GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Governo de Pernambuco

LAJEDO JÁ ESTÁ PAGANDO O FUNCIONALISMO

Por determinação do prefeito Rossine Blésmany (PSD), o Governo de Lajedo antecipou o pagamento dos funcionários este mês, de modo a tornar mais tranquila a Semana Santa dos servidores. Hoje, dia 26, os trabalhadores começaram a receber e até amanhã todo mundo estará com o dinheiro no bolso. E na quinta, dia 28, começa a distribuição de 10 mil kg de peixes com a população mais carente do município.

Atordoada com as ações de Rossine, setores de oposição criticam porque as famílias foram cadastradas para receber o alimento. Os governistas explicam que uma distribuição dessas não pode ser feita de bolo, pois nesse caso se corre o risco de dar a quem não precisa e deixar de fora o realmente carente. (Na foto Rossine e a primeira dama Marconeide).

10 comentários:

  1. O Ministério público investiga os casos de suspeita ou consumação de violência sexual contra adolescentes internos da instituição

    O Ministério Público de Pernambuco emitiu recomendação ao Centro de Atendimento Socioeducativo, de Garanhuns, para que sejam apurados administrativamente os eventuais casos de abusos sexuais cometidos contra adolescentes por socioeducandos também internos, na instituição. A denúncia foi feita diretamente a Promotoria de Justiça de Garanhuns, informando a existência de constantes abusos sexuais cometidos na Case.

    O documento, de autoria das promotoras de Justiça Marinalva de Almeida e Mariana Cândido Silva, solicita o encaminhamento dos responsáveis à polícia para que as providências legais cabíveis sejam tomadas. Após a apuração dos casos, deverão ser adotadas as medidas punitivas em âmbitos administrativo e penal, no tocante a responsabilização de funcionários por possível omissão.

    Todos os casos de suspeita ou consumação de violência sexual contra adolescentes internos da instituição devem ser comunicados à Curadoria da Infância e da Juventude de Garanhuns. Caso a recomendação não seja atendida, a entidade e os dirigentes que mantêm o programa de Execução de Medida Socioeducativa Internação poderão ser responsabilizados civil, administrativa e criminalmente.

    Segundo a promotora de Justiça Marinalva de Almeida, todas as outras medidas já foram tomadas. A recomendação é uma forma preventiva para que a administração da unidade aja evitando que casos semelhantes voltem a ocorrer.

    ResponderExcluir
  2. Por aqui o governo "apaga" alguns funcionários que não agradam.

    ResponderExcluir
  3. Antônio João Dourado, pagava os salários dos funcionários públicos de maneira antecipada em praticamente todos os meses do ano. Distribuía peixe na semana santa independentemente de cadastro ou assinatura de recibo. Hoje em dia, o que vemos é a violência reinando, com assaltos diários, o hospital não tem médicos todos os dias, e as festas das comuniades perderam seu brilho. Exemplo disso, foi a festa de Olho Dágua dos Pombos, que em sua tradição sempre após a missa do domingo, tinha uma girândola de fogos que animava todo o povoado, só que esse ano não teve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até concordo que o AJD e seus bonecos pagavam os salários dos servidores de forma adiantada, nisso eu concordo eu todos os sentidos. Distribuía peixes na semana santa independente de cadastro ou não eu também concordo, mas não vejo isso como progresso, pois vocês têm que entender que o cadastro deve ser feito para que evite-se bagunças do tipo repetições ou ainda que pessoas carentes não fiquem sem o alimento, principalmente se relacionarmos essa situação a SECA que a nossa região está passando fazendo com que milhares de famílias cheguem na Semana Santa sem ao menos R$ 5,50 reais para comprar "sardinha" para comer. Fazer cadastro e controle dessa atividade é uma obrigação do município, pois assim como outras despesas, a entrega de peixes para pessoas carentes nessa época também será prestada conta como outras atividades. Imaginem só se uma família receber o alimento quatro vezes ou ainda pessoas que não necessitam também receberem o que será daquelas famílias que ficaram sem? Acontece que a nova oposição lajedense está usando as redes sociais para publicar bobagens criticando bruscamente a gestão atual por ter mostrado uma inovação no desenvolvimento desta atividade, pois acham que entregar peixe de forma desorganizada, privilegiando famílias mais de uma vez, ou ainda usando o dinheiro publico com má fé, privilegiando os "secretários" ou ainda pessoas que "podem" é progresso. Nunca vi tanta idiotice na minha vida, pois deveriam colocara em mente que para todo tipo de atividade de interesse público deve-se ter controle na execução da mesma, ainda mais isso poderá ser útil para que o atual gestor tenha noção de como está a sua população (famílias carentes), pois esses dados coletados durante essa atividade servirão para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para essa área. Se antigo gestor não fazia isso,e fazia sim, mas de forma totalmente desorganizada privilegiando uns mais que outros, não há necessidade de criticar o atual gestor por isso. Quanto a questão de assaltos, vejo esse comentário muito espantoso, pois até o dia 06/10/2012, os assaltos em lajedo eram considerados normais, inclusive alguns secretários e assessores do prefeito eram procurados para buscarem soluções para a cidade, mais o que alegavam para as pessoas era que colocassem grades nas janelas, seguranças nos estabelecimentos de ensino, evitassem andar a noite depois das 20: 00 hs em algumas vias públicas da cidade e etc. Assim me estranha muitas pessoas da oposição estarem agora fazendo comentários em excesso por algo que diminuiu mais de 60 % no município. Afinal, vocês queriam que em apenas 03 meses o "homem" resolvesse um problema instalado no município devido a péssima atuação da antiga gestão?. Pensem e reflitam! Quem disse que nos hospitais de lajedo não tem médicos? Meu Deus! Nunca vi tanta bajulação incoerente como essa ! Vocês acham que o atual gestor iria cometer o mesmo erro que vocês? onde milhares de lajedenses diariamente tinham que se deslocar para as cidades vizinhas em busca de remédios, uma simples consulta médica, além de outros tratamentos essenciais para manutenção da saúde humana? Acho que deveria lavar a boca com água sanitária, antes de postar tanta coisa de gente medíocre e que torce pela desgraça dos outros !
      Quanto as festividades, acho que nem deveriam reclamar, pois o "rombo" que deixaram foi suficiente para que determinados gastos "tipo festividades" fossem reduzidos mesmo, pois em nada iria adiantar o prefeito fazer festa "de arromba" e deixar de manter um serviço público para satisfazer ou superar festividades para quem o critica. Vocês acham que excesso de festividades é progresso? Vocês acham que festividades, mesmo sem dinheiro publico deve ser feita ou colocada em primeiro plano? Parabéns pra vocês !!

      Excluir
    2. Continuando...
      Vejo que sabem administrar heim! Será que as festas organizadas pela antiga gestão eram de "arromba" mesmo? Ou eram executadas apenas no papel? Com o intuito de beneficiar A ou B com o dinheiro público? Como vocês podem explicar isso? A justiça vai explicar para todos !!!!!
      Antes de publicar tanta asneira, acho bom os defensores de AJD fazerem uma pura analise das baboseiras que serão publicadas, afinal estamos na Páscoa, tempo de libertação e de respeito ao próximo, algo que não está presente no vocabulário das pessoas medíocres defensores da antiga gestão lajedense.

      Excluir
  4. APESAR DO ROMBO DEIXADO POR ANTONIO JOÃO DOURADO, ALÉM DO LIXO E DOS BURACOS, O PREFEITO ROSSINE ESTÁ DE PARABÉNS PELO GRANDE TRABALHO E TRANSPARÊNCIA QUE VEM REALIZANDO EM LAJEDO.

    ResponderExcluir
  5. Jornalista Roberto Almeida não precisa nem se esforça muito para encontrar boas matérias para o senhor postar no seu blog, agora, até pagamento salarial do servidor lajedense é postado neste espaço da internet, como se fosse uma grande ação do atual governo. O profissional de imprensa sabe que isso é obrigação, dever do gestor e direito do servidor seja público ou municipal. É uma pena vê um meio de comunicação ser usado para servir aos interesses de políticos que se propõem a pagar esmolas para profissionais em fim de carreira, que não vislumbram mais nada em suas profissões.
    vou te desafiar, prove o contrário e poste na íntegra este comentário que eu me retrato no seu blog!!!
    Helísio Cardoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A frase mais infeliz ditada pelo ex-prefeito de Lajedo foi perguntar a população o seguinte: você já viu delegado de polícia prestar?

      Agora,a população começa a sentir que algo está mudando.Cobrar,exigir as mudanças em apenas 3 meses de administração é querer tampar o sol com a peneira.

      Tudo o que a administração pública fizer de certo tem que ser mostrado.E tudo o que fizer de errado também.


      Afinal,a oposição existe para isto mesmo.Uma crítica construtiva ajuda e muito.

      Se o ex-prefeito tivesse ouvido e aceitado as críticas do Ministério Público e tivesse atuado,com certeza, o Matadouro Público não teria fechado as portas.

      Exm° Sr. Prefeito,Rossine,vamos trabalhar para abri-lo,precisamos saber qual ou quais os motivos reais do fechamento e por que não é reaberto o mais rápido possível?

      Matadouros de Correntes, Caetés, Lagoa do Ouro, Serra Talhada, Ipojuca estão todos fechados.E o Governador aonde está que não vê isso?

      Excluir