ALEPE

ALEPE
ALEPE

domingo, 23 de fevereiro de 2014

DILMA, AS PESQUISAS E A COPA DO MUNDO

Do final do ano passado para cá pouca coisa mudou no humor dos brasileiros, em relação à disputa presidencial.
Apesar dos novos protestos – um deles até com a morte de um profissional de televisão – a presidenta Dilma mantém no final de fevereiro o mesmo percentual de intenções de voto de novembro de 2013.
Se a eleição fosse hoje a petista teria 47%, contra 17% de Aécio Neves (PSDB) e 12% de Eduardo Campos. Venceria no primeiro turno.
A possibilidade de um segundo aumenta caso Marina Silva seja a candidata do PSB ou se o ministro Joaquim Barbosa decidir participar da disputa presidencial. A ex-ministra continua tendo mais votos do que Eduardo e o presidente do Supremo tem o mesmo percentual do governador de Pernambuco, segundo o Datafolha.
O quadro está estabilizado há muitos meses e deve continuar assim pelo menos até a campanha começar de fato.
Dilma ainda é favorita para vencer a eleição, mas essa vantagem pode acabar depressa a depender dos rumos da política e da economia, do segundo semestre em diante.
O cenário no momento favorece a petista porque a inflação está sob relativo controle, o Brasil tem o menor índice de desemprego dos últimos anos e os mais pobres não passam fome graças aos programas sociais.
Embora o país continue com sérios problemas na área de segurança pública, saúde e educação, a população não parece ver em Aécio Neves ou Eduardo Campos políticos capazes de dar um basta às principais questões dessas áreas.
As pesquisas passam a impressão de que o povo está esperando alguma coisa, estudando a situação antes de reeleger Dilma ou se voltar para a mudança.
Antes da campanha começar nas ruas, no rádio e na televisão, teremos a Copa do Mundo e esta poderá sim ter um impacto nas urnas.
Tanto pelo sucesso ou insucesso da seleção brasileira, mas principalmente pelo clima hostil que se criou diante do Campeonato Mundial no Brasil.
Pesquisa do Ibope divulgada neste final de semana mostra que cerca de 40% dos brasileiros preferiam que o país não fosse a sede do torneio. É um número extremamente alto. Em outros tempos teríamos orgulho de estar recebendo as principais seleções do mundo, porém ao que tudo indica o futebol não tem mais a força dos tempos da ditadura de Garrastazu Médici. Em 1970, como se sabe, o pau cantava nos porões do regime e a grande massa vibrava com as diabruras de Pelé, Jairzinho, Rivelino, Gerson e CIA.
Tudo mudou muito e a internet – as redes  sociais, os blogs, os sites – provocam alterações bruscas em questões de segundo.
Nesse “admirável mundo novo” que estamos vivendo a economia, a política, os esportes, somados à tecnologia, a rapidez na divulgação de informações, não permitem segurança nenhuma a Dilma ou qualquer outro candidato.
Tudo é possível este ano. A presidenta pode manter os números atuais e se reeleger, Aécio pode melhorar um pouco e conquistar um lugar no segundo turno, onde tem chances de vencer com o apoio de Eduardo Campos. Ou o governador de Pernambuco pode encantar os brasileiros que ainda não o conhecem com um discurso diferente, “novo”, dando ao Estado a chance de eleger o presidente da República.
Ninguém ainda ganhou nada. Ninguém perdeu. Na verdade o jogo ainda nem começou. (Imagem: Blog do Planalto).

7 comentários:

  1. ROBERTO ALMEIDA.

    Um texto desta natureza escrito sem paixão, apenas mostrando a realidade brasileira, eu te confesso, prefiro repetir o meu voto na Dilma do que naqueles que se dizem novo e moderno, mas em seus Estados praticam as políticas das velhas raposas onde o " ÓDIO E OS BICUDOS" nunca se beijaram,mas agora contra Dilma resolvem darem as mãos.

    ResponderExcluir
  2. O PT veio para ficar e nunca mais sair a não ser que seja para deixar seus apêndices, (PSB, PSOL, PCdoB) em seu lugar, as urna são uma fraude que nem o Paraguai ( terra da muamba fraudada) quer ver por lá, o povo brasileiro depois de anos de miséria contentou-se com a bolsa esmola do coroné Luladrão e se depender dele poderão viver por toda a vida apoiando o PT, pegando em armas, se preciso for, em troca da bolsa miséria, escola nuca fará falta enquanto puderem botar o pratinho de feijão 0800 na mesa, porém quando não houver mais besta pagando imposto de 60% sobre sua renda para o governo, o castelinho de cartas vai desabar, e só restará para o povão passar fome e levar bala de borracha na boca quando quiser reclamar.

    A sustentabilidade do populismo petralha está se acabando, a mentira não resiste à realidade por muito tempo. Só quero ver no colo de quem, essa batata quente vai chegar por último. Mas o certo é que os gênios socialistas vão logo encontrar os grandes culpados, os mesmo de sempre, os imperialistas, os capitalistas, a elite, e os Estados Unidos. Espero estar bem longe daqui quando essa hora chegar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. COMPANHEIRO,EWERTO DE SOUTO.

      Boa notícia. Transposição ultrapassa a marca de 9 mil trabalhadores
      Publicado em 24/02/2014 às 20:15 por jamildo em Notícias

      O projeto de transposição do Rio São Francisco registra novo aumento no número de trabalhadores. São 9.186 pessoas em ação e 2.736 máquinas em atividade nos canteiros, que ficam nos Estados do Ceará, Paraíba e Pernambuco. Foram cerca de mil contratações desde dezembro do ano passado.

      O empreendimento tem 477 quilômetros de canais de concreto (mais do que a distância entre Rio de Janeiro e São Paulo), formando os Eixos Norte e Leste e outras estruturas para conduzir a água no semiárido nordestino. A obra está na lista das maiores em execução no mundo e inclui a recuperação de 23 açudes, construção de 27 reservatórios, além de nove estações de bombeamento, 14 aquedutos e quatro túneis exclusivos para a passagem de água.

      Ao longo dos Eixos Norte e Leste, 14 aquedutos vão possibilitar que a água seja transportada sem obstáculo de vales ou depressões no terreno. Os aquedutos são estruturas semelhantes a viadutos, utilizados apenas para passagem de água.

      No Eixo Leste, nove estações de bombeamento serão responsáveis por elevar a água a 313 metros acima do nível do Rio São Francisco – altura equivalente a um edifício de 104 andares. Já no Eixo Norte, a água será elevada a 176 metros acima do rio – altura que pode ser comparada a um prédio de 58 andares. As estações de bombeamento são consideradas obras complexas de engenharia dentro do projeto. O empreendimento conta também com a construção de 27 reservatórios ao longo dos canais. O objetivo é acumular água para dar segurança hídrica ao semiárido, que possui períodos cíclicos de estiagem.

      O Projeto de Integração do Rio São Francisco conduzirá água por dois canais até os reservatórios existentes nos Estados. Para isso, o Ministério da Integração Nacional trabalha em parceria com os governos do Ceará, Paraíba e Pernambuco na execução de diversas obras hídricas complementares. Em Pernambuco, por exemplo, a construção do Ramal do Agreste atenderá à Adutora do Agreste, obra de abastecimento do Programa de Aceleramento do Crescimento (PAC2), que levará água para 68 cidades e 80 distritos. Na Paraíba, as Vertentes Litorâneas vão distribuir a água do Rio São Francisco pelo agreste e por municípios próximos a região metropolitana de João Pessoa. No Ceará, o Cinturão das Águas reforçará o abastecimento do Cariri. Mais de 320 cidades localizadas a um raio de cinco quilômetros dos canais também serão abastecidas pelo projeto.

      No total, o empreendimento vai levar água a uma população estimada em 12 milhões de pessoas, em 390 municípios nos Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. “Todo o nosso esforço é para concluir a obra em 2015”, afirma o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, que acompanha a execução das obras em visitas periódicas aos canteiros.

      Excluir
  3. NILTON COELHO E SILENO GUEDES RECEBERÃO O TROCO NESTAS ELEIÇÕES DE 2014 QUANDO ENTREGARAM O PARTIDO AOS PODEROSOS ESCANTEANDO OS HUMILDES E POBRES, OS QUAIS, APANHARAM NO CANTO,NA BEIRA E NO CENTRO DOS PSEUDOS SOCIALISTAS PERNAMBUCANO.

    ResponderExcluir
  4. Aécio Neves e Eduardo Campos continuam batendo na mulher."Numa mulher não se bate nem com uma flor,a mulher se dá carinho e se dá amor!".

    Por que mudar?.Eu resolvi mudar por causa dos nossos Deputados Federais que, num total de 280 deles, incluindo aí o que eu votei por diversas vezes foi quem foi mais irresponsável na condução do processo político que aprovou aumentos para uma categoria que rouba a olhos vistos o dinheiro da nação: salário de R$ 26.723,13.Mordomias que ultrapassam R$ 139.000,00 mensal e Emendas para os seus com desfalques de no mínimo 10% para formar o caixa 2 das campanhas políticas de 2014.

    Eduardo Campos e Aécio Neves fazem parte de um jogo cuja maioria ensinou os outros a roubar o patrimônio público.Toda essa roubalheira vem desde a época em que Fernando Henrique Cardoso comprou o Instituto da reeleição do poder executivo.

    Os que faziam parte dessa corja de ladrões e resolveram aderir ao governo é porque perceberam que o homem fez um governo popular baixando os preços das coisas,o dólar, dos combustíveis, dos eletrodomésticos,dos aparelhos eletrônicos e subindo o salário do pobre para que o mesmo pudesse comprar um pouquinho mais.

    Criticam o bolsa família, mas eles podem e devem ganhar imensamente bem com todas as suas mordomias e o povão que se lasque todinho". É como se os salários deles não fossem pago pelos impostos e taxas que pagamos todos os dias. Dai a César o que é César e dai aos pobres o que é dos pobres, disse Jesus, o mestre dos mestres!

    ResponderExcluir
  5. Lamento ter sido um anônimo que escreveu acima, 24 fev ás 6:47, todavia concordo em gênero, número e grau com suas palavras, acrescentando que ouví a pouco na rádio que mais de duzentos e cinquenta deputados e senadores, estão criando uma espécie de "centrão" para chantagear o Governo,´já que o mesmo cortou 50 bilhões de reais do orçamento e destes 2 bilhões eram para emendas dos parlamentares corruptos, não bastam os 139.000,00 mensais e esses corruptos querem mais dois bilhões para dividir entre eles, são ladrões do dinheiro público, ou seja meu e dos senhores. Quando falo que o poder legislativo e o judiciário são os piores poderes, muito mais que o executivo, seja quem for o Presidente e de que partido for, não estou mentindo.

    ResponderExcluir
  6. Definitivamente o povo tem o governo que merece...

    ResponderExcluir