Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

terça-feira, 24 de maio de 2016

PORRA DE DEMOCRACIA À BRASILEIRA!

Dois trechos que merecem uma atenção especial, na conversa entre o agora ex-ministro Romero Jucá e o então presidente da Transpetro, Sérgio Machado, são os que eles se referem ao senador Aécio Neves e ao Supremo Tribunal Federal.

“O Aécio, rapaz... O Aécio não tem condição, a gente sabe disso. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB...", observa Machado numa parte do diálogo.

O que isso significa?

Dá a entender que o senador tucano e candidato derrotado à presidência da República vive de esquemas tão escabrosos que não servem nem mesmo para comandar a quadrilha, do qual Romero Jucá e Sérgio Machado fazem parte.

Tipos como Aécio, Jucá e Machado, se fossem do PT já teriam sido pegos por um juiz como Sérgio Moro, iriam penar nas mãos do procurador Rodrigo Janot, seriam condenados pelo Supremo e provavelmente estariam presos, como José Dirceu e Delcídio Amaral.

Mas não tem nenhum tucano preso, não é verdade? Sinal de que o Brasil não mudou tanto assim e que tanto a Justiça quanto a Polícia Federal são seletivas.

Na conversa entre os dois figurões, que escancarou o golpe disfarçado de impeachment, se fala também num grande acordo incluindo o Supremo Tribunal Federal.

Jucá deu a entender que conversa com ministros do STF e consegue influenciá-los em decisões importantes. Na entrevista coletiva “dizendo que não disse o que disse”, negou tudo, esclareceu que só vê os ministros da mais alta corte do país em eventos sociais, mas só quem acredita no ex-ministro agora é a mulher dele e olha lá.

Romero Jucá, na prática, revela que os integrantes do Supremo Tribunal Federal não são pessoas tão ilibadas assim, são influenciados por representantes do Legislativo e, mais grave, podem ser coniventes com manobras golpistas.

De tudo isso a gente já desconfiava. Mas os fatos neste início de semana foram confirmados por um senador da República e ministro próximo do presidente da República interino.

Isso tudo vai dar em alguma coisa fora a demissão de Jucá?

Se houvesse mais seriedade na Câmara dos Deputados, Senado, STF e na mídia, esse impeachment fabricado por corruptos seria anulado, Romero Jucá iria fazer companhia a Delcídio na cadeia e Dilma Rousseff retomaria seu mandato, afinal de contas ela foi eleita por 54 milhões de brasileiros para governar até 2018, tendo sido afastada do poder por manobras políticas, sem que se provasse ter cometido crime de responsabilidade.

Isso seria o correto, o que estaria dentro da legalidade.

“Mas porra!”, para usar aqui uma expressão educada, como fez Jucazinho, quando da conversa com Machado, no Brasil as elites dirigentes estão lá preocupadas com o que é certo e legal.

Querem mais é acabar com os direitos conquistados pelos mais pobres, fazer a empregada doméstica voltar a ser escrava, tirar os lisos e pessoas de cor das universidades, limitar as viagens de avião para os ricos, como era antigamente, fazer cortes no Bolsa Família, no Minha Casa, Minha Vida, acabar com o Mais Médicos, prender o Lula...

Enfim, fazer um acordo, se possível com a conivência do STF para que o país possa a ser como na época dos presidentes doutores: governado pela elite e para a elite, de modo que os bem nascidos possam dormir em paz.

E aí sim, a isso chamarão de democracia.

12 comentários:

  1. José Fernandes Costa24 de maio de 2016 13:56

    Agora, caso queira, DILMA tem mais um argumento para ir responder à ministra Rosa Weber, do STF. Agora, sim, ficou bem caracterizado o GOLPE SUJO!! - 2. E quem desses canalhas do governo interino pode criticar o paspalhão Waldir Maranhão?? - Como?? - Quem precisa ser cassado primeiro, são Eduardo Cunha e Romero Jucaralho. 3. Como eu disse ontem; essa Justiça NÃO mudou quase NADA!! OU NADA!! - 4. Notem o que disse ontem Claudio Lamachia, presidente da OAB nacional, diretamente sobre os ministros atuais: - "O novo governo, alçado ao poder pela via constitucional e não pela via eleitoral, precisa ser um exemplo ético. Quem é investigado pela Operação Lava-Jato não pode ser ministro de Estado..." - E eu acrescento: NEM SÓ OS INVESTIGADOS PELA LAVA-JATO!! NENHUM INVESTIGADO / RÉU, poderia ser ministro de Estado. /.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua Excelência,Michel Temer,deu um tiro no próprio pé quando aceitou os argumentos de Eduardo Cunha e partiu para o lado das oposições que puseram nos ombros dele uma bomba produzida e fabricada pelo psicopata e corrupto do evangélico Eduardo Cunha.

      Até hoje o cara não riu nada,não abriu os dentes para nada como se o coração tivesse bradando de moral e ética para unificar o Brasil.Como? De que forma?

      Trazer as oposições para dentro do governo que ele serviu e usufruiu por 13 anos,isto se chama, hipocrisia, conspiração,traição,covardia,golpe rasteiro numa mulher honesta que não cometeu um crime de lesa pátria.

      Como unir o Brasil quando os verdadeiros ladrões do patrimônio público estão dentro do PMDB e PSDB cujos nomes já foram todos citados pela operação lava jato.Foi golpe isto está mais do que provado.Temos que reagir e tirar do poder as raposas que querem tomar conta do galinheiro.

      Excluir
    2. UMA MINISTRA DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL NÃO TER A MENOR CONSCIÊNCIA POLÍTICA E JURÍDICA PARA PERCEBER QUE REALMENTE HOUVE UM GOLPE DE ESTADO NO BRASIL POR UM VICE PRESIDENTE DO PMDB, PARTIDO ESTE QUE ESTAR NO PODER DESDE 1985 PRATICANDO TODOS OS ROUBOS POSSÍVEIS E IMAGINÁVEIS .

      ESSA GENTE ENGOLIU CORDA DE AÉCIO NEVES,MENDONÇA FILHO,FHC,CARLOS SAMPAIO, JOSÉ SERRA,SARNEY E O PSICOPATA E CORRUPTO,EDUARDO CUNHA.

      AGORA,MINISTRA DO STF,VAIS ENGOLIR AS ROUBALHEIRAS DE ROMERO JUCÁ,O PERNAMBUCANO QUE SAIU DE PERNAMBUCO PARA O NORTE DO PAÍS E LÁ SE TORNOU SENADOR FEITO O SARNEY QUANDO DEIXOU A PRESIDÊNCIA DO BRASIL COM UMA INFLAÇÃO DE 84,32% a.m.TAXA SELIC,de triste memória.A CASA GRANDE & SENZALA DO ANTROPÓLOGO E SOCIÓLOGO GILBERTO FREIRE, CAIU,MICHEL TEMER,ROMERO JUCÁ,EDUARDO CUNHA O PIOR EVANGÉLICO DA POLÍTICA BRASILEIRA.

      Excluir
  2. Pensando bem, Acho que o Temer amarelou ao recriar o Ministério da Cultura. Eu não recriaria. Jamais vi os artistas que tanto protestaram fazer crítica a uma política econômica desastrada que causou todos os danos acima citados. Eles querem é mamar nas tetas do Estado. Os artistas ricos eram os donos do ministério ou do mamatório da cultura.

    ResponderExcluir
  3. O cara defender Waldir Maranhão é ser muito safado

    ResponderExcluir
  4. Mim desculpe esse rapaz com o nome de Jose fernandes Costa que eu não seio nem quem é mais só leva ferro de todo mundo que iscreve aqui e ainda ficar iscrevendo com a cara liza como se nada tem acontecido. Todo mundo zona com esse cara. oxi quem ja viu um cara liza desse. Nunca vi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tá enganado ( anônimo de 24/05/16 16h19). Bato palmas para os comentários de José Fernandes da Costa, só quem vive se contrapondo ao mesmo, são os dois reacionários: Ewerton e Altamir, que levam a vida a postar comentários neste blog de Roberto Almeida e em outros blogs, pois como não tem audiência nos seus ficam pegando carona nos dos outros.

      Excluir
  5. Muito bom esse artigo Roberto Almeida. A máscara caiu. Caiu para aqueles que ainda têm como base de sua (des)informação a rede globo e outros lixos (des)informativos afins. Mas para o sujeito que busca outros meios mais respeitáveis, o óbvio, como não poderia ser diferente, mostrou sua obviedade. Um governo golpista, hipócrita, desonesto, retrogrado, representante do retrocesso social. Ele tem alguma qualidade? Claro! Fala bem, é eloquente. E isso basta para alguns.
    Daniel Lima

    ResponderExcluir
  6. ...........E isso basta para alguns... PRINCIPALMENTE PARA MIM!!!

    ResponderExcluir
  7. Eu vejo que irresponsabilidade tem limite. Terminei de ler agora mesmo que Segundo relato de um auxiliar de Michel Temer, quando um grupo de 40 manifestantes se concentrou nessa segunda-feira, 23, em frente à residência no bairro de Pinheiros, na capital Paulista, aos gritos de "golpista", sua mulher, Marcela, telefonou para Temer, preocupada com invasão; Marcela estava chorando ao telefone, segundo relato de um auxiliar presidencial; "Ele ficou indignado. Mexeu com a família e ele está indignado"

    ResponderExcluir
  8. NA REUNIÃO COM SENADORES E DEPUTADOS, QUE ANTECEDEU O ANÚNCIO DAS MEDIDAS ECONÔMICAS, MICHELZINHO RESPONDEU COM BOM HUMOR À ACUSAÇÃO DE QUE RECUA DEMAIS. DISSE ELE AOS BADERNEIROS PETRALHAS DA EXTREMA ESQUERDA BOLIVARIANA QUE O CRITICAM POR MUDAR DE IDEIA QUASE SEMPRE. EIS O QUE DISSE O AZULZINHO: “Quando houver equívoco, tem que rever a posição. Se fizer [o equívoco], consertá-lo-ei”. É ISSO AÍ. O SEU “sê-lo-ia” DO PRIMEIRO DISCURSO DEU O QUE FALAR. AGORA, VEM O “consertá-lo-ei”. O PRESIDENTE VIAGREIRO TANTO VEM ACERTANDO EM PÔR MINISTRO SAFADO PRA FORA COMO VEM DANDO UM SHOW DE BOLA NO EMPREGO DA MESÓCLISE. VERBOS ESTES QUE SÓ SE APLICAM NO MODO SUBJUNTIVO COM OS TEMPOS NO FUTURO DO PRESENTE E DO PRETÉRITO. O MARIDO DA "HORROROSA" MARCELA TEMER TEM MANDADO VER!!!

    P.S.: - Eu não simpatizo muito bem com o corretor ortográfico oficial do blog de Roberto Almeida o professor Pasquialli cipro Netto, DIGO MELHOR, o imbecil e invejoso metido a sabichão, José Fernandes Costa. Sou muito mais adepto do MICHELZINHO que se esbalda em colocação pronominal...

    ResponderExcluir
  9. Incomodado com os protestos em frente à sua casa em São Paulo, o presidente em exercício, Michel Temer deu um murro na mesa e mandou um recado indireto para os manifestantes. Em seu discurso durante o anúncio de medidas econômicas no Palácio do Planalto. “Fui secretário de Segurança Pública em São Paulo e tratava com bandidos”, afirmou. Foi a forma de comunicar que sabe conduzir um governo e que, se necessário, voltará atrás sempre que identificar um erro. Mas também foi uma reação ao que considera uma intimidação da própria família. De forma reservada, ele vem manifestando contrariedade com os protestos diante da residência.

    ResponderExcluir