ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

DR. DRAUZIO CONSIDERA O MAIS MÉDICOS UM PALIATIVO

O médico Drauzio Varella, conhecido nacionalmente por conta dos livros publicados e da participação semanal no Fantástico, vê qualidades, mas também limitações no programa Mais Médicos, do Governo Federal.

Numa entrevista ao Portal UOL, do Grupo Folha de São Paulo, Dráuzio iniciou reconhecendo que o assunto é complexo. “Lugar que não tem médico tem que ter. Se não tem médico brasileiro, tem que ter médico de qualquer lugar. Sou totalmente a favor. O que eu sou contra é usar isso demagogicamente, colocar isso de uma maneira que parece que vai resolver o problema da saúde pública do Brasil. Não é verdade”, disse o médico.

Varella admite que o Mais Médicos irá melhorar um pouco a situação onde não existiam profissionais atuando. Ponderou, porém que o médico sozinho não pode melhorar a qualidade da saúde, embora possa fazer muito.Faltam hospitais de referência, faltam condições para atender essas pessoas e encaminhar para os locais que possam fazer o atendimento aos casos mais complexos”, ressalvou.

Dr. Dráuzio vê relação entre a criação do programa e as passeatas que aconteceram no Brasil no meio do ano. A seu ver apresentar isso como resposta para os problemas de saúde do país é pura demagogia. “E uma medida paliativa”, frisou o profissional.
O médico e escritor reconhece que a presença de médicos nos pequenos lugarejos e na periferia das grandes cidades é importante no acompanhamento dos hipertensos e diabéticos e eles poderão fazer um pré-natal decente. Segundo ele isso tem impacto na saúde pública, mas o atendimento precisa ser mais generalizado.
Para Dráuzio Varella quem pode provocar um impacto maior na saúde pública é o Programa Saúde da Família, que na sua opinião fica dependendo da vontade política de criar mais equipes. “A saúde precisa de dinheiro, mas não precisa só de dinheiro. Precisa de gerenciamento, de decisões politicas acertadas e esse é o principal problema”, concluiu.
Dentre os livros publicados pelo médico estão Carcereiro, Por um Fio, Cabeça de Cachorro Borboletas da Alma e Estação Carandiru. Este último já teve seguidas edições e foi adaptado para o cinema, numa grande produção do cinema nacional.
O profissional mantém também um site na internet com assuntos relacionados à saúde da mulher, das crianças, homens e clínica geral. Há também comentários a respeito dos seus livros. O endereço para quem tiver interesse: http://drauziovarella.com.br

3 comentários:

  1. este programa chamado de mais medico sem duvida é uma bela campanha política do governo, pode acredita..

    ResponderExcluir
  2. Na gestão do ex-ministro José Serra foi contrato em cada município 25 agentes comunitários de Saúde, existiam equipes de médicos em várias especialidades e na gestão do ex-presidente Lula foi dado sequência a essas equipes de médicos.

    Com a chegada da Dilam a coisa piorou? O que realmente aconteceu? Faltou dinheiro? Por que os contratos foram desfeitos?

    Com a palavra vários médicos e vários ex-secretários de Saúde que realmente entende do assunto muito mais do que eu!

    ResponderExcluir
  3. ALGUEM AINDA TEM DUVIDA DISSO É????? KKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir