Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

HOMEM QUE DEGOLOU A NAMORADA EM ANGELIM VAI À JÚRI POPULAR E É CONDENADO A 28 ANOS DE PRISÃO

Renato Guilherme da Silva foi levado a júri popular, nesta quarta-feira (24), em Angelim, acusado de ter degolado e matado a namorada,  Patrícia da Silva, de apenas 20 anos de idade. O crime, que chocou toda a região do Agreste Meridional e repercutiu inclusive no Recife, aconteceu um ano e cinco meses atrás.

No julgamento ficou provado que Renato assassinou mesmo a jovem Patrícia e por isso ele foi condenado a 28 anos de prisão. Ainda foi pouco, um monstro desses merecia penar atrás das grades o resto da vida.

O bárbaro assassinato aconteceu no dia 19 de março de 2015. Renato Guilherme se divertia na Festa de São José, padroeiro de Angelim, e quando saiu discutiu com a namorada e por contas de ciúme esfaqueou a jovem. Um dos golpes foi tão violento que separou a cabeça do corpo.

O rapaz fugiu, mas não demorou muito a ser preso pele efetivo da Polícia Militar da cidade. Com ordem da juíza Zélia Maria Pereira de Melo foi detido e ficou esperando o julgamento que aconteceu ontem.


Com a condenação, a justiça está feita, para satisfação da comunidade. Os familiares ficam em parte satisfeitos, lamentando apenas que a decisão do júri não traga de volta a jovem Patrícia Silva. (Com informações e fotos do Blog de Arlete Santos).

Um comentário:

  1. José Fernandes Costa25 de agosto de 2016 15:09

    A condenação desse amaldiçoado não traz de volta a Patrícia. - Então, o ideal seria que fosse permitido, por lei, que esse traste irrecuperável fosse degolado em praça pública. - Ao menos, para servir de exemplo a outros que possuam tamanho potencial criminoso. - E, infelizmente, são muitos e muitos com tal periculosidade. - Esses monstros põem em risco a vida de tantas e tantas mulheres! – Para tristeza de inúmeras famílias. /.

    ResponderExcluir