Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

HUMBERTO COSTA RECEBE SOLIDARIEDADE DE SOCIALISTAS

O senador Humberto Costa (PT) foi a mais recente vítima da intolerância dos que não respeitam as diferenças políticas, sociais ou sexuais das pessoas.
Homens e mulheres estão morrendo no Brasil por conta do ódio irracional e da burrice disseminada pelos estúpidos.
O político do Partido dos Trabalhadores, que também é médico psiquiatra e jornalista, foi agredido covardemente no último sábado, no Recife, dentro da Livraria Cultura. Seu crime: ser filiado ao PT.
Eduardo Cunha (PMDB) se estivesse solto poderia andar livremente pelas ruas que ninguém seria capaz de agredi-lo. O mesmo se pode dizer de José Serra (PSDB), acusado de ter recebido propina da Odebrecht no valor de R$ 23 milhões, ou Aécio Neves (PSDB), delatado quase uma dezena de vezes por envolvimento em negócios nebulosos.  Ou Renan Calheiros (PMDB), senador sob o qual pesam inúmeras denúncias de mal feitos.
Deputados, senadores, militantes e simpatizantes do Partido dos Trabalhadores são olhados com desconfiança e hostilizados mesmo quando têm uma vida limpa, enquanto peemedebistas, tucanos, democratas e políticos de outras agremiações são poupados pela mídia desonesta e uma população imbecilizada, até quando existem fortes indícios de corrupção contra eles.
O PT está há sete meses fora do poder. O PMDB, que hoje governa o país desde meados de 2016 em amancebo com o PSDB, não conseguiu até agora tirar o Brasil da crise nem diminuir os ilícitos - o desemprego aumentou e os salários estão perdendo poder de compra. A diferença, no momento atual, é que a grande imprensa passou a ser amiga e a sujeira está sendo jogada para debaixo do tapete, como acontecia nos tempos de Fernando Henrique Cardoso.
A agressão sofrida pelo senador Humberto Costa foi tão absurda e insana que até deputados do PSB, partido que apoiou o golpe parlamentar de 2016, foram solidários ao petista.
Tadeu Alencar, deputado federal do PSB de Pernambuco, assim se pronunciou a respeito do episódio:
"Considero deplorável a agressão que o Senador Humberto Costa recebeu no último sábado (31/12), na Livraria Cultura, invadido e agredido no seus direitos civis e constitucionais, que são os de qualquer cidadão. Vivemos no Brasil tempos sombrios, de intolerância e de barbárie, em que as pessoas acham que têm o direito de agredir e interditar o direito de outrem, só porque dele se pensa diferente. Tal conduta  é inaceitável, não importando se movida por uma ou outra coloração ideológica. Por isso que solidarizo-me com Humberto Costa e repudio, de forma veemente, essa agressão incivil e grave violação dos direitos individuais. Ainda mais num dia que deveria ser de fraternidade universal!"
Outro socialista Pernambucano, Danilo Cabral, divulgou a seguinte nota à imprensa:

“Venho expressar aqui, de forma pública, minha solidariedade ao Senador Humberto Costa, que foi vítima de agressão verbal e física, tendo seus direitos enquanto cidadão violados. A democracia pressupõe o respeito às formas diferentes de pensamento. Não é possível convivermos com a intolerância, devemos respeitar e conviver com as nossas diferenças.”

3 comentários:

  1. José Fernandes Costa3 de janeiro de 2017 15:30

    Enquanto esse povo ordinário se comportar dessa maneira, o Brasil será sempre pior!! - Está sendo pior desde que Dilma saiu... E vai continuar MUITO PIOR!!! - SÓ LAMENTO a má sorte dos desempregados!!! - Mas, considerando que quase todos são idiotas do porte desse covarde agressor, pouco tenho a lamentar!! /.

    ResponderExcluir
  2. Somente depois que essa operação lava jato derrubou a Dilma do poder é que as falcatruas do PMDB,DEM E PSDB estão chegando ao conhecimento do povo brasileiro.

    Um sistema eleitoral corrompido está sendo explodido por denúncias feitas pela própria oposição e hoje passa a ser vítima também dos mesmos esquemas.Somente isto!

    ResponderExcluir
  3. Esse cara devia ta preso. Ninguém faz nada. Judiciário está de férias, o Lula está solto. Brasil sil sil sil. É de chorar.

    ResponderExcluir