quarta-feira, 23 de outubro de 2013

IVAN RODRIGUES CRITICA FALTA DE PLANEJAMENTO DO GOVERNO FEDERAL NA FORMAÇÃO DE MÉDICOS

Amigos: O governador está absolutamente certo quando diz que faltou planejamento para a formação de médicos no Brasil em quantidade e qualidade consentânea com as necessidades brasileiras. O Governo Dilma está correndo atrás do prejuízo quando abre inscrição para contratar 14.000 médicos e só consegue alistar menos de 3.000, mesmo incluindo os estrangeiros.

A presidente afirmou em entrevista coletiva que o Brasil precisa graduar 14.500 médicos até 2017. Acontece que o curso médico dura seis anos, sem contar residência, estágio e especialização e só existe uma forma de graduar médicos, ou seja, GRADUANDO como diria o Conselheiro Acácio... Então: houve ou não falta de planejamento ?

Vamos a alguns dados que esclarecem a questão com extrema segurança:

A) Pernambuco levou 51 anos (eu disse cinquenta e um anos, acredite se quiser) para avançar da segunda escola de medicina (Ciências Médicas, hoje UPE) para a terceira (IMIPE); B) a Faculdade de Medicina de Garanhuns , mesmo tendo cumprido todas as exigências legais, luta desde 2007 para colocar em funcionamento a sua escola de medicina, sendo obstruída até na Justiça pelo CREMEPE que é uma autarquia federal em conluio com um sindicato de faculdades de ensino particular, dirigido pelo maior empresário de ensino do Norte e Nordeste, que se coloca estranha e paradoxalmente contra o funcionamento de uma faculdade de ensino particular, com a leniência do MEC que a tudo assistiu e ainda assiste passivamente. Esquisito, não ?; C) em 2003, ou seja há dez anos atrás, o deputado do PT Arlindo Chinaglia, médico, paulista e então com a responsabilidade de Presidente da Câmara de Deputados da República (Chefe do Poder Legislativo Nacional e terceiro na ordem de sucessor da Presidência da República) foi o autor do Projeto de Lei nº 65/2003 que proibia "A CRIAÇÃO DE NOVAS ESCOLAS DE MEDICINA E A CRIAÇÃO DE NOVAS VAGAS NAS ESCOLAS EXISTENTES". D) Quem duvidar que consulte o site da Câmara de Deputados sobre o texto do Projeto de Lei e mais, descobrirão que esse inimigo do Povo Brasileiro é hoje o LIDER DO PT NA CÂMARA DE DEPUTADOS !!!; E) Alguma dúvida ainda que por falta de planejamento e construção de unidades para a produção de energia elétrica é que motivou os apagões durante o Governo de FHC ? Alguma dúvida ainda que, do mesmo modo, a falta de planejamento para a formação de novos médicos é que motivou a raiz emergencial do programa "Mais Médicos", implantado de forma atabalhoada, improvisada e eleitoreira através de MEDIDA PROVISÓRIA para descobrir e laçar 14.000 médicos, sabe Deus aonde ?

A essa altura não adianta procurar responsáveis e sim, buscar soluções, pois quem está sofrendo é o povo brasileiro que, como sempre, não é ouvido pra nada!


Ivan Rodrigues-

12 comentários:

  1. Este sim tem conhecimento das coisas.Possuem bagagem o suficiente para mostrar muitas realidades deste país.É conhecedor profundo das mazelas existente no mundo político.Parabéns pelos questionamentos.

    ResponderExcluir
  2. É óbvio que para o PT não importa o atendimento médico para os pobres, e sim arrumar algum meio de transferir verba do Brasil para Cuba. E devolver a ajuda financeira que o PT sempre recebeu de Fidel. Como Cuba não produz nada que preste além de charutos e supostamente médicos, e o governo .não poderia repassar milhões para a Ilha da Fantasia em troca de charutos sem passar vexame, passou a planejar essa importação de médicos de quinta categoria. Repito! Sem a menor preocupação com o povo e sim com o envio de nossa grana para Cuba.

    ResponderExcluir
  3. REZAM OS COMPÊNDIOS E AS INCICLOPÉDIAS DE MEDICINA QUE, O PLANEJAMENTO DE SAÚDE SURGIU NA AMÉRICA LATINA NA DÉCADA DE 1960, SOB A INFLUÊNCIA DA TEORIA DESENVOLVIMENTISTA PARA AS AMÉRICAS, COM EXCEÇÃO DOS STATES E CANADÁ. O MÉTODO TEM VÁRIOS MÉRITOS, COMO POR EXEMPLO, O PRIVILÉ GIO CONCEDIDO PELA PROPOSTA DE PRIORIZAÇÃO DE DANOS À PREVENÇÃO; A PROPOSTA DE UMA ATUAÇÃO INTEGRADA, SISTÊMICA; O ESTÍMULO À FORMULAÇÃO DE SISTEMAS DE CUSTOS E OUTRAS COISITAS MAIS. PORÉM, A SUA POSSIBILIDADE DE APLICAÇÃO REVELOU-SE MUITO PRECÁRIA DEVIDO AO BAIXO PODER DE INTERFERÊNCIA DO ESTADO SOBRE O SETOR, DOMINADO EM BOA PARTE POR INTERESSES PRIVADOS. AQUI NO BRASIL, FIZERAM UM ARREMEDO DE PROGRAMA DENOMINADO SAÚDE DA FAMÍLIA(PSF), TENTANDO IMITAR O SEU AUTOR ORIGINAL QUE FORA O GUERRILHEIRO ARGENTINO Dr. ERNESTO CHE GUEVARA E DEU NO QUE DEU. A PETEZADA USA DE UM DILEMA FALSO QUANDO DIZ QUE FALTA MÉDICO. NA VERDADE, SOBRAM MÉDICOS NO BRASIL. E O DRAMA NEM É O BAIXÍSSIMO SALÁRIO OFERECIDO PELAS PREFEITURAS, MAS SIM A FALTA DE PLANEJAMENTO, DE ESTRUTURA, DE CONDIÇÕES MÍNIMAS DE TRABALHO, COMO AFIRMA SABIAMENTE O GOVERNADOR DE PERNAMBUCO EDUARDO CAMPOS, MESMO NÃO SENDO UM “EXPERT” NEM MESMO UM PROFISSIONAL DO RAMO. A TÍTULO DE CURIOSIDADE OU DE UMA MELHOR EXPLANAÇÃO É PRECISO QUE TENHAMOS EM NOSSAS CACHOLAS QUE NOS GROTÕES DOS LONGÍQUOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS EXISTE UMA PENCA DE PROBLEMAS INSANÁVEIS QUE PODEMOS ENUMERÁ-LOS OU RELATÁ-LOS COMO: O QUE, QUEM E ONDE. ISSO MESMO!!! O QUE, QUEM E ONDE. OU SEJA, TRADUZINDO EM MIÚDOS: ESTRUTURA FÍSICA PRECÁRIA; AUSÊNCIA DE SANEAMENTO BÁSICO, COBERTURA DE DOMICÍLIO POR ÁGUA TRATADA E COLETA DE LIXO PRECÁRIO E INADEQUADO; NA ZONA RURAL, ALTO ÍNDICE DE INTOXICAÇÃO DAQUELES QUE LABUTAM NA LAVOURA, INCLUSIVE CRIANÇAS QUE DEVERIAM ESTAR NA ESCOLA; ALTO ÍNDICE DE LOMBRIGA NA PIVETADA; E, SE NÃO BASTASSE, FALTA DE ESPECIALIDADES MÉDICAS E DEMAIS PROFISSIONAIS PARA TRABALHAR CONJUNTAMENTE COM OS RESPECTIVOS MÉDICOS. O EXECUTIVO(LEIA-SE LULA E DILMA), DEVERIA TER TIDO A OBRIGAÇÃO DE PLANEJAR AÇÕES ESTRATÉGICAS COM ANTECEDÊNCIA OU ENTÃO O CONGRESSO NACIONAL PRECISARIA TER ASSUMIDO SUA RESPONSABILIDADE E O MINISTÉRIO DA SAÚDE DEVERIA TER CUMPRIDO COM SUAS OBRIGAÇÕES. SÓ PARA SE TER UMA IDEIA, EM 2012, O BOBINA DO PADILHA, DEVOLVEU PARA O TESOURO A BAGATELA DE 17 BILHÕES DE REAIS PARA FAZER MÉDIA COM A CHEFA E CACIFAR OU ADUBAR ESSE TAL DE SUPERAVIT PRIMÁRIO. QUER DIZER, NA VERDADEIRA ACEPÇÃO DA PALAVRA, A FALTA DE PLANEJAMENTO PROPORCIONADA PELO PT, CAUSOU UM APAGÃO NA SAÚDE...


