Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

quarta-feira, 13 de julho de 2016

O FESTIVAL DE INVERNO DA CRISE

Quando começaram as notícias de que o Festival de Inverno este ano teria dois dias a menos e de que os artistas regionais seriam maioria na grade de programação, já estava dado o aviso: por conta da grave crise financeira do Estado e do País não seria possível investir em grandes contratações, como nos anos anteriores.

A programação do FIG, que chega a 26ª edição, foi divulgada somente hoje, faltando apenas oito dias para tudo começar e a reação do povo nas ruas, nos depoimentos a emissoras de rádios e nas redes sociais não é das melhores.

Mas queriam o quê com um evento em que o Governo do Estado já gastou em torno de R$ 15 milhões e este ano o investimento caiu para menos da metade ou R$ 6,5 milhões?

E para completar o prefeito ficou como que engessado, sem poder contratar artistas, como o ano passado, por conta de denúncias de interesse político feitas em 2015 e que até hoje não foram devidamente esclarecidas pelo Ministério Público.

Assim, apesar de nomes respeitáveis na programação, a exemplo de Gal Costa, Elba Ramalho, Alceu Valença e Zeca Baleiro, no geral o Festival de Inverno de 2016 está parecendo um rascunho do FIG dos melhores anos, principalmente quando Jarbas Vasconcelos e Eduardo Campos estavam no governo.

Um rapaz de 23 anos, que cresceu acompanhando cada edição do Festival de Inverno, conversou com o blogueiro e se revelou um tanto desanimado. Na sua opinião não tem um só dos artistas anunciados que vá lotar a Praça Mestre Dominguinhos durante os dias do evento.

Esse sentimento é compartilhado por muitos da turma jovem, que não mostram interesse em ver um show de Elza Soares, Gal Costa ou mesmo do bom e velho Alceu. 

Zeca Baleiro, que poderia se apresentar como grande atração, apesar de estar vindo pela terceira vez ao FIG, está na programação não para apresentar um show seu, quem sabe com músicas de um trabalho novo, mas sim para fazer um tributo a Naná Vasconcelos.

E Elba Ramalho, não foi sempre um nome forte? O problema é que a cantora paraibana tem se apresentado tanto em Garanhuns e região, nos últimos tempos, que tem morador da cidade que já a viu mais vezes no palco que o nosso querido Mourinha do Forró.

E tome Nação Zumbi, Geraldo Maia, Xangai, Margareth Menezes, Otto, Neander e Roberta Sá. Todos eles figuras que se tornaram carimbadas do FIG. Alguns, como Margareth, completamente fora do perfil cultural que se deseja para o Festival.

Na tentativa de fazer um agrado ao público ou pegar carona na mídia, o FIG tem duas atrações recomendas por terem conquistado o 1º e o 2º lugares do programa Super Star, da TV Globo. 

Só era o que faltava! O evento que enche de orgulho os garanhuenses pela proposta cultural, por ter trazido à cidade, nos últimos 25 anos, os maiores nomes da música popular brasileira, passar a ser pautado pela emissora da programação mais pasteurizada do planeta.

Daqui a pouco as atrações do Faustão, de Fátima Bernardes ou da Ana Maria Braga vão ser os nomes credenciados a receber o selo de qualidade da Fundarpe.

O prefeito Izaías Régis (PTB), em declarações ao blog de Carlos Eugênio, elogiou a diretoria da Fundarpe, o Secretário de Cultura do Estado e o Governo pelo esforço em realizar o Festival. O gestor está certo, tem mesmo de ser educado e político ou polido.

Mas será que no íntimo ele está satisfeito ou gostaria mesmo era de ter feito como o ano passado, contratado através da Prefeitura dois nomes de agrado do grande público, para fazer a Praça novamente balançar, como quando do show de Ana Carolina?

O Festival de Inverno, porém, não será um fracasso. Primeiro porque não se resume ao palco principal; segundo porque em meio as repetições e artista para tudo que é gosto alguns nomes serão capazes de arrastar alguns milhares de fãs e terceiro porque Garanhuns em si, com o frio, a garoa, a geografia privilegiada, suas praças, seus pontos turísticos, sua gastronomia e o calor de sua gente se constitui na maior atração do evento.

Vir do Recife, Jaboatão, Arcoverde, Caruaru, Maceió, Palmeiras dos Índios ou qualquer outra cidade dessas para curtir o clima e as belezas de Garanhuns vale a pena. Mesmo que a pessoa não esteja muito a fim de ver o show de Elza Soares ou mesmo de Gal Costa.


O Festival pode ter sido afetado pela crise. Mas Garanhuns está inteira, bem cuidada, linda como sempre. E isso aí nem Paulo Câmara nem a Fundarpe têm condições de mudar. 

Graças a Deus! 

Clicando no link abaixo você acessa a programação completa do Festival (incluindo todos os polos), já com atualizações recentes feitas pela Fundarpe:

15 comentários:

  1. Essa foto é hilária!!! KKKKKKKKKKKKKKKk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oxe!Hilária,por qual motivo?

      Excluir
  2. Eu já enfrentei todos os tipos de críticas,aquelas justas e injustas,aquelas debochadas e aquelas estúpidas.

    Já fui presidente da festa de São Sebastião e por 8 anos programei e organizei a tradicional festa da cidade .Nunca tirei proveito político,mas mesmo enfrentando os prefeitos da oposição eu fiz a festa sem dinheiro e sem bandas por 8 anos.

    Depois vieram as bandas e as festas foram topadas.Depois eles mesmo acabaram a principal festa tradicional da cidade.É um erro qualquer administrador acabar com as festas tradicionais de sua cidade.Não é preciso se fazer tantas festas para quê?

    Precisamos da geração de emprego e renda,os jovens precisam trabalhar seja lá em que for.Cortando cana feito o Dr. que se formou em Medicina.Seja na roça plantando feijão e milho pra gente comer ou mesmo plantando e cultivando batatas.

    Cavalo dado não se abre a boca.Quem não tem o cachorro caça com o gato,mas caça.E assim é a vida.Vamos aplaudir os 367 deputados federais e os 55 senadores que estão tirando do poder uma mulher honesta que baixou o seu salário de R$ 30.934,70 para os atuais R$ 27.841,23 enquanto que eles golpistas ganham hoje R$ 33.763,00 e em 2018 já aprovaram para R$ 39.293,00. Pense nisso!

    ResponderExcluir
  3. Como sempre, os tecnocratas da FUNDARPE, mais uma vez, este ano, alegam que é preciso entender a natureza do processo, haja vista o corte de verbas, contenção de despesas, crise, recessão e o escambau a quatro. Como se sabe, tudo isso é lorota; é um discurso retórico e pomposo; prosopopeia flácida para ninar bovinos, equinos, ovinos, caprinos, asininos e garanhuenses crédulos, trouxas e otários, claro!!!


    a FUNDARPE teima em tratar o cidadão garanhuense feito moleque de rua... Esta alusão é feita, única e exclusivamente, NÃO no campo cultural propriamente dito, mas no que diz respeito, peremptoriamente, as atrações(?) que desfilam no palco da Praça Guadalajara, quase sempre, aparecem artistas que são verdadeiros desastres de tão ruins e sem o mínimo respeito ao público presente!!!

    O vexame é tamanho, a petulância e o desrespeito da FUNDARPE tornam-se de proporções tão avassaladoras que, pasmem, a comunicação da data ou grade do evento é feita, pasmem mais uma vez, no Recife e não na cidade onde será realizado o esperado festival

    P.S.: - JÁ PASSOU DA HORA DA GRADE DO FIG DA PRAÇA GUADALAJARA CAIR NAS MÃOS DA PREFEITURA E DA INICIATIVA PRIVADA E A FUNDARPE ENTRAR SOMENTE COM A INFRAESTRUTURA DO EVENTO COMO CAMAROTES, PALCOS E OUTRAS COISITAS MAIS QUE SE FIZEREM NECESSÁRIAS...

    ResponderExcluir
  4. Assino em baixo essa observaçao so Sr Altamir Pinheiro

    ResponderExcluir
  5. O fig independentemente de atrações é um dos melhores festivais do Brasil todos os anos é a mesma coisa, polêmica,nomes de artista que são especulado e não tem nada a ver com a realidade do evento. O povo de Garanhuns devia ficar calado e agradecer por esse tão importante evento que é realizado em nossa linda cidade até porque em nenhuma cidade do norte nordeste tem um evento no porte do fig. Nós aqui da cidade deveríamos agradecer por ter um evento desse nível totalmente gratuito e realizado em nossa cidade até porque todos que criticam o fig com certeza não conhece o fig como ele realmente é!!!

    ResponderExcluir
  6. EVENTO TOTALMENTE GRATUITO, UMA OVA!!! A FUNDARPE VÁ TRATAR UM POVO FEITO MOLEQUE DE RUA SUAS "NEGAS". GARANHUNS, NUNCA!!!

    P.S.: - É de dá dó, um povo pidão e submisso que se conforma com tudo e ainda agradece...

    ResponderExcluir
  7. Não vamos ficar calados (as), temos todo o direito de externar nossa indignação, até porque pagamos impostos. SEU TROUXA!(12:02)

    O que está sendo criticado é a repetição de atrações, durante 20 anos sempre vem as mesmas todos os anos, com pouquíssimas novidades. Pagamos altos impostos ao Estado, com um dos maiores PIB, e temos o direito de ver novidades, independentemente dos contratos vitalícios da FUNDARPE.

    QUEREMOS OUVIR NOVIDADE MÚSICA DE QUALIDADE: Marisa Monte, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Chico Buarque, NANA CAYMIM, IVETE SANGALO, SKANK, JOTA QUEST....
    O GRUPO OLODUM, POR EXEMPLO, É UM EXCELENTE GRUPO MUSICAL, TOCA EM DIVERSOS PAÍSES E NUNCA TEVE A OPORTUNIDADE DE VIR AO FIG.
    O FIG É COMPLETO, EM DIVERSAS LINGUAGENS, CONCORDO TEM EXCELNTES OPÇÕES EM DIVERSOS POLOS. MAS NÃO SOMOS MARIONETES, NEM USAMOS VISEIRAS PARA ACEITAR QUALQUER COISA, IMPOSTA PELA FUNDARPE.

    Ana Paula

    ResponderExcluir
  8. Seja com crise ou sem crise todo ano e a mesma conversa MOLE, dessa FUNDARPE, para o povo engolir essa PROGRAMAÇÃO DO REPETECO.

    O QUE PREJUDICOU DE VERDADE, AINDA MAIS FOI ESSA PICUINHA DA OPOSIÇÃO DA CIDADE.

    ResponderExcluir
  9. Como se não bastasse o polo do forró no Euclides dourado, ainda colocaram mais três noites de FORRó na GUADALAJARA. Ora, tenha santa paciência. A FESTA JUNINA JÁ PASSOU.

    ResponderExcluir
  10. Furianigth está muito certo o evento em si é ótimo e esses fãs de musicas sem letras e sem cultura sempre reclamam todos anos pois o que eles queriam era um monte de gente semi nu e semi nua cantando e dançando lepo lepo ou ai novinha ou vem novinha ou ui novinha essas...

    ResponderExcluir
  11. Elza Soares dará um Show de BOTOX, plasticas bizarras, e pregas esticadas! KKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  12. No são João de Caruaru não tem crise pra esse governo de Pernambuco ,tem nada não daqui a dois anos a mamada dele irá acabar

    ResponderExcluir
  13. Prezado furianigth 15 de julho de 2016 07:26

    Você tem todo direito de expor em público sua opinião. Agora é preciso que se saiba o tratamento diferenciado que esse povo dar a Petrolina, Caruaru, Arcoverde e, posteriormente a Gravatá com o JAZZ FESTIVAL. Garanhuns merece respeito e eu não abro mão de reivindicá-lo!!!

    ResponderExcluir