sábado, 17 de fevereiro de 2018

COMPESA ATORMENTA MORADORES DA AFONSO PEQUENO

Não é a primeira vez que acontece. A Compesa vive dando “dores de cabeça nos moradores da Rua Afonso Pequeno, bairro de São José, Garanhuns.
De acordo com quem reside na referida rua, o calçamento da via foi retirado,  por parte da empresa estadual,  para que fosse implantada uma tubulação nova no local. 

Os trabalhos realizados pela Compesa estão causando muitos transtornos aos moradores, conforme reclama a colunista Josália Pimentel, que pede uma solução para o problema.

Em nota enviada à imprensa de Garanhuns, a colunista aponta o DESCASO, o não cumprimento do acordo realizado entre a Compesa e o MP, informando que os acidentes na área ocorrem com frequência, colocando em risco a vida das pessoas.

O depoimento de Josália:

 Já acionei as emissoras de televisão: SPTV,  da Globo e a TV Jornal do SBT, noticiando, mais esse DESCASO aqui na Rua Afonso Pequeno. Dona Compesa está trocando a tubulação velha, mas não está cumprindo com o acordo feito no Ministério Público, que foi justamente abrir buracos e trocar tubulações e de pronto, fechar aqueles buracos e aterrar. No entanto, abriram os buracos e não fecharam, provocando muitos vazamentos que aliado as chuvas, grandes valas foram abertas. 

Oito pessoas caíram nesses buracos, inclusive uma idosa de 72 anos. São quedas de pessoas e carros atolados na lama. Pedimos aos funcionários de dona Compesa para colocarem barro pelo menos nas garagens e algumas passagens das residências, afinal, os que ali residem, necessitam transitar em busca de médicos e resolver seus problemas.

Nem uma tábua velha a Compesa dispõe para os moradores passarem. É mesmo que nada! Eles fazem ouvido de mercador e carros são atolados e alguns moradores tiveram que contratar guinchos.

É mais esse descaso que estamos testemunhando. Sem falar que dois ou três servidores da Compesa trabalham cedo,  da manhã,  e duas horas depois, vão embora.

Isso está gerando muita REVOLTA!!. Isso é desgraça... Isso está mexendo com nosso humor. Alguns dos moradores querem entrar na justiça alegando danos morais e materiais.


Josália esclarece que prefeitura só poderá realizar a parte dela quando “dona Compesa” terminar de trocar e rebaixar toda tubulação. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário