SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

A SECA ACABA COM A ESPERANÇA DO NORDESTINO

Em Garanhuns por volta do meio dia o sol está tão quente, nesse final de outubro, que temos a sensação de estar em outra cidade. O clima ameno da Suíça Pernambucana parece ter sido exportado e tomamos emprestado o calor de Arcoverde, Serra Talhada ou outros municípios do Sertão próximo. Na verdade estamos sofrendo os efeitos da seca, uma das piores da região nos últimos 30 ou mesmo 50 anos. Quem pega a estrada em direção a Caruaru fica desolado a partir de São Caetano. Por ali está parecendo um deserto. Mas nem precisa ir tão longe. Nas proximidades do aterro sanitário de Garanhuns, perto da divisa com Caetés, a paisagem também é de entristecer qualquer cristão.

A situação é muito séria, com reflexo nas feiras livres, na comercialização de gado, nas lojas de Garanhuns e de todas as cidades interioranas. Tem pecuarista vendendo vaca de R$ 2 mil por R$ 500,00. O que tem de boi vendido para o Maranhão está difícil dimensionar. Um amigo meu entregou por uma bagatela cerca de 200 reses, por menos da metade do preço. "É melhor de que ver morrer tudo", justificou.

Neste quadro os pequenos comerciantes estão sufocados, se vende muito pouco. O dinheiro encurtou e brinquedos, roupas, sapatos, jogos eletrônicos e até celulares passaram a ser supérfluos. O essencial mesmo é comida. E com a seca o quilo de feijão faz tempo que passou de 5 reais. O feijão de corda verde ou a fava estão por 8 reais nas feirinhas de Garanhuns. Um quilo de farinha em muitos estabelecimentos não sai por menos de 4 reais.

Na verdade a situação só não é mais trágica por conta do Bolsa Família, que mata a fome de muitos e movimenta o pequeno comércio das periferias.

O Brasil não tem furacões, como nos Estados Unidos, mas a seca no Nordeste está de volta desde 2011, pode se prolongar por 2013 e faz estragos maiores do que o Sandy da terra de Obama. Pode não estar matando de imediato, não ter a visibilidade do "astro americano", contudo está destruindo aos poucos. A lavoura, a terra, os bichos, afugentando o homem de seu chão, empobrecendo as pequenas e médias cidades.

O governador Eduardo Campos já chamou a atenção da presidenta Dilma para a questão. Ontem foi a vez do senador Humberto Costa discursar sobre a seca no senado.

Está na hora de pensar menos em 2014. De encerrar a discussão sobre quem perdeu mais ou foi o grande vencedor de 2012. Governos municipais, estaduais e federal devem concentrar seus esforços no problema da estiagem.

A situação é séria mesmo e se entrar 2013 sem chuva pode anotar aí: nem a Barragem do Cajueiro vai evitar um racionamento em Garanhuns. Até porque, não sei se os moradores da cidade já notaram, faz um bom tempo em que a água só está chegando nas torneiras à noite. Sinal de que os dirigentes da Compesa já estão tomando medidas preventivas.

Que se faça alguma coisa e já. A seca não tem dó de ninguém e acaba com a esperança da gente nordestina. (A foto da paisagem da seca na região foi publicada originalmente no Portal Nordeste.com).

COMUNICAÇÃO


A Prefeitura de Garanhuns comunica que, em virtude das constantes reduções nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), realizado pelo Governo Federal, o pagamento dos Servidores Municipais, previsto para esta quarta-feira, dia 31 de outubro, será realizado até o 5º dia útil do mês de novembro do corrente ano. 

10 comentários:

  1. Caro Roberto, um amigo meu me disse que estão vendendo mandacaru. Custa 700,00 reais o caminhão. Ontem fui à feira d Venturosa, e logo ao chegar me deparei com uma fileira de caminhões vendendo capim. A situação está braba, e o governo só aparece quando as coisas estão passando do limite. ara obter créditos, haja burocracia. Enquanto isso, o gado morre e o povo perde o pouco que tinha. Não se subsidia tudo que é porcaria neste país, porque esta sacanagem com o sertanejo? Com a palavra os governantes. Rafael Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Vendo uma situação desta, mais ainda vendo inloco, nas vsitas ao sitio de meu sogro em Muzalinha São Bento do Una, me faz lembrar a grande falha do Governo de pernambuco e dos prefeito das duas cidades, na construção da estrada que liga São Bento do Una a Capoeiras, não ficou um só açude para juntar agua para aquela região tão sofrida. Cheguei a comentar comPadre Aldo, e ele respondeu que não houve tempo de colocar no projeto, o que não ser lamentável. Tomara que um dia os governantes se consientise que o nosso problema é agua!!!
    Sales/Garanhuns

    ResponderExcluir
  3. PAULO CAMELO, COMENTA:

    É muito engraçado o governador Eduardo Campos dizer:

    "O governador Eduardo Campos já chamou a atenção da presidenta Dilma para a questão".

    Na realidade o governador não assume responsabilidade, uma vez que o mesmo se encontra em plena campanha presidencial.
    PERGUNTAR NÃO OFENDE: Como justificar essa contradição entre o Estado Pobre e o Estado Rico (SUAPE, por exemplo)

    ResponderExcluir
  4. Cadê o grande trabalho do super presidente Lula pelo Nordeste? Dizem que o Brasil agora é outro depois dele, porque ele não resolveu esse problema da seca? Coitado desse povo brasileiro sempre enganados

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Roberto, pela sensibilidade da sua explanação, fato real, já deveras conhecido dos nossos, tetravós, bisavós, avós, nossos pais, por nós e por nossos filhos, e a linha dessa tragédia anunciada, pelo jeito deve continuar infelizmente, por ainda longos anos.Parabéns ao meu amigo Sales e a Rafael Brasil, pelas ilustrações verdadeiras.Senhores, há mais ou menos dez anos foi anunciado um programa,que à época era a salvação de todos nós nordestinos,e principalmente dos nossos irmãos sertanejos, noticiada a quatro ventos, a transposição do rio São Francisco, seria em parte a redenção de todos nós, porque todos dependemos desse líquido precioso, mais ainda nossos heróis anônimos, nossos irmãos sertanejos,que sofrem a algumas centenas de anos sua falta, e luta diuturnamente pela sua sobrevivência e a dos seus. Deus nos deu dois terços de água e um terço de terra no nosso Planeta, portanto mais que suficiente para todos nós habitantes. Aos sertanejos,o líquido precioso infelizmente não chega, porque os homens e mulheres poderosos, com toda inteligência, tecnologia e recursos disponíveis não se dispõem a resolver esse problema, essa água que é indispensável a nossa sobrevivência, também faz nascer e crescer os alimentos que colocamos a nossa mesa.Nós, teríamos todos, dignidade, água em abundância, canais e micro canais que abasteceriam nosso sertão e parte do nosso agreste, era uma riqueza imensurável para todos, todavia, com o passar do tempo, foram surgindo outras prioridades.Sabe-se, nordestinos e sertanejos sendo prioridades? Dá para desconfiar, sei não! Ou é brincadeira ou tem alguma coisa errada aí, não deu outra, o dinheirinho foi ficando escasso, mais escasso, mais escasso e aí faltou,então como avançar essa obra sem dinheiro, milagrosa para nós, inútil para eles,e aí vai... chega um dinheirinho, faz-se alguma coisa, chega outro pedacinho de dinheiro se faz outra, e a passinho de tartaruga,vai se caminhando para um tempo que também não sei, concluí-la, há... só perguntando à Deus. Nossas prioridades digo deles, que, como pó faz desaparecer bilhões e bilhões de reais,do dia prá noite, ainda, a sua maioria, super faturadas, que o nosso povo talvez, só irá clamar, ou se dar conta dessas vergonhosas subtrações, daqui a uns dez anos ou vinte, ou talvez nunca, enriquecendo ainda mais, aqueles brasileiros já abastados de outros carnavais, com o nosso rico dinheirinho. Antigamente falava-se milionários hoje só se fala em bilhões, são bilionários.Voltando ao assunto das prioridades, sabe quais são; a copa do mundo, e as olimpíades,nada contra, nem uma nem outra,mas cada uma a seu tempo,porém vejam os senhores!Entra ano, sai ano e os nossos irmãos sertanejos, não fosse o bolsa família,(criticado por alguns) como animais famintos, já teriam se ido, outros migrados, para além terra.E a água, a água,ora...a água, vamos mudar de assunto, temos coisas mais sérias para tratar, por exemplo; escalar a seleção brasileira de futebol de Mano Menezes, para a copa do mundo, ou treinar nossos atletas para fazerem bonito nas olimpíades e o mundo todo admirarem. Bóris Casóy diria "Isto é uma vergonha."E o nosso irmão sertanejo,a sim, o nosso irmão sertanejo, puxa, já havia me esquecido, sei não...

