sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

PARANATAMA COMPLETA 55 ANOS DE EMANCIPAÇÃO


Valmir do Leite, prefeito de Paranatama, registrou hoje os 55 anos de emancipação política do município, se comunicando com seu povo através das redes sociais.

“Hoje,  dia 22 de fevereiro,  Paranatama está completando mais um ano em sua história.  São 55 anos de emancipação política e para nós é muito gratificante poder fazer parte deste momento. Que Deus possa nos dar inspiração e sabedoria para que possamos continuar lutando por dias melhores e ver nossa querida terra avançar cada vez mais. Zelar pela nossa cidade, cuidar de pessoas esse é o nosso objetivo”, assinalou Valmir. 

Um show foi realizado ontem à noite na cidade, patrocinado pelo Governo Municipal.

Paranatama foi distrito de Garanhuns e antigamente era conhecida como de Serrinha do Catimbau.

Ao ser elevada à condição de vila,  em 31 de março de 1938, passou a ser denominada Itacoatiara, por conta dos índios do mesmo nome.  Em 1943 foi adotado o atual nome da cidade,  Paranatama.

HISTÓRIA - Passou de distrito a município em 20 de dezembro de 1963 e sua instalação deu-se em 4 de fevereiro de 1964, no primeiro governo de Miguel Arraes.

Um fato histórico marca aconteceu em Paranatama, narrado com detalhes no livro lançado o ano passado por Júnior Almeida, narrando a saga dos cangaceiros em cidades do Agreste Meridional.


Em 1935, a vila foi invadia pelo bando de Lampião e os moradores do lugar conseguiram expulsar os perigosos bandoleiros.

Maria Bonita saiu baleada nas nádegas e o capitão Virgulino Ferreira passou uma das maiores vergonhas de sua vida e ficou odiando Serrinha, hoje Paranatama. 

VEREADORA É ACUSADA DE ACUMULAR CARGOS


Contra-cheque no Portal da Transparência mostra 
que a vereadora recebeu da Prefeitura em janeiro

Vereadora Andrea Nunes (PTB) foi acusada num programa de rádio de acumular os cargos de vereadora, diretora da escola estadual Simoa Gomes e professora da Rede Municipal em Garanhuns.

Ela mandou mensagem para o radialista Pereira Filho e se defendeu. Disse que se afastou de uma de suas atividades, e a acumulação da direção da escola com o mandato de vereadora é legal. “Eu fiz uma consulta a um escritório de advocacia no Recife e me garantiram que estou dentro da Lei”, disse Andrea Nunes.

Acontece que no Portal da Transparência consta que a vereadora recebeu R$ 2,969,40 da prefeitura, correspondente a janeiro, mesmo mês em que ela assumiu o mandato, no dia 4. Embolsou também dinheiro da Câmara e do Estado.

Caso ela tenha se afastado do município agora em fevereiro, o delito já foi cometido. No mínimo ela terá de devolver o valor recebido em janeiro.

Acumulação indevida de cargos pela parlamentar, se confirmada, pode levar à perda do mandato, por isso já tem suplente de olho na vaga dela, fazendo consultas a advogados.

Fonte: Blog Agreste em Alerta

PÓRTICO DE CALÇADO ESTÁ SENDO CONCLUÍDO



Prefeitura de Calçado,  através da Secretaria Municipal de Viação e Obras, começou a montagem das hastes do Pórtico de Entrada da cidade da cidade.

E neste sábado, às 16h, o prefeito Expedito Nogueira irá inaugurar a Praça do Boi, com monumento histórico da formação do município.

Além disso o gestor vai entregar três ônibus escolares, um micro-ônibus para Transportes de Pacientes Fora do Domicílio (TFD), dois tratores para aração de terras e visitar as obras das ruas que estão sendo pavimentadas.

Nogueira vai ainda assinar ordem de serviço para construção de duas quadras poliesportivas e da reforma do Estádio de Futebol Rafael Pastor dos Santos.

PREFEITURA LEVA AÇÕES DIRETAMENTE Á COMUNIDADE



A Prefeitura de Jupi  está aproveitando o período pré-carnavalesco para reforçar as ações de promoção ao bem-estar da população.
Esta semana a Secretaria de Assistência Social descentralizou os serviços da pasta para a rua do campo.
A ação faz parte do projeto Secretaria Itinerante, criado pela 1ª dama e secretaria de assistência social,  Fabiana Quintino Patriota, com a finalidade de levar o serviço público social para perto dos cidadãos.
Os serviços básicos oferecidos pela Secretaria, aos moradores do bairro, são aqueles oferecidos através dos órgãos ligados à pasta, como o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, o Projeto Criança Feliz; Centro de Referência de Assistência Social (CRAS); Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Bolsa Família, Coordenadoria da Mulher e Coordenadoria do Idoso.
Além das ações socioeducativas, o Governo Patriota também promoveu brincadeiras, distribuição de repelentes e dicas de saúde com a equipe do Dr. Flávio Quintino,  através da ONG Vencendo Fronteiras, garantindo aos participantes muitas informações e acesso a serviços essenciais.
De acordo com a primeira dama e secretária de Assistência Social, Fabiana Quintino Patriota, a ação tem grande importância, pois facilita o atendimento às pessoas que residem longe do SEMAS, que nem sempre conseguem se dirigir à pasta.
“O projeto Assistência Social Itinerante, é um desafio que nos move a fazer mais e melhor pela população que mais precisa. A descentralização da pasta é primordial para melhor atender os jupienses que precisam do serviço social”, afirmou Fabiana.
O projeto social itinerante foi iniciado o ano passado,  nos povoados Colônia e Santa Rita. 
Era apenas uma experiência, mas como foi um sucesso, a secretária Fabiana e sua equipe aperfeiçoaram o projeto, com o objetivo de atender uma vez por semana, um bairro ou comunidade, com essas ações.
Toda a equipe que compõe a pasta se desloca para atender as pessoas que necessitam dos serviços oferecidos pela Secretaria.
Agenda das próximas ações a serem realizadas:

Dia 25/02 Loteamento Silvestre próximo ao PSF
Dia 18/03 Alto dos Santos, local PSF
Dia 25/03 Casas Novas, local Fabrica de Farinha e PSF
Dia 01/04 Praça São Joaquim, local praça São Joaquim
Dia 08/04 Povoado Santa Rita, local frente a Igreja Stª Rita
Dia 15/04 Povoado Colônia, local prox. CCI/PSF

Fonte: Guilherme JG

JUIZ CHAMA MINISTRO SÉRGIO MORO DE AMADOR


As propostas anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro foram apresentadas no dia 19 ao Congresso Nacional, em Brasília, onde devem ser analisadas pelos parlamentares da Câmara e do Senado.


O teor do texto entregue nas Casas legislativas estarreceu o juiz João Batista Damasceno, da Associação de Juízes pela Democracia,  que também é professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Aliás, o titular do Ministério deve agradecer por não frequentar mais as salas de aula.
“Esse projeto é uma calamidade, o conjunto é algo catastrófico. A sorte dele é que não é meu aluno e não está apresentando um trabalho. Eu mandaria refazê-lo. Analisando pelo ponto de vista da tecnicidade, é algo que faz corar qualquer aluno de graduação”, criticou.
Os problemas apontados pelo magistrado vão além da criticada ‘permissão para matar’, onde o agente de segurança pode se ver livre de punição após cometer um assassinato alegando ‘medo, surpresa ou violenta emoção’.
“Começa com o nome do pacote, que é uma lei anticrime, como se existisse alguma lei a favor do crime. Além disso, confunde conceitos elementares de execução penal como a permissão de saída do preso com saída temporária, trata como se fosse sinônimo. Em outro momento define organização criminosa a partir de nomes, como PCC, Comando Vermelho, Família do Norte, Terceiro Comando puro, ADA. Quando se faz uma lei, se faz abstratamente para viger em ocorrências futuras, para ser aplicada em casos concretos, uma lei não pode trazer no seu texto destinatários específicos. E se surgir outra facção? Será excluída da lei porque é nova? Ou seja, esse projeto é coisa de amador”, disse Damasceno.
Ao contrário do que indicava quando do anúncio da proposta, o ministro dividiu o projeto em três para atender demanda dos parlamentares, que pediam a separação do plano que criminaliza o caixa 2. Antes crítico feroz do financiamento ilegal de campanhas eleitorais, o ex-juiz mudou o discurso e disse que “caixa 2 não é corrupção”.
A Associação de Juízes para a Democracia divulgou uma nota criticando os documentos que vão tramitar no Congresso. O professor fez questão de condenar também o trecho que trata da relação entre defensores e clientes.
“Esse pacote é de uma mente perversa. O Ministério Público pode tudo para acusar, inclusive tomar ciência da técnica de defesa que será usada porque a gravação da conversa do réu com o advogado passa a ser autorizada, sem contar a história das gravações ambientais, vão legalizar a arapongagem. O projeto não foi debatido com a sociedade, ninguém da comunidade jurídica foi ouvido”, destacou. 

JOVENS QUEREM RENOVAR POLÍTICA EM GARANHUNS

A eleição para escolha do próximo prefeito de Garanhuns é em 2020. O tempo corre e muitos já se movimentam pensando em disputar uma vaga na Câmara Municipal ou mesmo a prefeitura.

Há previsão de que o Legislativo deve passar por uma grande renovação, pois existe insatisfação com os atuais vereadores, principalmente depois do episódio em que a direção da Casa Raimundo de Moraes chegou a publicar um edital de licitação para locar 14 veículos ao preço de meio milhão e meio de reais.

Nessa conjuntura, devem surgir alguns candidatos bem jovens, como Bruno Taveira, Gustavo Henrique e Matheus Martins, de diferentes correntes partidárias.

Esta semana  Gustavo Henrique (PDT) e Matheus Martins (PP), dois que admitem abertamente que são pré-candidatos à Câmara, tiveram uma boa conversa sobre política.

Debate foi centrado em cima do desafio de renovar a política em Garanhuns, além da possibilidade de uma união,  no futuro,  entre as candidaturas dois dois.

"Matheus, sem dúvida, é um ótimo quadro político. Ele tem um compromisso sério com a juventude garanhuense", afirmou Gustavo.

Tanto Matheus Martins como Gustavo Henrique fazem parte da oposição ao prefeito Izaías Régis (PTB).

"Gustavo é um cara novo. É um bom quadro político, tem potencial", disse Matheus.

Como dá para perceber, os jovens estão buscando o entendimento, o que é fundamental na arte de fazer política.

UNIVERSIDADE DAS CRIANÇAS JÁ ESTÁ EM ATIVIDADES

Após intenso trabalho, a UNIVERSIDADE DA CRIANÇA – UNIC está pronta e de portas abertas para todas as famílias de Garanhuns e Região.

Em 2019 funciona apenas o 2º piso, com estrutura física moderna, que atende as necessidades de crianças da Educação Infantil, contendo 8 (oito) salas de aula, com banheiro em cada uma, sendo uma delas destinada à brinquedoteca, um espaço amplo, com o objetivo de servir para lazer e que todas e todos possam aproveitar ao máximo. Também há a área administrativa.  Sendo toda escola estruturada para atender pessoas com necessidades especiais.

A UNIVERSIDADE DA CRIANÇA – UNIC é parceira do Sistema Farias Brito, o melhor Sistema de Ensino para a Educação Infantil e Ensino Fundamental – Anos Iniciais, do Brasil.

A UNIVERSIDADE DA CRIANÇA – UNIC tem a direção geral do prof. Albérico Fernandes, com vasta experiência na educação em Garanhuns e Região e, no último sábado abriu as portas para que as famílias conhecessem as dependências da escola, momento em que recebeu várias pessoas do bairro da Brahma e de outros locais de Garanhuns.

As matrículas para a formação de turmas estão abertas e o horário de funcionamento para atendimento ao público, no 1º período, é das 7 horas às 13 horas e, no 2º, das 15 horas às 17 horas, de segunda a sexta-feira.

Com a conclusão desta primeira etapa, serão viabilizados outros serviços que, certamente, irão atender as necessidades de toda comunidade do Bairro José Maria Dourado (antiga Brahma) e adjacentes. Entres esses serviços podemos destacar que teremos curso de inglês, reforço escolar também para alunos de outras escolas, uma Faculdade presencial, com cursos de interesse da comunidade e outras estruturas pedagógicas para atender as necessidades de toda uma região. 


A UNIVERSIDADE DA CRIANÇA – UNIC está localizada em um setor da cidade que cresce a cada dia e vai oferecer serviços educacionais de qualidade, buscando sempre a integração da escola com as famílias. Também tem como objetivo atender as necessidades das associações organizadas, oferecendo espaço para a realização de reuniões que decidam a vida da comunidade. Venha conhecer a UNIC – Universidade da Criança, e veja que o futuro começa agora. Estamos de braços abertos para apresentar a você esse novo complexo educacional que vem se somar a tantos outros que fazem de Garanhuns a cidade mais cultural do interior do Estado.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

JORNAL DE SÃO PAULO ARRASA COM BOLSONARO


Jornal que sempre foi ligado às classes dominantes e crítico implacável da esquerda, o Estado de São Paulo publicou esta semana um editorial arrasador em cima do presidente Jair Bolsonaro.

Criticou o ministério, os filhos de Bolsonaro e o próprio presidente, que foi avaliado como "despreparado e trapalhão".

Nenhum jornal ou site de esquerda bateu de tal forma no líder do PSL até agora. Leia na íntegra o texto do Estadão:

Muito ajuda quem não atrapalha.

Não tem a menor importância, para o País, o desfecho da crise envolvendo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno. Sem qualquer predicado que o tornasse especialmente relevante para o processo de tomada de decisões do governo, sua permanência ou não no Ministério de Jair Bolsonaro só interessava de fato aos filhos do presidente, publicamente empenhados em escolher os ministros e governar no lugar do pai. Já o presidente Bolsonaro, seja porque é despreparado para exercer o cargo para o qual foi eleito, seja porque não consegue impor limites aos filhos, seja por uma combinação dessas duas características, revela-se incapaz de colocar ordem na casa e concentrar energias naquilo que é realmente necessário para o País.
Assim, não tendo o presidente a necessária condição técnica e administrativa para substituir Bebianno a tempo e a hora, e muito menos coragem para enquadrar seus meninos, comete o pecado capital de deixar o Brasil ser governado por um quadrunvirato.
E fez isso às vésperas do início da tramitação de projetos de extrema relevância para o conjunto dos brasileiros, como a reforma da Previdência e o plano de segurança pública, perdendo-se o governo em futricas e picuinhas palacianas, cujo poder de causar confusão e desgaste é multiplicado pela onipresença da criançada.
Foi pelas redes sociais que a crise envolvendo Bebianno atingiu seu ápice. Pelo Twitter, Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente, chamou Bebianno de “mentiroso”, no que foi endossado pelo pai. Nada nesse episódio lembra remotamente algo parecido com o respeito à institucionalidade que se exige de quem ocupa o Palácio do Planalto. Tal comportamento pode até excitar os militantes bolsonaristas nas redes, mas desgasta profundamente a imagem de um governo cujo presidente prometeu, em seu discurso de posse, “hierarquia, respeito, ordem e progresso”, mas até agora só protagonizou confusões e patuscadas.
Felizmente, nem todos no governo compartilham com Bolsonaro sua profunda falta de reverência pela instituição presidencial, comprovada não apenas pelo modo desleixado como se apresentou numa reunião ministerial, de chinelos e camisa falsificada de time de futebol, mas sobretudo por permitir que seus filhos atuem como se ministros plenipotenciários fossem. Há assessores que estão genuinamente empenhados em fazer o governo funcionar, tentando dar à administração uma feição minimamente sólida. No Congresso também há parlamentares que se comprometeram a fazer avançar as reformas, mesmo com o desgaste político que o tema suscita.
A rigor, pode-se dizer que a pauta mais importante do governo está avançando não por méritos do presidente Bolsonaro, mas a despeito dele. Enquanto o chefe de governo se permite perder precioso tempo com os devaneios de poder dele e dos filhos, inclusive com fantasiosas conexões internacionais para a inclusão do Brasil num movimento “antiglobalista”, alguns ministros buscam tocar o barco, sem ter, contudo, a menor certeza se o “capitão” da embarcação sabe para onde pretende ir.
Antes tudo isso fosse método, e não apenas o amadorismo irresponsável tão característico do baixo clero, de onde saíram o presidente Bolsonaro e seu fanático entorno. Está ficando cada vez mais claro, porém, que Bolsonaro, em razão de seus limites mais que evidentes, não tem mesmo a menor ideia do que é ser presidente e do que dele se espera num momento tão grave como este.
Desnorteado, governando ao sabor da gritaria nas redes sociais, o presidente deixou de construir uma articulação organizada no Congresso. Seu partido é um amontoado de novatos que se elegeram pegando carona em seu nome; os líderes que escolheu para negociar apoio dos parlamentares são igualmente inexperientes – um deles chegou a convocar uma reunião de líderes partidários na Câmara à qual ninguém compareceu; por fim, mas não menos importante, nem mesmo Bolsonaro parece convencido da necessidade de uma profunda reforma na Previdência, dado que passou a vida inteira como parlamentar a boicotar mudanças nas aposentadorias. Seria ingênuo acreditar que Bolsonaro, de uma hora para outra, passará a se comportar como presidente e assumirá as responsabilidades de governo. Mais realista é torcer para que ele, pelo menos, pare de atrapalhar.

CARRO FRIGORÍFICO DE ÁGUAS BELAS É USADO PARA TRANSPORTAR MATERIAL DE POSTO DA SAÚDE DA FAMÍLIA


DENÚNCIA FOI PARAR NAS REDES SOCIAIS
Se a imagem do prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo (PT), não anda muito boa, piorou um pouco esta semana.

É que o veículo do município contratado para o transporte de carnes foi utilizado esta semana numa mudança de um PSF.

Assim, o caminhão num dia carregou carne e no outro levou material de saúde, como equipamentos hospitalares,  medicamentos, seringas, etc.

Moradores de Águas Belas fotografaram a prática irregular, que coloca em risco a saúde das pessoas e reclamaram pelas redes sociais.

É um fato grave, que merece ser investigado (e aprofundado) pelos vereadores e Ministério Público.

O próprio prefeito, caso não tenha dado ordem para usar um veículo impróprio para transportar material de saúde, tem obrigação de punir os funcionários que agiram sem responsabilidade com a população.

JOCELINO VAI DISPUTAR EM CAETÉS PELO PC DO B


Vereador Jocelino Ferreira, de Caetés, vai se filiar ao PC do B para disputar a prefeitura daquele município.

Ele pretende se filiar ao partido num ato conjunto em Garanhuns, com Luizinho Roldão e lideranças de vários municípios do Agreste Meridional.

A ponte entre Jocelino e as lideranças do partido no Estado, como a vice-governadora Luciana Santos, foi feita pelo ex-prefeito de Águas Belas, Genivaldo Menezes, que também será candidato em seu município.

Jocelino tem mais de um mandato de vereador em Caetés e quando não pôde disputar quem se elegeu foi sua mulher, Cláudia.

Vereador é do grupo de oposição ao prefeito Armando Duarte.

ALCINDO CORREIA VAI CONTINUAR NO PC DO B?


Com o ingresso de Luizinho Roldão no PC do B, para disputar a Prefeitura de Garanhuns, é provável que o vereador Alcindo Correia, que é filiado ao Partido Comunista, busque outra legenda para disputar a reeleição.

Alcindo é fiel ao prefeito Izaías Régis e deve apoiar o provável candidato governista, o vice Haroldo Vicente.

A notícia de que a vice-governadora Luciana Santos apoia o projeto político de Roldão mexeu com o quadro político do município, causando ciumeiras em políticos de centro, da direita, da esquerda e mesmo entre os que não têm ideologia nenhuma.

Um conhecido do deputado Sivaldo Albino (PSB), já tinha avisado ao parlamentar: “Não se pode subestimar Luizinho. Izaías fez isso e se deu mal porque ganhou um adversário que dá muito trabalho".

NOGUEIRA INAUGURA OBRAS EM CALÇADO


Nogueira é considerado um bom prefeito não só pelo povo de Calçado, mas também por muitos moradores do Agreste Meridional que acompanham o trabalho do garanhuense no município vizinho.

Não são poucas as pessoas que o editor do blog tem encontrado com elogios ao prefeito de Calçado. Alguns, até observam que “não esperavam tanto”.

Indiferente aos comentários, o gestor segue trabalhando. No próximo dia 23, mesmo, Expedito Nogueira inaugura novas obras em Calçado e vai fazer uma “baita festa”, com a presença da população da cidade e de lideranças como os deputados Claudiano Filho, Eduardo da Fonte e até do presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros.

Nogueira vai entregar novos ônibus escolares, tratores para aração de terras, um veículo para Transporte de Pacientes para Fora do Domicílio e inaugurar a praça monumento histórico da cidade, chamada popularmente como “Praça do Boi”.

Depois da solenidade haverá show com cantor Toinho Chagas. 

SOCIALISTA CRITICA PROJETO DE REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A proposta da Reforma da Previdência chegou à Câmara Federal nesta quarta-feira (20) e já começou a ter seus pontos analisados pelos parlamentares. O deputado Danilo Cabral (PSB/PE) afirma que o texto tem questões controversas e preocupantes. Entre elas, a ausência de estudos atuariais é fator de atenção.

“Seria primordial que já tivessem apresentado estudos que possam embasar a proposta apresentada. Não há como atestar o impacto de cada medida nas contas públicas”, destacou Danilo Cabral, que foi integrante da Comissão Especial que tratou sobre a proposta de reforma previdenciária apresentada no governo do ex-presidente Michel Temer.

O parlamentar criticou também a ausência de medidas contra os grandes devedores da Previdência. As dívidas são estimadas em mais de R$ 400 bilhões. Outro item apontado como crítico foi endurecimento das regras para trabalhadores rurais, com aumento da idade mínima, além do aumento da contribuição em cinco anos. Os professores também foram alvo de propostas contestáveis, em que o tempo de contribuição e as idades mínimas foram aumentados. “Além do aumento do tempo de contribuição para essas categorias, iguala-se homens e mulheres com relação a idade mínima. Há uma clara contradição, tendo em vista que a regra geral estabelece a diferença. Vale destacar que as mulheres são maioria na carreira docente”, afirmou. 

As modificações feitas na aposentadoria por invalidez fazem com que o trabalhador passe a ter direito apenas a 70% do benefício, mais 2% por ano de contribuição que exceder 20 anos. “Nesse caso, se o trabalhador for aposentado por uma incapacidade permanente, ele não tem como dar continuidade em sua contribuição no período subsequente, então nunca atingirá 100% de benefício. É uma injustiça”, pontuou. 

Por fim, Danilo Cabral critica as mudanças no acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). “É inaceitável que o governo cogite pagar um benefício inferior a um salário mínimo, como está sugerido na proposta, em que a partir de 60 anos, o benefício é de R$ 400 reais”.

O projeto de emenda constitucional (PEC) 9/2019 é, inicialmente, encaminhado para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, caso seja admitido pelo colegiado, segue para a Comissão Especial. A CCJ, assim como as outras comissões permanentes da Câmara, deve ser instalada após o feriado de carnaval – os partidos ainda discutem a ocupação dos espaços no Legislativo. Só depois, a proposta é votada no Plenário, onde precisa de 308 votos dos 513 deputados.

AS TRAPALHADAS DOS FILHOS DO CAPITÃO


Por Michel Zaidan Filho

Felizes eram os tempos em que as trapalhadas dos” sobrinhos do capitão” eram só brincadeiras, não mais do que isso.

Já as dos filhos do capitão são mais complicadas, porque envolvem os negócios da República. Um presidente fraco, com filhos voluntariosos que querem interferir em tudo: fechar o judiciário, mandar na base do governo, influir na ação administrativa do Executivo e ainda alimentar uma relação perigosa com o submundo do crime organizado.

Isto tudo constitui um grave risco não só para a estabilidade do próprio governo, para sobretudo para o País. Não é aceitável nem benéfica a existência de uma administração pararela no centro do governo da República. Mais ainda quando ela não está submetida a nenhuma regra ou controle nem foi escolhida para isso.

Se achávamos que se constituía um sério risco a influência dos militares e evangélicos (para não falar nos interesses do mercado) no núcleo duro das esferas de poder, imagina um poder patrimonialista, familiar, sem responder a ninguém, agindo por conta própria e ameaçando terceiros.

Quando se diz que a cor desse agrupamento político não é fascista ou para fascista, é no sentido de que ela é algo mais atrasado, mais rudimentar, em matéria de ideologia política. Poderia estar mais perto da Máfia, talvez. Ou seja, uma organização criminosa com ramificações no clã dos Bolsonaro.

É disso que se trata. O resto é problemático, sobretudo o ataque sistemático às conquistas inscritas na Constituição de 1988, em relação à Seguridade Social, a dignidade da pessoa humana, a proteção dos direitos das minorias. No entanto, o que parece mais grave não é a face declarada desse imenso retrocesso político, a serviço dos interesses mercantis, é a face oculta, patológica, criminosa que se esconde por trás dessa programa ultraliberal que se quer implantar no Brasil.

Resta saber se esse poder paralelo (e familiar) ajuda ou complica as relações com os militares, os partidos, os líderes das duas casas no Congresso, o Poder Judiciário e a sociedade brasileira (incluindo os próprios eleitores de Bolsonaro). Ele pode corroer rapidamente o capital político amealhado, com a ajuda das igrejas, e atrapalhar os planos de governo. Há muita gente incomodada com a desenvoltura dos “filhos do capitão” no coração da República.

A SEDUÇÃO DE JACQUELINE BISSET

Por Altamir Pinheiro

Há três anos, parecia que a carreira espetacular da atriz estava perdendo fôlego. De repente, ela estava de volta no topo. A PEOPLE WITH MONEY noticiou na segunda-feira (18 de fevereiro), que Bisset é a atriz mais bem paga no mundo, faturando surpreendentes $96 milhões entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019, quase $60 milhões de vantagem à frente da sua competidora mais próxima. A atriz britânica tem um patrimônio líquido estimado em $275 milhões. Ela deve a sua fortuna a investimentos inteligentes em ações, propriedades imobiliárias substanciais, acordos lucrativos de patrocínio com os cosméticos CoverGirl. Bisset também é proprietária de vários restaurantes (a rede “Jacqueline Gordona”) em Londres, um time de futebol (os “Anjos de Weybridge”); lançou sua própria marca de vodca (“Pure Wonderbisset - UK”), e está entrando no mercado jovem com um perfume líder em vendas (“De Jacqueline com Amor”) e uma marca de roupas chamada “Sedução by Jacqueline Bisset”.

Conforme nos conta a ardorosa fã de Jacque Bisset, Ana Cristina Marques, apesar de nunca ter casado, Bisset teve quatro companheiros de longa data e é mãe de dois filhos. Mas esta é também a mulher que, ainda como adolescente, se viu “obrigada” a ser modelo para sustentar a família (a mãe francesa, diagnosticada com esclerose múltipla, foi abandonada pelo pai inglês). Apesar disto, sempre foi insegura quanto à aparência, mesmo sendo, em tempos, um sex symbol. Hoje, prestes a completar 75 anos, no seu aniversário de 70 anos de idade ela afirmou  ao GUARDIAN que, “As mulheres mais velhas continuam a querer ter sexo, mas os homens não querem dormir com elas”...

Depois de tantos anos a ser cobiçada pela imagem feminina. Apesar de, nas décadas de 1960 e 1970, ter contracenado ao lado de atores como Steve McQueen, Frank Sinatra, Christopher Plummer e Marcello Mastroianni, foram as cenas subaquáticas protagonizadas no filme O Fundo do Mar, de Peter Yates (1977), que levaram o nome Bisset à ribalta. Bela fotografia e uma boa trama sustentada pelo carisma e beleza de Jacqueline Bisset e a atuação sempre forte de Nick  Nolte. Com 50 anos no batente — a mais recente participação enquanto atriz remete para o filme BEM-VINDO A NOVA IORQUE, de Abel Ferrara, onde dá vida à esposa de um executivo viciado em sexo, interpretado pelo francês Gérard Depardieu. A história tem um fundo de verdade e inspira-se no mediático caso de Dominique Strauss-Kahn.

