Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

quarta-feira, 14 de junho de 2017

MP MOSTRA QUE VEREADORES VOTARAM ACERTADAMENTE

Após a divulgação da recomendação do Ministério Público, em torno do projeto 012/212, do Poder Executivo Municipal, fica claro que a proposta da Prefeitura tratava exclusivamente do reajuste salarial dos professores.

Assim, os 11 vereadores que disseram sim ao projeto apenas aprovaram o aumento dos professores de acordo com o Piso Nacional da Categoria, estabelecido por Lei Federal.

Os dois vereadores que votaram não, pensando que estavam votando a favor dos profissionais de ensino, na verdade se posicionaram contra o reajuste.

Por outro lado, o Ministério Público também deixa claro que não é possível reduzir a carga horária dos professores, como estabelece decreto assinado em maio pelo prefeito Izaías Régis (PTB).

“Não mencionando tratar-se de hora/relógio, sendo notório e sedimentado na prática administrativa municipal e estadual que a unidade de remuneração é a hora/aula, em conformidade também com seu plano de cargos, carreira e remuneração”, diz um dos trechos da recomendação assinada pelo promotor Domingos Sávio.

O prefeito logicamente deve acatar essas orientações, os professores não terão perdas e toda polêmica criada em torno do projeto agora chegará ao fim.

Como se percebe, não houve razão para “crucificar” os vereadores pela votação do projeto 012/2017, não existiu pacote de “maldades” por parte do Executivo, termo usado por um assessor de Tonho de Belo e os professores mostraram força,  saindo da luta “comemorando a vitória”.


Alguns vereadores, como Betânia da Ação Social (PTB), chegaram a usar as redes sociais para fazer um desabafo. É que os 11 parlamentares governistas foram criticados, mas agora fica comprovado que votaram certo,  com respaldo da respeitada avaliação do representante do Ministério Público.

Um comentário:

  1. Tanto o prefeito quanto esses vereadores estão queimadinhos com o povo! Agora fica a lição, de pensar bem antes de fazer besteira! E procurar uma assessoria melhor!

    ResponderExcluir