Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

ANGELIM INVESTE NA AGRICULTURA FAMILIAR


Com planejamento feito para o primeiro ano da administração Douglas Duarte em Angelim - a 22 km de Garanhuns -, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Rural, tendo à frente o secretário Adalberto Santos, começa a colocar em prática um trabalho de assistência aos pequenos e médios agricultores do município. 
A ideia é fazer com que se aumente a produção da agricultura familiar, com o plantio de culturas que são apropriadas para o solo do município ou região, como a batata doce e a melancia, num primeiro momento.
Passados os primeiros 30 dias da gestão de Douglas, mesmo a terra estando muito seca e contendo pouca água nos reservatórios, já podemos vislumbrar que esse protótipo alcançará bons resultados e com o advento das chuvas teremos assim aumento do faturamento ficando boa renda para as famílias do campo.
Assim, aí está o exemplo! Superando as dificuldades e já lucrando, o agricultor bem orientado rende muito mais e os frutos na zona rural surgem viçosos.
Esse trabalho vai continuar via Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Rural, inclusive com a introdução de outras culturas.
*Texto do Sr. CARIRI, com a pequenas  alterações de estilo, sem afetar o conteúdo e as intenções do autor. Enviado, juntamente com fotos, por Eduardo Neves.

Um comentário:

  1. Se o modelo de Agricultura familiar de pequenas propriedades, proposto geralmente por "Esquerdistas", se alastrasse substituindo o agronegócio e as grandes propriedades monocultoras, pode ter certeza que a FOME mataria milhões de pessoas no mundo inteiro.

    Pois essa tão falada agricultura familiar, nada mais é do que um meio de controle das massas através do trabalho braçal estafante, aplicado em todos os países comunistas no mundo, que a pretexto de manter os pobres trabalhando no campo com alguma atividade, simplesmente escravizam bilhões de pessoas através do trabalho extenuante.

    Além disso a produtividade da tal agricultura familiar é insignificante perto da produtividade do agronegócio, se hoje existem 7 bilhões de pessoas se alimentando melhor do que no passado isso se deve ao desenvolvimento dos sistemas de produção agricola em escala industrial e não a essas besteiras de agricultura familiar, permacultura e agricultura orgânica...

    ResponderExcluir