Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

sexta-feira, 22 de julho de 2016

BOA ABERTURA DO FESTIVAL DE INVERNO


Edição e Texto: Cloves Teodorico e Ruthe Santana

Em um abrilhantado momento de união entre arte e cultura, mergulhado em muita emoção, foi aberta oficialmente a 26ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). A cerimônia foi realizada na noite desta quinta-feira (21), na Catedral de Santo Antônio, no Centro da cidade. Além da presença de autoridades, a cerimônia contou com a participação de centenas de garanhuenses e turistas, que lotaram o local. Considerando que nesta edição o FIG tem como homenageado o recifense Naná Vasconcelos, a ocasião foi iniciada com a leitura de um texto de Gonzaga Leal para o percussionista.

Juvenal de Olando Vasconcelos, conhecido carinhosamente como Naná Vasconcelos, falecido no último 9 de março, foi o único brasileiro vencedor de oito prêmios Grammy. A viúva de Naná e a sua filha, que estavam na cerimônia, também foram homenageadas. Emocionada, Patrícia Vasconcelos falou sobre a sua satisfação pela escolha do homenageado. "Não gosto de falar em público, pois sou muito tímida, mas o meu amor por Naná me leva a tudo. Quero agradecer a todos os que tornaram possível a realização desse festival e agradecer a Deus por eu ter compartilhado uma vida de amor ao lado de Naná. Espero que esse festival desperte o desejo de cada um em mergulhar no trabalho dele. Espero que vocês aproveitem esse festival com muito amor", declarou.

Ainda na ocasião, um vídeo em homenagem a Naná foi exibido, abrindo caminho para a apresentação do Grupo Voz de Nagô. Tendo como músico Zé Manoel e a intérprete Virgínia Rodrigues, que compuseram o concerto afro-nordestino, o grupo recifense envolveu todos os presentes com muito ritmo e movimento. Nalva Silva, que é uma das participantes do grupo, que surgiu em 2009 por uma iniciativa do próprio Naná, falou sobre o tributo. “Para hoje, nós vamos trazer o hino da África, que ele gostava muito, e outras músicas dele, para trazer esse carinho em memória dele. É uma honra abrir o FIG trazendo esse trabalho que a gente fez com Naná. E é tão forte a presença dele. É como se ele estivesse aqui junto com a gente, cantando, dançando, tocando o berimbau dele. Ele não está em carne e osso, mas está em energia e fazer essa homenagem para ele é muito gratificante”, completou.

Assim como nos anos anteriores, durante o Festival de Inverno, a Catedral de Santo Antônio se transforma no palco para a programação erudita do evento. Sob a curadoria do XII Virtuosi na Serra e do Conservatório Pernambucano de Música (CPM), o local contará com mais de dez apresentações de músicas clássicas durante o período. Amanhã (22), às 16h30min, o público poderá conferir um grande espetáculo do pianista Hercules Gomes; e à noite, às 21h, poderão apreciar a apresentação de Gabriel Grossi, que tocará gaita; e Eduardo Farias, no piano.

Um comentário:

  1. ESSA ABERTURA DO FIG DESTE ANO FICOU MUITO AQUÉM EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO, COM O BRILHANTISMO E O BELÍSSIMO SHOW DA CANTORA ANA CAROLINA EM 2015.
    EM TODOS OS SENTIDOS, PRINCIPALMENTE NA QUANTIDADE DE TURISTAS E PÚBLICO PRESENTE NA ABERTURA DO EVENTO.

    ResponderExcluir