Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sábado, 10 de setembro de 2016

CAMPANHA EM GARANHUNS NÃO CONTAGIA ELEITORES

Izaías e Haroldo no buzinaço

A divulgação da pesquisa do Instituto Opinião apontando a larga vantagem de Izaías Régis (PTB), parece não ter surpreendido nem um pouco o povo de Garanhuns. Na verdade muitos ficaram indiferentes e é como se dissessem: Isso aí eu já sabia! É que o clima nas ruas é totalmente favorável ao petebista e praticamente só se vê carros nas ruas com adesivos do prefeito que disputa a reeleição.

É como se em Garanhuns a disputa tivesse perdido a graça. Isso é evidente até nas postagens do blog. O número de acessos nas notícias políticas relacionadas com Capoeiras, Caetés, São Bento do Una, Brejão e outras cidades está bem maior do que as postagens envolvendo a campanha na Suíça Pernambucana.

O leitor parece indicar que “aqui já está decidido”, enquanto em outros municípios a polarização acende os ânimos.

Esse “desencanto” do eleitor, porém, parece não ter contaminado os candidatos. Izaías ontem à noite promoveu um buzinaço pelos principais bairros da cidade, enquanto os oposicionistas Claudomira Andrade, Sivaldo Albino, Paulo Camelo e Valter Couto insistiram no corpo a corpo.

As campanhas políticas em Garanhuns sempre foram mais frias do que a de cidades como Lajedo, Bom Conselho, São João e outros municípios menores. Este ano tem o agravante de que o prefeito candidato não tem um adversário à altura.
Adão e Claudomira insistem no corpo a corpo

2 comentários:

  1. AS ELEIÇÕES DE IZAÍAS, ARMANDO, DANNILO, TANTA E NEIDE REINO JÁ SÃO FAVAS CONTADAS. NÃO TEM PRA NINGUÉM. ESTES, JÁ COMPRARAM ANTECIPADAMENTE A BECA DE POSSE...

    ResponderExcluir
  2. A política é assim: propostas,programas,projetos,ideias boas raramente são discutidas em palanques.

    Os candidatos a prefeitos e vereadores todos desconectados com a realidade.Os problemas persistem e nesse período existem os dois lados, o do bem e do mal.Muitos ainda apregoam e apelidam os outros de bicudos e bacurais.

    Em 2004 era a mesma coisa,em 2008 idem e em 2012 repetiram os mesmos filmes e em 2016 tudo é repetido na mesma velocidade.

    A política quer apenas um toque e uma coceirinha para que todos possam se manifestar a favor ou contra.Chegamos na casa dos eleitores e muitos não nos recebem enquanto que outros se pudessem bateria suas portas na nossa cara.Infelizmente,o grau de politização é muito baixo.

    ResponderExcluir