Na sua vasta biografia a sedutora tem uma frase emblemática quando afirma que, “Comportamento animal ainda domina homens e mulheres”. Não é à toa que, vestindo camiseta branca molhada em O FUNDO DO MAR (1977) ou transando no banheiro de avião em RICAS E FAMOSAS (1981), Jacqueline Bisset enlouqueceu os homens no esplendor da sua beleza e juventude. “Naquela época nem tinha total consciência do meu poder de sedução’’, conta à Status a atriz inglesa, que se mantém bonita e esguia aos 75 anos. Por receber poucos convites para filmar (“com a idade, acham que virei uma mulher tediosa’’), Bisset agarrou a chance de viver a esposa do banqueiro viciado em sexo (Gérard Depardieu) de  Bem-Vindo a Nova York.

Entres os diretores com quem trabalhou, estão mestres como François Truffaut, John Huston, George Cukor, Roman Polanski, e mais recentemente Abel Ferrara e Stephen Poliakoff. Foi este último que lhe deu o papel com quem ganharia o Globo de Ouro 2014 de melhor atriz coadjuvante, na série DANCING ON THE EDGE. Na ocasião, ela fez um dos discursos de agradecimento mais antológicos da premiação tentando   explicar o que de fato sentiu ao receber o troféu 47 anos depois de ter levado o prêmio de revelação e, no período, ter sido cinco vezes indicada.

Em uma entrevista dada a imprensa brasileira, Jacque Bisset  afirmou que em seus primeiros trabalhos, década de 1960, ela foi constantemente  escalada para papéis que valorizavam seus dotes físicos.  Em 1977, seu STATUS DE SEX SYMBOL chegou ao auge com o filme  “O Fundo do Mar” famoso pelas cenas subaquática  protagonizada por uma Bisset trajando apenas camiseta  molhada e parte debaixo do biquíni. Além de boa bilheteria, o filme rendeu ao produtor uma frase  que se tornou clássica nos bastidores do cinema: “Aquela camiseta me fez um homem rico”. Na ocasião disse a atriz: “Fui completamente enganada ou explorada, não durante a rodagem, mas pelo estúdio. Eles não tinham o direito de usar fotos minhas sob a água para promover o filme. Não estava no contrato”. 

Há cinco anos mais precisamente em 2014, um dos rostos mais lindos do cinema de todos os tempos esteve no Brasil para participar do 6º Festival do Cinema em Paulínia  e deu uma canja para o Programa de Jô Soares: Assista-a:


ROMÁRIO DEFENDE CARNAVAL DO AGRESTE MERIDIONAL

O incentivo à Cultura também está na pauta do deputado estadual Romário Dias (PSD). 

Esta semana o parlamentar se reuniu com o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, para tratar da liberação de recursos para o Carnaval de diversos municípios do Agreste.

O deputado apresentou a Canuto as demandas de cidades como Correntes, Lagoa do Ouro, Palmeirina, Angelim e João Alfredo. “Precisamos incentivar sempre a cultura, especialmente a popular, que resgata a identidade do nosso povo”, explicou Romário, que é o presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa.

Além do Agreste, Romário ainda pleiteou recursos para as comemorações carnavalescas em várias outras cidades, entre elas Paudalho, na Mata Norte; e Serrita, Parnamirim e Verdejante, no Sertão.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

FERNANDO RODOLFO E ROMERO LEAL FAZEM AS PAZES


  Vídeo com o acordo de paz entre 
o deputado e o prefeito

Um incidente o mês passado, envolvendo o deputado Fernando Rodolfo e o prefeito de Vertentes, Romero Leal, criou uma situação constrangedora para os dois políticos.

O parlamentar foi à cidade para acompanhar um sepultamento de um professor, confundiu um assalto, onde houve troca de tiros, com um atentado contra sua pessoa. Chegou a imaginar que a ação tinha sido feita a mando do gestor.

Romero reagiu através de um vídeo e usou palavras duras para desqualificar o jovem deputado.

O vídeo foi distribuído em vários grupos do WhatsApp e o clima ficou ruim.

Rodolfo manteve silêncio após o desentendimento até hoje, quando divulgou um vídeo mostrando que ele e Romero Leal fizeram as pazes e o mal-entendido foi desfeito.

O parlamentar, inclusive, se pôs à disposição para trabalhar por Vertentes na Câmara Federal, oferecendo a sua mão amiga ao prefeito.

Leal entendeu a atitude elegante de Fernando Rodolfo, admitiu que tudo foi um equívoco e agradeceu ao parlamentar por se mostrar disposto a colaborar com o município e sua gestão.

Eudson Catão, ex-prefeito de Palmeirina e que também presidiu a Codeam, com a ajuda do delegado Valdir Macedo, agiu como conciliador para que o deputado e o prefeito chegassem ao entendimento, saudável para os políticos e o município de Vertentes.

EJC PROMOVE SORVETADA NA CAPELA SÃO GERALDO

Próximo dia 24, na capela São Geraldo, em Garanhuns, será realizada a "Sorvetada do Encontro de Jovens com Cristo (EJC).

Além de muito sorvete, música, just dance, karaokê, pintura facial,  lanchonete e muito mais. 

Ingressos com os jovens do EJC/NSPS, por apenas cinco reais.

Evento realizado pela Igreja Católica, através do EJC, com apoio do ECC (Encontro de Casais com Cristo).



ÁLVARO PEDE RESTAURAÇÃO DE RODOVIAS DO AGRESTE



Estradas estaduais que ligam municípios e/ou cortam o Agreste Meridional estão carentes de recuperação há anos, dificultando mobilidade e atividades econômicas e ponto em risco a vida de quem mora ou circula pela região. Os prejuízos financeiros e de tempo, além de acidentes e mortes são evidenciados a cada dia. Enfim, trata-se de rodovias que carecem de reparos e manutenção urgentemente. 

Ciente dessa realidade, o deputado estadual Álvaro Porto (PTB), que inúmeras vezes solicitou melhorias para as PEs entre 2015 e 2018, volta a reivindicar os serviços agora início do segundo mandato. Ao longo deste mês de fevereiro Porto apresentou cinco indicações à Mesa Diretora da Alepe, solicitando ao Governo do Estado a recuperação de estradas em diversos municípios.

Uma delas pede o restauro da PE-187 no trecho que liga Angelim, Correntes e Palmeirina. Outra apela para o trecho da PE-203 entre a BR-424 e a município de Lagoa do Ouro. O segmento da PE-170 que permite a ligação entre Canhotinho, Jurema, Calçado e Lajedo também foi alvo de indicação. Do mesmo modo, o deputado reivindica a recuperação da PE-177, no trecho entre Garanhuns e Quipapá (Mata Sul), e da PE-158, entre Calçado e Jupi.

Na justificativa da ultima indicação, Porto lembra que a recuperação chegou a ser anunciada em 2013, mas destaca os dez quilômetros entre Calçado e Jupi permanecem esquecidos, com condições precárias de tráfego e oferecendo risco para quem precisa usar a PE-158.

Sobre os 56,3 quilômetros da PE-177, entre Garanhuns e Quipapá - passando por São João e Canhotinho e ligando Agreste Meridional e Mata Sul - o deputado lembra, que além de desconforto, atrasos e riscos, as transportadoras têm amargado prejuízos por conta da perda de mercadorias.

A presença de buracos, desgastes na cobertura asfáltica, falta de acostamento e sinalização são problemas presentes em todas as estradas citadas. Nos pedidos apresentados, o deputado insiste que é preciso, urgentemente, reparar as rodovias, garantindo agilidade, fim de prejuízos e principalmente segurança para motoristas e passageiros que precisam transitar entre os municípios do Agreste Meridional e Mata Sul.

Os pedidos apresentados pelo deputado foram endereçados ao governador Paulo Câmara (PSB), à secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, e ao presidente do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PE), Silvano José Queiroga de Carvalho Filho. 

O petebista argumenta que a população da região continua cobrando as obras e somando perdas financeiras, acidentes e, infelizmente, mortes.  

CURVA DA LARANJEIRA - Além das melhorias nas PEs, Álvaro Porto solicitou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) a instalação de redutores de velocidade (lombadas eletrônicas) no trecho da BR-424 conhecido como  "Curva da Laranjeira", no município de Garanhuns. 

Segundo o deputado, aquele ponto tem se convertido num dos mais perigosos da rodovia, registrando acidentes automobilísticos com feridos e vítimas fatais. Com a sinalização, avalia a indicação do petebista, o trecho ganhará em segurança e os riscos de novas tragédias devem ser reduzidos. 

O pedido foi apresentado à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, com apelo contudente ao superintendente regional do DNIT em Pernambuco, Cacildo de Medeiros Brito Cavalcante. (Da Assessoria do Parlamentar).

PREFEITURA ENTREGA BOLETOS DO SEGURO SAFRA


Pelo sexto ano consecutivo, a Prefeitura de Bom Conselho, através da Secretaria de Agricultura, fará a entrega dos boletos do garantia safra na próxima sexta-feira.

Os agricultores que aderiram ao seguro garantia safra, na próxima sexta-feira, às 8h, no Centro de Lazer José Feliciano dos Santos, o Beira Rio, receberão os boletos referentes a sua parte de pagamento do seguro.

Em Bom Conselho mais de 1.000 agricultores foram contemplados. O Garantia-Safra tem como beneficiários os agricultores que possuem renda familiar mensal de, no máximo, 1,5 (um e meio) salário mínimo e que plantam entre 0,6 e 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão.

A Prefeitura de Bom Conselho fez um aporte de mais de 40 mil reais para a adesão do município ao programa. Desde que assumiu o cargo de prefeito, Dannilo Godoy não deixou um ano sequer de realizar o pagamento para garantir a mais de mil agricultores esse benefício.