    P.S.: - Imaginariamente, “supunhetando-se” no campo da pré-meditação e em se tratando de PLANEJAMENTO, se o PT fosse um médico, ele seria capaz(ou é capaz), de ministrar ao seu melhor e mais fiel correligionário uma dose de ESTRICNINA ao invés de um cachete analgésico...

    ResponderExcluir
  4. Ivan defende seu patrão e vendo deste lado ela está correto,mas dizer que é falta de planejamento não acredito por que?Por que se o Brasil formasse 50000 médicos nos próximos 10 anos ainda assim continuaria como está por que eles não iam querer ir para os locais mais distantes.Agora Eduardo tem que fazer de tudo pra polemizar com o governo pra ter manchete na imprensa sulista se não a Marina o engole.Sandro de Garanhuns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Fernandes Costa23 de outubro de 2013 21:03

      Concordo com o Sandro (10h24). - Eduardo Campos agora vê tudo que seja contra o governo federal. - Por que ele não viu logo que terminou o governo Lula? Dilma foi eleita com o apoio de Eduardo e outros. - Agora, a ambição política calça os pés de Eduardo. E ele põe os pés contra as mãos, contanto que fale de Dilma. Por que Eduardo Campos poupa Lula?? - Porque sabe que se falar de Lula, o povo o rejeita. - Então, meus caros: demos a César o que é de César. E a Dilma o que é de Dilma. - E Eduardo Campos que espere mais quatro anos. Aí ele entra e ganha. Mas, se entrar agora, perde./.

      Excluir
  5. Sandro lamentavelmente de Garanhuns: Como você se identifica (se é que não de trata de pseudônimo) vou tentar lhe responder, o que não é difícil. Você não desmente, nem pode, um só argumento exposto por mim no meu
    comentário. E não conseguirá, em qualquer hipotese, me arrastar para o terreno da grosseria e falta de educação. Tenho setenta anos de militância política e duvido que encontre alguèm a quem tenha ofendido, mesmo no calor dos maiores embates. Arrisquei-me a divergir e fazer oposição à ditadura militar e você seguramente não sabe o que isso representava na época, nem sei se teria coragem de fazê-lo! Fui com muita honra companheiro e amigo leal, durante mais de quarenta anos, de um dos maiores líderes políticos que este país já produziu - MIGUEL ARRAES - mas nunca seu vassalo! ou de quem quer que seja! Quando algum dia agregar conhecimentos, aprender normas de civilidade, adquirir experiência e for capaz de discutir, debater e comentar com serenidade e educação, estarei à sua disposição para conversarmos. Com todo desprazer de Ivan Rodrigues

    ResponderExcluir
  6. Ivan Rodrigues não precisa desses médicos, mas o povão sim.

