Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

SALOÁ CONTRIBUI COM SUCESSO DE ESPETÁCULO TEATRAL

Um monólogo teatral produzido no Recife está fazendo sucesso em todo o Brasil.

O drama, com texto e direção de Samuel Santos, tem como único ator o recifense Alexandre Guimarães, que estudou na escola de teatro do Sesc, na capital pernambucana.

Na peça “O Açougueiro” Alexandre interpreta sete personagens, tendo conquistado crítica e público primeiro no Recife, depois no 25º Festival de Teatro de Curitiba, passou também por Santa Catarina e atualmente está em cartaz em São Paulo, também com boa acolhida da crítica e do público.

Por onde passa o monólogo é destaque nos principais veículos de imprensa e Samuel e Alexandre já foram entrevistados durante 20 minutos até por Paulo Henrique Amorim para falar sobre o trabalho deles nos palcos.

A peça conta a história do açougueiro Antônio,  de um lugarejo do interior, apaixonado pela prostituta Nicinha. O amor entre os dois começa a incomodar e o personagem passa a ser invejado pelos moradores da cidade.

Samuel Santos explicou, numa de suas muitas entrevistas, que o texto foi feito para retratar o momento de intolerância e ódio que vivenciamos no Brasil.

Interessante foi a revelação de Alexandre Guimarães a Paulo Henrique Amorim: como ele nasceu e se criou no Recife e não sabia nada do interior do Estado ou da atividade de cortar e vender carne, viajou até Saloá e neste município fez um “estágio” com os açougueiros locais para aprender o que precisava sobre a profissão.

Ele esteve também em Garanhuns e Caetés e depois voltou para o Recife, onde iniciou a trajetória de sucesso.


É bom saber que esse monólogo, que está sendo aclamado nas principais capitais brasileiras, teve a contribuição de trabalhadores humildes de Saloá e de moradores de outras cidades do Agreste Meridional. 

*As fotos, com Alexandre Guimarães em cena,  foram reproduzidas do blog de Miguel Arcanjo Prado, um dos mais importantes jornalista culturais do país, que esteve em Curitiba acompanhado a encenação de "O Açougueiro".

Um comentário: