisão, o povo brasileiro promoveu um grande panelaço nas principais cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Fortaleza e Salvador.

Em algumas capitais, como São Paulo, a população protestou não somente batendo panelas, mas também buzinando seus veículos pelas ruas de modo a chamar a atenção.

Protesto, considerado maior do que alguns da época da presidente Dilma, foi registrado pelos principais veículos da imprensa nacional.

Eis alguns jornais, colunistas,  sites e emissoras de TV que registraram o panelaço:

Metrópoles, Portal UOL, Globo, Estadão, Jornalista Livres, Correio Brasiliense, Portal Terra, Portal R7, Extra, Exame, Diário de Pernambuco, 24 horas,  Revista Fórum, O Povo de Fortaleza, TV Globo (Jornal Nacional), El País,  JC Online, Blog do Jamildo, Blog de Josias de Souza...

Benvindo Siqueira, conhecido humorista e ator brasileiro, usou o seu canal no YouTube para falar do protesto. 

Assista:



*Foto El País.

MAIS UMA PESQUISA EM CAETÉS


Prefeito Armando Duarte recebeu prêmio Ímpar por se destacar como gestor.

O prêmio foi entregue num evento em Arcoverde, numa iniciativa de um colunista social daquela cidade.

Outros prefeitos foram agraciados.

Independente desse ato em Arcoverde, o prefeito contratou uma pesquisa, para consumo interno, e o resultado foi animador: obteve mais de 80% de aprovação.

Vice-prefeito Severino Gordo, rompido com Armando, contestou os números.

Mas o blog recebeu uma mensagem de um político da região, mais ligado aos oposicionistas de Caetés do que ao Governo Municipal, revelando o resultado de uma outra pesquisa no município que bate com a contratada pela do prefeito.

Segundo essa pessoa, que não quis ter seu nome revelado (possivelmente por ter amizade com um vereador da oposição), nesta outra pesquisa, que não foi contratada pela gestão, Armando também ficou com uma aprovação na ordem de 80%.

O blog está apenas publicando as informações que recebe. Números oficiais podem ser mostrados mais na frente e quando chegar a eleição pesquisas poderão ser ou não confirmadas.

Na eleição de 2016, o Instituto Contexto fez uma pesquisa em Caetés e apontou vitória folgada e Armando. A oposição entrou na Justiça e conseguiu proibir que o blog divulgasse o levantamento.

Ato de censura não adiantou de nada, o prefeito venceu a eleição por larga margem de votos e confirmou o que a pesquisa dizia.

É natural que os que aparecem atrás nesses levantamentos contestem, enquanto quem aparece na liderança comemora. Sempre foi assim e não vai mudar.

*Ilustração: Reproduzida do Instituto PHD

PROJETO DE ÁLVARO PORTO BENEFICIA MOTORISTAS


Em abril deste ano foi noticiado que o Governo de Pernambuco notificou mais de 167 mil motoristas que acumulavam débitos entre 2015 e 2018, comunicando-os que, caso não regularizassem a situação, teriam o veículo apreendido. Mas o projeto de lei destaca que, além do artigo constitucional, o Supremo Tribunal Federal (STF) já se manifestou acerca do efeito de confisco e decidiu por, pelo menos três vezes, pelo impedimento da apreensão de bens por parte do Estado com o fim de receber tributos.

Diante desse contexto,  projeto do deputado Álvaro Porto propõe a alteração da Lei nº 10.849 (19 de dezembro de 1996) que ganhará o seguinte parágrafo único: "É vedada a retenção, apreensão ou recolhimento de veículo automotor em razão do inadimplemento do IPVA, exceto se existir outra hipótese de recolhimento ou retenção prevista na Lei Federal nº 9.503/97.” Condutores que tiverem outras irregularidades junto Departamento de Trânsito (Detran) não serão beneficiados. 

O texto destaca que a apreensão do veículo por falta do pagamento de IPVA, ou de qualquer outro tributo, trata-se de um ato abusivo de poder de polícia do Estado. Observa ainda que tal conduta pode acarretar dor e sofrimento em quem é coagido a pagar.  Isso porque há casos em que a multa por atraso chega a 100%, o que estoura orçamentos e impossibilita o pagamento.   "Trata-se de um terrível ataque à dignidade humana, sobretudo no atual ciclo de crise econômica em que o Estado de Pernambuco possui um dos maiores números de desempregados do país", sublinha. 

O projeto salienta ainda que o Estado deve fazer uso dos meios legais para receber os tributos que lhe são devidos. O meio correto para se cobrar a dívida dos tributos, afirma o texto, é fazer uso da execução fiscal, uma medida judicial que vai cobrar do cidadão o pagamento do tributo, podendo, inclusive, lhe protestar o nome e inscrevê-lo no cadastro de proteção ao crédito. "Nesse processo de execução fiscal, o cidadão terá o direito de apresentar a defesa necessária e possível, e o juiz proferirá a decisão respeitando o devido processo legal".

O projeto está na Secretaria Geral de Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de onde sairá para tramitação nas comissões da Casa. De acordo com Álvaro Porto, a expectativa pela aprovação é alta, uma vez que a iniciativa busca proteger o cidadão do efeito confiscatório pretendido pelo Estado. Além disso, ele lembra que textos similares já foram aprovados pelas Assembleias de Goiás, Rio de Janeiro, Bahia, já sendo lei em Santa Catarina e Tocantins.

UESG REALIZA CONGRESSO EM GARANHUNS


A União dos Estudantes Secundaristas de Garanhuns – UESG, entidade que representa mais de 30 mil estudantes de escolas públicas e privadas de Garanhuns, realizará seu 9° congresso.  Além de eleger a nova direção da entidade, o congresso promoverá debates, atividades culturais e atos políticos. O congresso será realizado no próximo dia 31 de agosto na Câmara Municipal de Garanhuns a partir das 8h.

Segundo informações da UESG, são esperados cerca de 300 estudantes garanhuenses "para debater os rumos das lutas estudantis diante dessa conjuntura difícil de retrocessos no setor da educação e debater questões de lutas locais e os desafios que precisaremos superar em Garanhuns".

O congresso contará com a presença de representantes e lideranças políticas como o deputado federal Fernando Rodolfo (PL) e o deputado estadual Sivaldo Albino (PSB), o prefeito Izaías Régis (PTB) além de instituições partidárias, sindicatos e movimentos da sociedade civil.

A UESG tem como pautas de lutas para os anos seguintes a defesa de: creches, educação básica, educação técnica e superior, acesso a cidade, Garanhuns respira cultura, literatura e arte e a participação da juventude na política e nas eleições.

PROGRAMAÇÃO

8H00 - Credenciamento
9H00 - Mesa de abertura
10H30 - Café da manhã
11H00 - GD 01 Educação
12H30 - Almoço
14H00 – GD 02 Juventude e Política
15H30 – Plenária Final UESG
16H20 – Plenária Final UESAMPE
17H00 - Encerramento

A UESG

A UESG (União dos Estudantes Secundaristas de Garanhuns), foi fundada em 25 de novembro de 1995. É uma entidade civil sem fins lucrativos de duração ilimitada, tendo como fórum a cidade de Garanhuns, como sua respectiva comarca, é a entidade máxima de representação dos Estudantes de Ensino Fundamental, Médio e Cursos pré-vestibular, regularmente matriculados nas Escolas públicas e particulares circunscritas na cidade de Garanhuns e Região.

A UESG tem por objetivo: Defender os interesses individuais e coletivos dos Estudantes; Incentivar a cultura, a literatura, as artes regionais, nacionais e as artes desportivas dos Estudantes. Lutar por democracia, por independência, e respeito as liberdades fundamentais do homem sem distinção de sexo, raça, cor, nacionalidades, convicções políticas e religiosas. Lutar por adequação de ensino as reais necessidades da juventude e do progresso social do Brasil.

COLÉGIO SANTA JOANA E O DIA DO FOLCLORE


Colégio Santa Joana D’Arc, tomada de ações com as apresentações Folclóricas. 

