Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sábado, 29 de abril de 2017

QUEM FAZ GREVE É VAGABUNDO?


Sabe aquela greve que a grande mídia diz que não aconteceu ou que foi um fracasso, e que inclusive ficou como um dos assuntos mais comentados no trending topics do Twitter, através de um bocado de robozinhos e assalariados da direita, sabe? Ela aconteceu, e como diria “Dona Irene”, garota propaganda de uma rede de lojas de eletros, “a greve foi pra torar!”

Um dia após a greve que parou o Brasil, continua a guerra de informações e de ofensas. O prefeito de São Paulo, João Dória, por exemplo, depois de dizer que quem fazia greve era vagabundo, foi de helicóptero trabalhar. O interessante é que Dória disse tempos atrás que o direito a greve era sagrado, isso quando quando Dilma dirigia o país. Tolinho ele, não?

Em cima do “mote vagabundo” de Dória, que também poderia ser o mote de FHC, que também chamou os aposentados de vagabundos, circula nas redes sociais um texto bem interessante, com centenas de compartilhamentos no Facebook, WhatsApp e outras redes. 

O referido,  de Fernando Penello Temporão, você confere aqui:

Quando um sujeito de classe média diz que greve é coisa de vagabundo, ou coisa de comunista eu fico com vontade de sentar com ele numa pracinha, comprar um algodão doce, respirar fundo e falar:

"Sabe fulaninho esperto, há 100 anos atrás não existia classe média. Não existia você. Não existia autonomia. Não existia profissional liberal. Nem existia assalariado. Há 100 anos atrás, fulaninho, existia uma pequena elite difusa que se transformou em burguesia, herdeira secular de terras, privilégios, favores e negócios que remetem aos regimes monárquicos, seja no Brasil ou na Europa. Essa elite era dona de tudo: das terras, das fábricas, dos meios de produção. E tudo o que o povão tinha era fome, sede, frio, calor e força de trabalho pra vender por QUALQUER merreca que essa elite quisesse pagar.

Sabe fulaninho, esse povão trabalhador, durante décadas, foi explorado, torturado, privado de tudo, em nome do lucro de poucos. E durante décadas esse povão precisou se unir, e lutou, combateu, apanhou, foi preso... Até ser ouvido para, pouco a pouco (bem lentamente mesmo), à duras penas, conquistar direitos trabalhistas que hoje regulam o que você faz.

E foi esse povo que, consolidados os seus direitos, passou a ser um negócio chamado: classe média. Esse povo, com muito suor e sangue, inventou uma classe social potente e enorme que, no caso, Fulaninho, é a SUA classe social. Você é o resultado prático da luta, das greves, das manifestações, e de toda organização política feitas por gente que, por sua força de MASSA, de CONJUNTO, conseguiu mudar o paradigma do século 20.

Seja você um autônomo, dono de uma pequena ou média empresa, seja você um profissional liberal, um prestador de serviços...seja você o que for, você foi inventado por GREVISTAS e só existe porque GREVISTAS permitiram que você pudesse existir e ser livre.

Sem os grevistas, fulaninho espertalhão, hoje você estaria dormindo 3 horas por dia e almoçando água com pedra. Sempre na nobre companhia de um senhorio com uma CHIBATA na mão para que você nunca se esqueça quem manda.

O tempo passou, o mundo mudou, mas nem tanto. Eles continuam tendo o poder e sendo poucos. E os trabalhadores continuam sendo a maioria e fazendo da sua UNIÃO a única arma para garantir sua sobrevivência e seus direitos.


Acorda, fulaninho! O único vagabundo aqui é aquele que teve preguiça e a incapacidade de ler os livros de história."

*Foto das manifestações da sexta, dia 28.

*Inicialmente tínhamos dado o crédito do texto a Marcos Vinícius, mas, verificando que o  autor era outra pessoa, corrigimos a postagem.

7 comentários:

  1. "MININU", DIGO, MARCOS VINÍCIUS, QUANDO VAI SER A GREVE GERAL?!?!?! POIS O QUE HOUVE FOI BADERNA, FUMACEIRO... E OLHA QUE NÃO FOI DE MACONHA E SIM DE MONTANHAS DE PNEUS QUEIMADOS!!!

    P.S.: - Deve-se Agradeçer aos bandidos do PT, aos sindicalistas de resultados e queimadores de pneus da CUT, à CNBB do Papa Chiquinho e mais seitas grandes protestantes) e a todo esse povinho esquerdopata que promoveu a "GREVE" de ontem. Vocês foram fantásticos!!! Afinal foi um fracasso maiúsculo...

    ResponderExcluir
  2. NA VERDADE, O QUE HOUVE FOI A GREVE DOS MARGINAIS “INCARNADOS” DAS ESQUERDAS CONTRA O CORTE DO IMPOSTO SINDICAL, APENAS ISSO!!!

    -Com isso o Brasil pode confirmar o que já se sabia há tempos: um bando de vagabundos lutando para poder continuar a vagabundagem e mamando nas tetas gordas as quais agora secaram;

    -Foi lindo ver trabalhadores querendo trabalhar e essa turma desonesta os impedindo com toda truculência "DEMOCRÁTICA" que lhe é peculiar;

    -foi lindo ver ambulâncias paradas no trânsito enquanto as belezinhas queimavam pneus fechando ruas e estradas;

    -Mais lindo ainda foi ver esses psicopatas bradando "PARAMOS O PAÍS" em um momento que o país mais precisa se mover (em virtude de seus próprios ídolos terem afundado nosso país no desemprego e recessão);

    -A greve seria um sucesso se fosse VOLUNTÁRIA. A greve seria um sucesso se pudéssemos ter visto outras cores além da vermelha nas manifestações;

    -Nossos agradecimentos, sobretudo, é por vocês nos mostrarem a cada dia qual o caminho que NÃO devemos seguir e quem NÃO devemos apoiar!!!

    -Aliás, o apoio de toda a esquerda aos políticos e partidos corruptos reforçam o desejo de toda a maioria de gente de bem (e DECENTE) da população brasileira (que abomina a desonestidade e corrupção) a repudiar cada dia mais tudo o que vem da bandeira vermelha(MARTELO E FOICE DO PT & UM ÍDOLO LADÃO PRESTES BA MOFAR NA CADEIA);

    -Por essas e outras a esquerda levou um chute nos cunhão nessas eleições 2016 - mas nada comparável ao completo extermínio que ocorrerá em 2018.
    Obrigado esquerda! Vocês são os maiores adversários de vocês mesmos.


    P.S.: - ESSA TURMA É TÃO SAFADA QUE, NA DÉCADA DE 80 QUANDO O PT TINHA SUAS PROPOSTAS PARA REVER O PAÍS. UMA DELAS ERA TRIBUTAR AS GRANDES FORTUNAS. QUANDO ASSUMIRAM O GOVERNO E VIRAM QUE FICARIAM RICOS AO LADO DOS BANQUEIROS, EMPRESÁRIOS, LARGARAM DE MÃO!!! QUEM SE LEMBRA DO SEBOSO DE CAETÉS BUFANDO EM CIMA DE UM CAMINHÃO COM UM MICROFONE NA MAIS AFIRMANDO: “NÓIS RAMO FUDÊ OS RICO”...

    ResponderExcluir
  3. A voz do povo é a voz de Deus.0 Brasil ontem mostrou que trabalhadores organizados jamais serão vencidos.0s sindicatos são a força promissora dos trabalhadores brasileiro.As elites,governadores e e prefeitos,deputados federais e estaduais,senadores e empresários ganham fortunas que variam de R$ 7.500,00 a R$ 77.000,00 e os trabalhadores apenas um salário mínimo de R$ 957,00!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já pensaram os nossos vereadores,deputados estaduais e federais defendendo os direitos dos trabalhadores brasileiros com os prefeitos e governadores com os patrões? Agora sim,os trabalhadores terão aumentos justos e corretos.Será que isto que escrevi é verdadeiro?

      Em 1994 com a era do REAL o ex-prefeito Marquidoves deu 100% a todos os servidores e uma PROFESSORA ficou ganhando R$ 48,00 mensal.E um servente e gari R$ 32,00 mensal.Depois elas vieram ter aumentos com o fundef para R$ 210,00 em 1999 na era do FHC.Depois elas vieram ter outro aumento real em 2008 para R$ 950,00.Graças ao torneiro mecânico chamado Luiz Inácio Lula da Silva.

      Excluir
  4. Acabar com o IMPOSTO SINDICAL já justificaria a reforma trabalhista e prova que, greve não, mas fazer arruaças e queimar pneus são coisas de vagabundo!!! Quando se fala nessa aberração de imposto, trata-se de mecanismo criado em 1937 no governo do presidente Getúlio Vargas. De acordo com dados da Folha de São Paulo, em 2016 foram arrecadados mais de R$ 3,5 bilhões. A dinheirama, além de ATENTAR contra a liberdade de organização, provoca aleijo e “tronchura” irreparáveis. A proliferação de sindicatos com o olho grande em abocanhar os recursos dos trabalhadores é impressionante. Não é à toa que, 17 mil sindicatos são dirigidos por essa cambada de vagabundos que torram essa grana com carro de luxo, mansões, sítios em Atibaia e apartamentos no Guarujá e, em contrapartida, oferece migalhas aos otários úteis com pão mortadela e tubaína...

    Toda peste hoje quer ser presidente de sindicato para se perpetuar no poder. E o interessante é que esses VAGABAS só falam em democracia, mas passam meio mundo de tempo na direção mandando a alternância de poder às favas. Assim, na prática, dirigir um sindicato vira profissão e não mandato representativo. O dinheiro a fole provoca a profissionalização dos dirigentes sindicais, que é o caminho natural para pelegos. Ao mesmo tempo, estas organizações, sindicatos e federações, transformam-se em correia de transmissão de partidos políticos feito o do bando de bandidos barbudos que é a putada petralha, os comunas e toda esquerdopata. Quer dizer, todos os trabalhadores repassam compulsoriamente um dia de trabalho para apoiar partido ladrão e mentiroso do naipe do PT, com o qual, via de regra, não tem afinidade.

    Como se sabe, esses picaretas se acabam na bala para não largar o osso. O imposto sindical, não e um imposto, e um SEQUESTRO da mixaria do trabalhador, muitos não acreditam em sindicato, muitos detestam sindicatos mas o certo e que a maioria não quer ter seu dinheiro surripiado para sustentar esses pelegos, na maioria vagabundos que vivem as custas do suor do trabalhador de salário mínimo. Acabar com o imposto sindical significa que a arrecadação destas entidades vai cair drasticamente. Quem quiser se manter terá que convencer as categorias de trabalhadores a se sindicalizar. SE VIRE, NOS TRINTA!!!

    Para quem não sabe tem outra cachorrada aí, que é esse tal de SISTEMA S, formado por Sesc, Sesi e Senai que é outro ubre de vaca leiteira. Agora, se o presidente Michel Temer tiver culhão e quiser mesmo cunhar a MARCA DE REFORMISTA em seu Governo poderia mexer no Sistema S. Ainda de acordo com dados da Folha de S. Paulo, em 2016 foram R$ 16 bilhões provenientes da folha de salários. Cobrados pela eficiente máquina arrecadatória da Receita Federal, os valores vão direto para os cofres do Sistema S. Lá, garantem salários polpudos, carreiras às vezes vitalícias, acomodação de apaniguados políticos e o diabo a quatro. Portanto, vale muito a pena rediscutir o uso desta montanha de dinheiro. Afinal, são 16 bilhões de reais num país que tem carências dramáticas em saúde e educação e vergonha na cara.

    P.S.: - NA VERDADE, O QUE HOUVE FOI A GREVE DOS MARGINAIS “INCARNADOS” DAS ESQUERDAS CONTRA O CORTE DO IMPOSTO SINDICAL, APENAS ISSO!!!

    ResponderExcluir
  5. Caríssimo, creio que é importante você avisar seus leitores que o texto acima é de autoria do sociólogo e músico Fernando Penello Temporão, como é fácil verificar na página dele no Facebook, e não de algum "Marcos Vinícios".
    Tenho certeza de que foi apenas uma questão de esquecimento ou engano.
    Vou avisá-lo de que você gostou do texto dele, e que o está divulgando.
    É fácil corrigir. Amanhã volto aqui para verificar se a correção já foi feita.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. A postagem foi feita por meu irmão, Júnior Almeida, que cometeu um engano quanto ao autor, mas depois fez a devida correção, com a qual você agora colabora. Agradecemos a atenção.

    ResponderExcluir

Bienal

Bienal