Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

OS QUATRO CIENTISTAS POLÍTICOS DE GARANHUNS


Por Adelson do Vale

Eles foram embora e deixaram um vazio em nossa cidade. Os quatros cientistas políticos mais conhecidos em Garanhuns desde a década de 70 eram jornalistas que respiravam a Política com P maiúsculo o tempo todo; não se sabe como eles conseguiam viver escrevendo e falando sobre políticos e política todos os dias, mas isso eles faziam com toda simplicidade e naturalidade que se possa imaginar.

Estamos falando dos jornalistas que tive a oportunidade de conhecer e trabalhar junto com eles no antigo Jornal O Monitor: Humberto de Moraes, Rossine Moura, Almir Alves e o velho guerreiro da imprensa matuta, Ulisses Pinto.

Em época  de eleição tudo que se falava, seja onde fosse, a política estava sempre em foco.

E cada um costumava assinar uma coluna no jornal. Imagina o assunto das colunas deles: isso você já sabe só podia ser política! O jornalista e também politico Humberto de Moraes, que foi vereador no município,   assinava a coluna CALÇANDO 40, isso por que ele falava, nos anos 70,  “que todo político calça 40”. Se isso é verdade eu não sei, mas o que eu sei é que os leitores aprovaram o título da coluna e riam muito disso.

Já o jornalista Ulisses Pinto, assinava a coluna POLITICANDO, e o leitor que quisesse ficar bem informado sobre políticos e políticas nos bastidores, bastava ler as colunas dos dois “cientistas”, por dentro de tudo que aconteceu ou ainda estava para acontecer. É que eles muitas vezes se antecipavam muito antes dos acordos e conchavos políticos se concretizarem e publicavam tudo no jornal.

Os outros dois cientistas políticos também assinavam colunas no jornal, muito embora periodicamente. Rossine Moura com voz de locutor,  na sua gravadora, em época de eleição, dava conta do serviço gravando todo material dos políticos, que se tratava no horário político obrigatório na Rádio Difusora de Garanhuns;

E  Almir Alves deixou uma parcela de contribuição na politicagem da Terra de Simôa, escrevendo notas e reportagens  sobre política.

Nessa época, havia muita gente nos bares e restaurantes da cidade apostando nos candidatos que disputavam as eleições; quem seria o prefeito eleito, e os candidatos que disputavam um mandato de vereador... Ao se aproximar o pleito eleitoral a redação do jornal parecia mais um caldeirão fervendo e o ingrediente era política.

Por seu lado o jornalista José Rodrigues, que foi também diretor de O Monitor e assinava uma coluna, embora não tenha sido politiqueiro como os outros, se envolvia nos eventos eleitorais, dando apenas palpites sobre os candidatos.

Ulisses Pinto apostava queijo do reino e ai de quem não pagasse os queijos, que ele cobrava depois das eleições.  Tudo isso faz parte de um passado que não volta mais, a política atual não tem mais as colunas dos nossos cientistas políticos nos jornais, que simplesmente desapareceram.
*Na foto o jornalista Ulisses Pinto, um dos quatro "cientistas políticos" citado por Adelson do Vale.

Nenhum comentário:

Postar um comentário