No CSJD, os alunos contemplaram repertório cultural, danças, crenças e tradições de um povo referenciado a importância do Folclore brasileiro e sua diversidade. 

Alunos de todos os segmentos puderam se expressar, partilhar informações e experiências trazidas de seus familiares adquirindo sentimento, responsabilidade e produzindo consciência e respeito mútuo.



IGNIFICADO DE ALGUMAS MÚSICAS DE RAUL SEIXAS


Por Altamir Pinheiro

PARANOIA:

“Eu vivo procurando em tudo quanto é lugar...
Nos bares, nas igrejas eu tentei encontrar...
Nos becos nas esquinas, na lama e no pó...
Até no bolso do meu palitó...
Eu sei que essa coisa que eu tenho que achar...
Talvez tão perto que a mão não possa tocar ...
Quem sabe, uma gilete talvez no coração...
Olhei até debaixo do meu colchão.”

O nome dessa música é PARANOIA, e revela algo muito interessante sobre o Raul, ele nasceu com um propósito muito especial, como ele mesmo se intitulava do MENSAGEIRO DO APOCALIPSE, ele tinha um chamado de DEUS para fazer uma grande revolução espiritual no mundo. Uma renovação entre as religiões superficiais do mundo, assim como foi Martinho Lutero, que revolucionou o protestantismo. Paranoia fala sobre masturbação e o medo de estar cometendo um pecado. "Minha mãe me disse a tempo atrás aonde você for Deus vai atrás... Deus vê sempre tudo o que você faz... Vacilava sempre a ficar nu lá no chuveiro com vergonha... com vergonha de saber que tinha alguém ali comigo vendo fazer tudo o que se faz dentro de um banheiro". Quando ele compôs a sequência que foi PARANOIA II, sutilmente ele se refere à droga. Principalmente, sobre o desespero e agonia o qual uma mulher pode levar um homem. Sobre o trecho "O QUE EU PROCURO VOCÊ ESCONDEU NA BARRIGA, NÃO QUER ME ENTREGAR" pode ser uma referência a drogas que a esposa de Raul teria escondido dele.

Quanto à  explicação da música GITA, ela foi  inspirada do livro BHAGAVAD GITA, um livro indiano que na verdade, ninguém sabe quem realmente escreveu, é um dos livros mais antigo da humanidade, como a Bíblia. Bhagavad Gita é para os indianos como é a Bíblia para os cristãos. Esse livro fala da história da revelação do todo, do absoluto, do que é a vida, do que é Deus, o que seria a revelação da grande resposta. Quando a música Gita, do Raul, diz: EU SOU ISSO, EU SOU AQUILO, não está falando do Raul Seixas, de maneira nenhuma, está falando de cada um de nós. Ou seja, do nosso espírito, cada um é a sua própria estrela, luz ou treva, céu ou abismo.

Eu SOU, eu FUI, eu VOU. Eu sou o seu sacrifício, a placa de contra mão...
O sangue no olhar do vampiro...
E as juras de maldição...
Eu sou a vela que ascende...
Eu sou a luz que se apaga...
Eu sou à beira do abismo...
Eu sou o Tudo e o Nada...

O  que significa Krig-ha Bandolo?!?!?! Este foi seu primeiro LP, pois se trata, segundo ele, do grito de Tarzan indicando que os inimigos estão chegando...

E o que é o Novo Aeon?!?!?! Um AEON é uma era, ou 2.148 anos, tempo necessário para que o eixo da terra complete uma volta completa (360 graus) em seu movimento de pião. A cada vez que isso ocorre geram-se mudanças na humanidade. O Novo Aeon é a nova era que está por vir, a Era de Aquário, que deverá ter início. Liricamente o Novo Aeon representa mudança (assim como o Velho Aeon representa o que está para ser superado). È como o Trem das Sete que representa MUDANÇA...

Eis o significado da música As Aventuras de Raul Seixas na Cidade de Thor - Raul critica o status-quo e fala sobre a necessidade de fazer uma "aliança estratégica" com o sistema (o Monstro Sist) para poder enfrentá-lo. "QUANDO SE QUER ENTRAR NUM BURACO DE RATO DE RATO VOCÊ TEM QUE TRANSAR".

Já O Carimbador Maluco  faz parte  do musical infantil Pluct Plact Zumm da Rede Globo e motivo de muitas críticas a Raul que teria se vendido ao sistema com uma música imbecil. Os mais inteligentes percebem a pesada crítica à burocracia do governo que teima em selar, registrar, carimbar, avaliar, rotular, adiando e atrapalhando todo tipo de atividade. É também uma referência ao texto do anarquista Proudon que diz "Ser governado é ser a cada operação... notado, registrado, recenseado, tarifado, selado, medido, cotado, avaliado, patenteado, autrizado, rotulado".

A composição intitulada A LEI  é  uma das referências mais claras a Aleister Crowley na obra de Raul. O Livro da Lei é a principal obra de Crowley e a maior parte da letra são trechos deste livro.

A irreverente e também  reflexiva Cowboy Fora da Lei, nos passa uma mensagem, quem sabe uma  Maneira comportamental ou modo de proceder e o peso da responsabilidade de ser um ícone, bem como os riscos de vida do mesmo. "Mamãe não quero ser prefeito, pode ser que eu seja eleito, e alguém possa querer me assassinar...(...)... "Papai não quero provar nada, eu já servi a pátria amada, e todo mundo cobra minha luz... minha luz... ó coitado, foi tão cedo, deus me livre eu tenho medo, morrer dependurado numa cruz..."

Em Cambalache, há uma crítica óbvia, direta e revoltada a todos os males que assolam o mundo criados pelo ser humano desde longa data, além da falta de esperança no futuro. "Que mundo foi e será uma porcaria eu já sei, em 506, e em 2000 também, que sempre houve ladrões maquiavélicos safados, contentes e frustrados, valores, confusão..."

Música que ele se esbalda e toca fogo no circo é em Ooro de Tolo, que é uma crítica severa à sociedade hipócrita, capitalista, materialista e cheia de si. A qual Raul fazia questão de ridicularizar. Nota-se grande semelhança com o “estilo folk”  do morte americano  Bob Dylan.

Alucinadamente ele também compôs: QUANDO ACABAR O MALUCO SOU EU - sobre como o mundo pode considerar normal as pessoas se matarem, fazerem tramoias e maracutaias  políticas, traírem a si mesmas, guerrearem, culminarem no apocalipse, aceitarem a censura e considerar insanidade ser simplesmente excêntrico e afrontar o sistema.

A longa música "PEDRO"  é uma simbologia que representa um diálogo entre a mente INCONSCIENTE e a mente CONSCIENTE. Ou a parte mental conversando com o corpo físico que sente na própria pele todo impacto dos impulsos provocado pelo espírito. Então a partir desse pressuposto, fica mais fácil do amigo leitor entender o que Raul  Seixas está dizendo com a música “Pedro”.

--Quantas vezes Pedro você fala  /  Sempre a se queixar da solidão...
(Explicação: quase sempre o ser humano se sente só.  mesmo estando no meio de uma
multidão);

--Quem te fez com ferro fez com fogo  /  Pena que você não sabe não...
(Explicação: as escrituras sagradas revelam que Deus criou o homem já sabendo o que o seu espírito era rebelde, e sua testa semelhante ao bronze e em seu pescoço havia um nervo tão duro que era semelhante ao ferro. o bode tem a testa tão dura que é capaz de derrubar um boi com uma testada. o bode também é símbolo da rebeldia do próprio satanás).

--Vai pro seu trabalho todo dia
Sem saber se é bom ou se é ruim
Quando quer chorar vai ao banheiro,
Pedro as coisas não são bem assim.
(Explicação: as pessoas vivem como robôs).
--Toda vez que eu sinto o paraíso
Ou me queimo torto no inferno
Eu penso em você meu pobre amigo
Que só usa sempre o mesmo terno

(Explicação: isso quer dizer se a pessoa sente o paraíso ou seja, está feliz, tudo está certo em sua vida, ou ela se queima no inferno, quando tudo dá errado, diz a letra: “eu penso em você meu pobre amigo que só usa sempre o mesmo terno”. esse mesmo terno que Pedro está sempre usando é o seu corpo físico, de carne e osso, ”PEDRO” é o consciente, a mente de cada um, e o “TERNO” é o corpo que sente todo baque das atitudes não pensadas.

--PEDRO ONDE SÊ VAI EU TAMBÉM VÔ(VOU)

(Explicação: onde Pedro vai, diz a letra da música eu também vô; onde o corpo da pessoa vai o seu espírito vai também é lógico, mas, tudo acaba onde começou, a jornada do espírito humano teve início na forma espiritual, e um dia vai acabar voltando para a mesma forma como começou. mas tudo acaba onde começou...

--Tente-me ensinar das tuas coisas /  Que a vida é séria e a guerra é dura...

(Explicação: aqui o espírito no inconsciente da pessoa diz: “tente me ensinar das tuas coisas”. que coisas são essas?!?!?!  As coisas do mundo animal, físico, material. Aí o espírito diz: mas, se não poder, cale essa boca e deixa eu viver minha loucura... o espírito do homem segundo a bíblia é malquisto, perverso, torto e louco. muitas pessoas, sente que precisam ser diferentes e começam a participar de certas religiões, tentando doutrinar o seu pobre espírito, mas, por aquela religião ser superficial, ela acaba cedo ou tarde cedendo aos caprichos do seu espírito torto. isso é calar a boca e deixar o espírito viver a sua loucura. mas se não puder cale essa boca, Pedro... E deixa eu viver minha loucura...

--Lembro Pedro aqueles velhos dias  /  Quando os dois pensavam sobre o mundo...

(Explicação: nesse verso, o espírito está dizendo que se lembra de quando conversava com Pedro, a respeito do mundo, os planos, os sonhos a ser realizados, porém, quando Pedro que é a mente consciente amadurece, não tem mais coragem de fazer as mesmas loucuras da juventude, aí o espírito diz: hoje eu te chamo de careta, e Pedro não quer ser mais um perdido, vagante na vida, um vagabundo. hoje eu te chamo de CARETA e você me chama VAGABUNDO;

--Todos os caminhos são iguais  /  O que leva a glória ou a perdição...
(Explicação: na vida existem muitos caminhos, tantas portas, tantas religiões, mas só existe um caminho que possui um coração, e esse caminho se chama Jesus Cristo, ele mesmo disse: “eu sou o caminho, a verdade e a vida, dentro do peito de Jesus bate um coração cheio de amor pelos espíritos da humanidade perdida”.  Há tantos caminhos tantas portas, mas somente um tem coração (JESUS CRISTO).

E eu não tenho nada a ti dizer
Mas não me critique como eu sou
Cada um de nós é um universo, Pedro
Onde você vai eu também vô...


sexta-feira, 23 de agosto de 2019

MUNICÍPIO DE LAJEDO TEM PROJETO DE ARBORIZAÇÃO


A Escola Ambiental de Lajedo faz a diferença quando o assunto é Meio Ambiente e Sustentabilidade. Com a participação dos estudantes do município, iniciou o primeiro dia do projeto Lajedo Mais Verde na Academia das Cidades.
Iniciado em 2017 com o plantio de mais de 70 mudas de árvores, o trabalho é retomado agora em agosto, mês do estudante.
A ideia do projeto Lajedo Mais Verde é plantar mais árvores, conseguir o engajamento da população e permitir um futuro diferente para o município que é destaque quando o assunto é Educação Ambiental. “Catalogamos as árvores da Academia das Cidades de Lajedo e contabilizamos mais de 150. Resultado da aposta realizada há 2 anos, mas também muito se deve à própria população local que acredita na ideia e cuida diariamente das plantas”, explicou a gestora da Escola Ambiental, Andréa Félix.
Na quinta-feira, 22 de agosto, o projeto Lajedo Mais Verde contou com a participação dos alunos da escola particular Jean Piaget. A parceria permitiu a contribuição da instituição na logística das mudas e no engajamento dos alunos que ajudaram a plantar. Quem também participou foi a Escola Municipal Clementino Francisco de Lima, do bairro Padre Cícero.