    ResponderExcluir
  7. Meus caros ZéCosta e Eduardo: Me calarei para sempre (como se diz nos casamentos) se vocês encontrarem no meu texto a menor referência à culpa da Presidenta Dilma quanto à falta de planejamento para a formação dos médicos no Brasil. Parece que vocês me criticam, sem ler o que escrevi. Quando dou a falta de planejamento como argumento para explicar a falta de médicos e remonto aos 51 anos decorridos entre a criação da 2ª pra 3ª escola em Pernambuco, fica muito claro que nessa falta de planejamento não cabe acusação à presidenta Dilma que nem era nascida então. Vocês cometeram ato falho... Quando condeno a obstrução promovida contra a reabertura da FAMEG que fora autorizada pelo Conselho ESTADUAL da Educação não posso acusar, NEM O FIZ, a Presidenta Dilma que era em 2007 apenas Ministra da Casa Civil. Vocês estão procurando cabelo em sapo e apontando em meu texto coisas nunca ditas. Do mesmo modo, quando condeno o Deputado Chinaglia como "inimigo do povo brasileiro" é como autor de um projeto de lei APRESENTADO EM 2003, ou seja há dez anos atrás, que partia de um pressuposto em sua fundamentação que o Brasil tinha médicos suficientes, alegação que não mais se sustenta em face da afirmação da própria Presidenta Dilma (é só procurar, pois toda a imprensa brasileira publicou) de que o Brasil precisava formar 14.500 novos médicos até o ano de 2017. Não tenho procuração pra falar em nome do Governador Eduardo, mas como diria o Conselheiro Acácio: "as consequências sempre vêm depois", e é o Óbvio Ululante que determina que pagamos hoje os erros do passado. Ainda um reparo a fazer, Zécosta, já que você concorda com o Sandro. Você me conhece e sabe da minha história política: Não tenho patrão e nunca fui vassalo de ninguém! Sou amigo e companheiro leal, divergindo e concordando quando assim o entenda. Tomei como uma ofensa, mas estou à sua disposição "pra conversar e discutir", civilizadamente, como dizia o poeta da Vila, Noel Rosa. Ivan Rodrigues

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Fernandes Costa24 de outubro de 2013 16:36

      Prezado Ivan Rodrigues: 1. Ninguém corre "atrás de prejuízos"! - Corre-se atrás de lucros. Ou se corre para recuperar prejuízos!! - 2. Quais os governos que planejaram serviços públicos no Brasil, desde que o Brasil foi encontrado?? - 3. Concordei com o Sandro quanto a você, porque ele disse que está defendendo Eduardo. E ele terminou dizendo que você, por esse ângulo, está correto!! 4. E você culpou, sim, a presidenta, quando disse: - "O Governo Dilma está correndo atrás do prejuízo quando abre inscrição para contratar 14.000 médicos e só consegue alistar menos de 3.000, mesmo incluindo os estrangeiros.

      "A presidente afirmou em entrevista coletiva que o Brasil precisa graduar 14.500 médicos até 2017. Acontece que o curso médico dura seis anos, sem contar residência, estágio e especialização e só existe uma forma de graduar médicos, ou seja, GRADUANDO como diria o Conselheiro Acácio... Então: houve ou não falta de planejamento ?" - (Palavras SUAS.) - 5. Se você tomou como ofensa o fato de o Sandro ter dito que Eduardo Campos é seu patrão, eu retiro a minha concordância com ele, SOMENTE, quanto ao termo "patrão". - E lhe peço DESCULPAS quanto a esse quesito. - No mais, MANTENHO a concordância com o Sandro. - Só um cego não vê que Eduardo Campos está atropelando o processo sucessório. E passou a criticar o governo Dilma, sem mais nem menos. - É ou não é ambição política extemporânea?/.

      Excluir
  8. essa foi nos culhões o que o mestre ivan falou sobre esse amostrado e que envergnha bom conselho o picaretao ze fernando.

    ResponderExcluir
  9. FAÇO QUESTÃO DE INFORMAR QUE NO NOSSO PORTUGUÊS CORRETO QUE ESSE VERME, DE BOM CONSELHO, METIDO AO DOM QUIXOTE SEM SANCHO PANÇA, LUTANDO CONTRA OS "FANTASMA DA HONESTIDADE" SE METE EM TUDO AQUI EM NOSSA TERRA. INCLUSIVE, DESAFIANDO UM MADEIRA DE LEI DO PORTE DO GRANDE IVAN RODRIGUES. RECOLHA-SE A SUA INSIGNIFICÂNCIA CABRINHA DE OITAVA...

    ResponderExcluir
  10. ESSA SÁTIRA ANALFABÉTICA QUE A GENTE FAZ SOBRE ESSE “INTROMETIDO” ZÉ COSTA É PRA ELE SE LIGAR E NÃO SE METER AONDE NÃO LHE CABE, INSINUANDO QUE O GRANDE IVAN RODRIGUES SEJA SIMPLESMENTE UM PUXA-SACO DE ALGUÉM. MUITO PELO CONTRÁRIO, PELO SEU PASSADO, IVAN, SIM, É UM ESTADISTA DO AGRESTE MERIDIONAL...

    ResponderExcluir