Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 17 de março de 2017

COMEÇOU A FESTA DE SÃO JOSÉ EM CAPOEIRAS

Por Junior Almeida

A tradicional Festa de São José de Capoeiras teve início no dia de ontem, 16 de março. Logo cedo, antes das 6 da manhã, a cidade acordou com uma salva de fogos, convidando os fiéis para a primeira missa das festividades, que começou em seguida.

Na parte da tarde uma chuva bem rápida animou a todos, que veem o padroeiro de Capoeiras intercedendo pelos agricultores e todo o povo de sua terra. Alguns profetizaram que a chuva de ontem foi um ensaio para uma grande e abençoada trovoada que virá em breve, quem sabe no domingo, data oficial de São José.

No momento da chuva muitos fiéis estavam na igreja assistindo a “missa dos doentes”, solução encontrada pelo monsenhor José Augusto para que antigos frequentadores da igreja, hoje impossibilitados pela doença ou pelos anos, fossem à missa. Bonita e abençoada iniciativa do pároco local, que nas celebrações anteriores havia pedido aos proprietários de carros que levassem seus doentes e idosos.

Às 19 horas o povo se reuniu em frente à casa dos presidentes da festa deste ano, Antônio (Taraó) e Ângela Souza, de onde seguiram em procissão pelas ruas da cidade até a Matriz de São José. O fato a ser destacado é o número de pessoas presentes tanto na procissão quanto na igreja, bem superior a abertura da festa do ano passado.

Na igreja, o pároco local, monsenhor José Augusto, e os padres Lourenço, de Caetés e Pedro Igor, da paróquia da Sagrada Família, em Garanhuns, que presidiu a celebração, realizaram uma bonita missa, que durou mais de duas horas.

Este ano foi a primeira festa de São José em Capoeiras,  nos últimos 45 anos,  sem a presença do monsenhor Geraldo Batista, que faleceu em janeiro passado. Durante a missa, várias vezes o nome do religioso foi lembrado, e ao final da celebração a história de vida do sacerdote foi contada em duas poesias de cordel, recitados pela salmista e cantora Alexandra Soares e a professora Antônia, da comunidade Olho D’água.

Dezenas de crianças que estavam na igreja foram chamadas até o altar e presenteadas com rosas pela secretaria de educação do município, Macyane Tenório. 

As flores  depois foram depositadas no túmulo do Monsenhor Geraldo, que fica dentro da matriz.

Fotos: 1- Interior da igreja vista a partir do altar. 2- Padres Lourenço e Pedro Igor e Monsenhor José Augusto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário