Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

EX-ASSESSORA DE IZAÍAS VÊ OPOSIÇÃO SEM PRESTÍGIO

Marcela Valença, que foi assessora de Izaías, quando este era deputado estadual e diretora de comunicação da Prefeitura,  nos primeiros dois anos da atual gestão (deixou o cargo porque passou num concurso do Banco do Nordeste),  escreveu um artigo na sua página do Facebook argumentando que os 15 mil votos de Sivaldo Albino (PPS) na última eleição não foram dele e sim da oposição ao petebista.

Ela acha que a real votação do vereador pode ser avaliada pela do seu irmão, Johny Albino, que teve pouco mais de mil votos na disputa por uma vaga na Câmara Municipal.

Marcela destaca que os votos da oposição estão diminuindo em Garanhuns e lembra que Zé da Luz passou dos 22 mil votos, quatro anos atrás, e agora Sivaldo teve pouco mais de 15 mil.


A ex-assessora do prefeito de Garanhuns ressalta ainda que todo mundo que se voltou contra o prefeito se deu mal: Cláudio Taveira, Paulo Leal e a professora Nelma Carvalho não conseguiram renovar seus mandatos no Legislativo Municipal.

Diante desse quadro, Marcela conclui que a oposição de Garanhuns não pode ter prestígio perante o governador Paulo Câmara.

"Os ex-prefeitos Eudson Catão e Sandoval Cadengue, que elegeram Marcelo Neves e Beta Cadengue, em Palmeirina e Brejão, são os políticos da região que estão com moral com o governador", alfinetou Marcela Valença.

5 comentários:

  1. Essa questão de prestígio é muito relativo.Qual o político de Pernambuco que apoiou Paulo Câmara até hoje teve algum prestígio? Um governador que não consegue tampara 14 km de buracos de um asfalto com 1 ano e 9 meses de governo? Que prestígio é esse? Um ex-governador que recebe apoio dos seus e vai ao município e sobe no palanque dos adversários que prestígio é esse?

    ResponderExcluir
  2. Nesse ano a situação foi mais calamitosa ainda, pois os articuladores do Governo do Estado por essas bandas, não foram capazes de fazer nem mesmo um VERADOR na cidade, acho inclusive que isso nunca aconteceu na história de Garanhuns, talvez em Pernambuco inteiro.

    Está bom de a HYDRA MAQUIAVÉLICA observar que talvez seus representantes na região não estejam obedecendo com a devida OBEDIÊNCIA as ordens do GRANDE COMANDANTE que mora na casinha de boneca das princesinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um governador que recebe apoio de uma militância que teve a coragem de defendê-lo,depois ele recebe no palácio os adversários e se deixa ser fotografo e é usado no palanque,que governador prestigiado é esse?

      Excluir
  3. Um governador sério,responsável,competente,trabalhador,voltado para as suas bases políticas,certamente, não lavaria e conta 15 mil votos e sim o que essa candidatura representa para o seu partido e os seus aliados.

    Perder uma eleição,duas,três,quatro ou que for não simboliza o fim de qualquer político ou partido.Senão hoje o PT já estaria eliminado da história do Brasil.

    Quando se sabe que todas as forças políticas aqui neste Nordeste sofrido e castigado pelas secas cíclicas e periódicas estiveram sim com o PT de 2002 a 2014.Estiveram com Jarbas Vasconcelos e Eduardo Campos e muitas delas deram um coice e traíram os mesmos e pleno século vinte passando para o vinte e um.

    Em política toda unanimidade é burra e toda governabilidade é efêmera e todos os políticos caçam 40 tudo por causa desse sistema corrupção e ladrão que é o brasileiro.

    ResponderExcluir
  4. O ex-prefeito Zé da Luz com seu grupo político apoiou Paulo Câmara Governador.Esse mesmo governador vem a Caetés e sobe no palanque do Prefeito e durante a campanha não dá as caras em Caetés para dar apoio ao grupo do Zé.Que Prestígio é esse que o PSB tem aos grupo político? Será que Armando Monteiro saindo candidato a governador 2018 o governador de Pernambuco vai subir no palanque da oposição? Governador,Vossa Excelência,desaprendeu o que é fazer política.Eduardo Campos recebeu o troco em vários municípios de Pernambuco.Os erros de Lula e Dilma caíram no colo deles mesmo! Olhe aí o Michel Temer botando torando no PT e seus aliados!

    ResponderExcluir