SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

RANILSON ANUNCIA AÇÕES CONTRA A SECA

Secretário Ranilson e prefeito Danilo Godoy

Depois de percorrer oito cidades em dois dias, visitando 14 comunidades atingidas pela seca, o Secretário de Agricultura do Estado, Ranildo Ramos, chegou a Bom Conselho no final da tarde, sendo recepcionado pelo prefeito Danilo Godoy, a vice-prefeita Josefa Ferreira e a maioria dos vereadores do município. Na oportunidade, em praça pública, o representante do governador Eduardo Campos anunciou algumas medidas para amenizar os efeitos da estiagem, especialmente na área rural.

Reconhecendo as dificuldades e lembrando que a seca atual é a maior, nos últimos 50 anos, Ranilson disse que Bom Conselho está recebendo mais duas retroescavadeiras, uma outra máquina maior para limpeza de barragens, caçambas e ações que fortaleçam o abastecimento d´água da cidade, distritos e toda zona rural do município.

O Secretário de Agricultura de Pernambuco informou que quatro grandes barragens serão construídas em Bom Conselho, duas delas feitas pelo Estado; também serão perfurados 10 poços, metade deles sendo responsabilidade exclusiva do governo. Ranilson anunciou ainda mais 8 carros pipa no município, além da construção de 768 cisternas tipo calçadão, com capacidade de armazenar 52 mil litros d´água.

Antes do Secretário se pronunciar, numa tenda armada em frente ao prédio da prefeitura, boa parte dos representantes do município na Câmara discursou, todos reforçando as dificuldades vivenciadas pela população, por conta da prolongada estiagem. Lea Ramos, a primeira a falar, lembrou que muitos na cidade perderam tudo e lamentou que o Açude da Nação não tenha sido recuperado, pois estaria minimizando os efeitos da seca.

Na mesma linha falaram os vereadores Neto Ferreira, Socorro Marinho e Márcia do Angico, representante dos quilombolas. Geninho, presidente do Legislativo, também enfatizou os problemas causados pela falta de chuvas e chegou a critica a Empresa Perdigão, que segundo ele prometeu construir um açude no município e até hoje não realizou a obra.

Os deputados Marcoantônio Dourado e Silvio Costa Filho, que acompanhavam o Secretário na visita a Bom Conselho, demonstraram solidariedade ao prefeito Danilo Godoy e à população de Bom Conselho. Marco chamou a atenção para a queda na produção de leite no Agreste Meridional, na ordem de 1 milhão de litros por dia, causando grande prejuízo à economia da região e do Estado. Silvio complementou e disse que o sofrimento do povo podia ser resumido pela frase de um morador do Agreste, ouvida por ele antes de chegar a Bom Conselho. "A dor da gente não sai nos jornais", teria dito um senhor, angustiado pela seca.

Danilo Godoy agradeceu a presença dos secretários e dos deputados, também ao governador Eduardo Campos por ter enviado à cidade os seus representantes. O prefeito reconhece que o momento é difícil, já que a seca gera desesperança e aumenta o desemprego, castigando o homem e o gado. O gestor, porém, disse que tem feito todos os esforços para atenuar a situação e lembrou que quando assumiu a prefeitura só tinha um carro pipa atendendo a população e hoje são oito, fora os caminhões do IPA e do Exército.

Mesmo já sendo noite, terminada a cerimônia em frente ao Palácio Coronel José Abílio, o Secretário de Agricultura, acompanhado de sua comitiva e do prefeito Danilo, visitou uma propriedade no Sítio Angico, uma das comunidades mais atingidas pela estiagem.

Estiveram em Bom Conselho, prestigiando ou acompanhando Ranilson Ramos, os prefeitos Ronaldo Ferreira (Brejão), Padre Jorge (Iati), Júlio Zoé (Presidente do IPA), Dra. Fátima (IPA Garanhuns), além dos ex-prefeitos Gervásio Matos, Daniel Brasileiro e Audálio Ferreira (Bom Conselho). Também estavam na solenidade o ex-prefeito Nenen (Capoeiras), o ex-vice-prefeito de Bom Conselho, Zenício Santos e o presidente da Câmara de Iati, vereador Nizo Tenório.

3 comentários:

  1. Quais medidas de amenização da seca para Capoeiras? Roberto busque informaçãos e as publique. Estamos sofrendo muito com a seca.

    ResponderExcluir
  2. Eu tive a felicidade de conversar com o Secretário de Agricultura de Pernambubo por três vezes.Sempre achei uma pessoa muito dedicada ao trabalho que lhe é atribuído.

    Ultimamente no Estado de Pernambuco foi o Secretário que não teve medo de enfrentar os problemas da seca em Pernambuco.Sempre esteve visitando os municípios pernambucano coisa rara que antes não aconteciam.

    Faz questão de ir visitar de perto buscando a solução para os problemas que atinge em cheio a agricultura e a pecuária de Pernambuco.

    Sei que muitas ações não dependem dele,muitos recursos não chegam na mesma velocidade anunciara,sei que as toneladas de milho prometida e não cumprida também,mas uma coisa é bastante louvável é aobagaço de cana que está sendo distribuída aos produtores de Pernambuco pelo Governdo do Estado.

    Infelizmente a maioria das nossas Prefeituras nunca se prepararam com aquisições de pelo menos 3 caminhões F-4000 para que neste momento pudesse atender a todos os AGROPECUARISTAS indo buscar ESSA CANA apenas pelo óleo.

    Pois não é fácil para os pecuaristas que estão perdendo seu rebanho de fome e sede ter que pagar entre R$ 1.100 a 1.500,00 por carradas de cana para chegar nos seus munícipios.

    Neste momento difícil toda a ajuda que vier do governo e das prefeituras é válida.Parabéns ao nosso Secretário por encarar o problema com muita seriedade e responsabilidade.

    ResponderExcluir
  3. as medidas para a seca em capoeiras é igual a de bc, esperar a chuva cair com a vontade de Deus porque se depender dos vereadores e prefeito o gado vai morrer e o povo vai morrer na seca

    ResponderExcluir