GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

terça-feira, 22 de agosto de 2017

GILMAR É A FERNANDA MONTENEGRO DO JUDICIÁRIO

Marcelo Madureira

O humorista Marcelo Madureira, que era uma das estrelas do programa global “Casseta e Planeta”, fez um comentário na Rádio Jovem Pan detonando o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

Para Marcelo, o ministro é o maior ator brasileiro da atualidade, superando nomes como Cauã Reymond, Lázaro Ramos e até o experiente Tarcísio Meira. “Não tem conversa, está acabado. Gilmar é a Fernanda Montenegro do Judiciário”, disparou o humorista.

Gilmar Mendes, que chegou ao STF no governo de Fernando Henrique Cardoso, tem sido atacado por todos os lados, por suas decisões polêmicas, como a de mandar soltar figurões envolvidos em crimes.

Recentemente mesmo o ministro concedeu habeas corpus aos empresários Jacob Barata e Marcos Teixeira, flagrados na Operação Lava Jato por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Por conta dessa medida de Gilmar Mendes o procurador geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal a suspeição do ministro, que teria relações bastante próximas dos acusados.

O caso agora vai ser julgado pela presidente do supremo, ministra Carmen Lúcia.

Marcelo Madureira, que disse a frase genial a respeito do integrante do Supremo, em abril foi hostilizado nas ruas do Rio de Janeiro, tendo sido chamado de canalha e fascista.  

O artista tem se aproximado de movimentos de direita,  como o MBL,   e em mais de uma ocasião agrediu verbalmente os ex-presidente Lula e Dilma, do PT.
Rodrigo Janot e Gilmar Mendes

2 comentários:

  1. Não vai ser na base do “Tô nem aí” ou de “teje solto” generalizado que o Judiciário vai reconquistar seu prestígio perdido. No Brasil de hoje, tudo é possível no STF, são “TODOS” comprometidos com o sistema político e pessoal. Levandovisque(PT), Tofinho(PT), Rosinha(PT), Fachinho(PT), Fuquinho(PSDB), Gilmarzinho(PSDB, AECIO), Moraizinho(PSDB), Marco Aurelhinho(?), Celsinho(?), Barrozinho(?) e a chefa, Carminha Bento Carneiro(?). Como diz o Marcos Pontes, eles formam um time, onde tudo é possível, inclusive soltar criminosos. Não vejo saída neste puteiro constitucional. O Brasil mudou tanto nos últimos treze anos(13), que, hoje, nós sabemos os nomes dos onze ministros do STF e não sabemos a escalação da seleção brasileira... Alguém imaginou isto um dia?!?!?!

    P.S1. : - Há 20 anos que os bandidos do PT e os almofadinhas do PSDB nos torturam. Hoje vivemos sob o império do relativo e sob a égide do provisório, graças aos Lulas, os Mordomos de Vampiros(vice deles) e Dilmas da vida...

    P.S2. : - Até o juiz Sérgio Moro entrou no embalo e soltou o petralha ladrão graúdo, Cândido Vaccarezza, o ex-líder de Lula e Dilma...

    ResponderExcluir
  2. Enquanto a PF, a Força Tarefa da Lava Jato e o Imparcial, rigoroso e zeloso combatente da corrupção, venha ela de que partido vier, o juiz Sergio Moro, batalham para livrar o pais da corrupção institucionalizada nos governos do PT, os ministros do supremo tribunal companheiro e o procurador geral do bando, concedeu habeas corpus vitalício a bandidos confessos de crimes capazes de lhes render décadas de cadeia; o outro, manda soltar a máfia do transporte do Rio de Janeiro. Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Levandowiski são suspeitos Juramentados...

    P.S. : - O boca de xoxota é descaradamente suspeito nesse caso, pois vejam o Art. 254 do Código Processo Penal - Decreto Lei 3689/41. O juiz dar-se-á por suspeito, e, se não o fizer, poderá ser recusado por qualquer das partes: I - se for amigo íntimo ou inimigo capital de qualquer deles; II - se ele, seu cônjuge, ascendente ou descendente, estiver respondendo a processo por fato análogo, sobre cujo caráter criminoso haja controvérsia; III - se ele, seu cônjuge, ou parente, consanguíneo, ou afim, até o terceiro grau, inclusive, sustentar demanda ou responder a processo que tenha de ser julgado por qualquer das partes; IV - se tiver aconselhado qualquer das partes; V - se for credor ou devedor, tutor ou curador, de qualquer das partes; VI - se for sócio, acionista ou administrador de sociedade interessada no processo. MAIS CLARO DO QUE ISSO QUE SE LÊ, NEM CLARA DE OVO!!!

    ResponderExcluir