SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

ARMANDO MONTEIRO PROPÕE RESPEITO AO ADVERSÁRIO

O senador Armando Monteiro, pré-candidato ao Governo do Estado pelo PTB, pregou respeito ao seu provável adversário na eleição de 2014, o socialista Paulo Câmara. Chamado de "poste" e "cobrador de impostos", que teria sido tirado do bolso do colete de Eduardo Campos, o Secretário da Fazenda recebeu tratamento civilizado por parte do petebista.

Uma campanha de alto nível, discutindo as grandes questões de Pernambuco e do Brasil, sem entrar no campo pessoal em nenhum momento, foi o que defendeu Armando, através do Blog de Inaldo Sampaio.

Apesar de respeitar o adversário, Armando Monteiro parece discordar do processo de escolha feito pelo PSB, com o lançamento de um candidato desconhecido da população. "Você nomeia secretário, mas não nomeia governador. Governador quem elege é o povo", cutucou Armando na entrevista ao jornalista da capital.

O líder do PTB articula uma aliança com o PT, tendo o ex-prefeito João Paulo como candidato ao senado.

4 comentários:

  1. Vão perder ele e João Paulo. Ambos aliás são uns chatos de galocha. Quem os conhece sabe. E por falar em poste, ele não vai votar em Dilma?

    ResponderExcluir
  2. PAULO CAMELO, COMENTA:

    Não voto em Armando Monteiro, mas o senador deve se preocupar em fazer a sua campanha, deixando de tutelar a opinião da população, a qual deve interagir no processo político, fazendo críticas ou elogios a quem quer que sejam os atores políticos.

    Quem não quiser ter raiva ou ser criticado que fique em casa.

    O pré-candidato Paulo Câmara, é um Teste de Ferro do governador Eduardo Campos. Assim como, o senador Armando Monteiro, tem seus Testes de Ferro espalhados pelo Estado de Pernambuco.

    TENHO DITO.




    ResponderExcluir
  3. Armando é a melhor opção para Pernambuco.
    Eduardo está se achando o "dono do Estado". Política não é futebol, você deve acompanhar sempre a melhor opção e não eternizar seu voto no mesmo candidato ou no mesmo partido. Votei em Eduardo nas duas últimas eleições, mas acho que já está na hora de mudar. Na política a oposição é quem move a situação... Não podemos transformar Pernambuco num Estado sem oposição.
    Não quer dizer que Eduardo seja uma má opção para a presidência, pois acho que ele tem grandes chances e provavelmente aparece como a melhor opção.
    Espero que a população seja inteligente e pense na hora de votar.

    ResponderExcluir
  4. Pernambuco precisa mudar urgentemente, sua Majestade já manda no Recife, que ele tirou do bolso do colete o nome sem consultar qualquer pesquisa, nem o povo, esse muito menos, simplesmente para continuar mandando. Quanto a Pernambuco é diferente, ele estará fora do poder, sem mandato, sem a caneta e sem a chave do cofre, aliás vazio, depois que ele virou as costas para Dilma e Lula, e o povo na sua maioria já fez sua escolha bem caladinho, o Governador será Armando Monteiro, um homem que ao contrário do atual, adora Garanhuns. Nossa cidade dará um salto de qualidade, disso não tenho a menor dúvida.

    ResponderExcluir