    ResponderExcluir
  6. Que o Sr. Armando Duarte. Faça a sua BARRAGEM que o mesmo prometeu na campanha, e que o mesmo faça também o sistema de ESGOTO na cidade que é muito bom e isso se trata de qualidade de VIDA para uma CIDADE. Porque acho o cumulo do absurdo existe uma tal de COMPESA, que cobra em media 30 reais/mês para todos os moradores ficarem comprando água dos caminhões pipa? Busque seus apoios políticos e não faça como os demais...

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente meu caro Roberto Almeida esta seca está sendo uma das piores de todos os tempos. Sou morador da cidade de Calçado também no Agreste Pernambucano, e aqui a situação é desesperadora, faz mais de dois meses que a única barragem (Santa Rita) que abastecia a cidade secou, estamos dependendo bastante dos carros pipas que na ocasião são insuficientes para abastecer a residência de todos os moradores, somado a isso é que temos que pagar todos esses meses todas as contas a "Irresponsável da COMPESA" e ainda por cima, toda essa água de carro pipa é PAGA, sendo 1.000 litros por R$ 15,00. Quanto a prefeitura, temos apenas que lamentar, apesar do prefeito ter feito todos os esforços possíveis para garantir água na residência de todos os calçadenses a Empresa Compesa não está cumprindo com sua parte, apesar do Governo do Estado ter apresentado sua parcela de culpa nesse problema. Afinal a situação só será resolvida se houver uma transposição das águas da barragem de São Jacques (Canhotinho) que abastece Lajedo/PE para o nosso município ou ainda uma construção de uma barragem mais próxima a cidade também poderia ser uma solução, mas infelizmente está cada vez mais difícil esperar ações claras e objetivas de nossos governantes.
    Quanto a ajuda do município, no momento está impossível do coitado do gestor nos ajudar, sabemos de sua solidariedade e carinho com a população, mas a prefeitura está passando por um grave problema financeiro, como se não bastasse as reduções das parcelas do FPM, há indícios de um grande "rombo" nos cofres públicos da Prefeitura, segundo informações de terceiros e funcionários esse valor pode ultrapassar mais de 1,5 milhões de reais, fato que foi contabilizado pelo prefeito apenas agora no final do seu 1º mandato, ou seja ele não sabia de nada foi uma mera vitima nas mãos de pessoas más, as pessoas que ele confiava o traíram de forma cruel, fazendo com que ele reduzisse ainda mais as despesas da Prefeitura. Assim, o que fazer no momento tão ruim como esse? Só Deus sabe !!!

    ResponderExcluir
  8. O Lula quando não era presidente dizia se eleito fosse iria acabar com essa pouca vergonha que era o carro pipa, e acabou!Inventou uma transposição do São Francisco só para eleger a POSTE e tá lá a obra se perdendo e sendo destruida no meio do tempo. Nós nordestinos soubemos dar a resposta a essa bandidagem dos petistas. De nove capitais, apenas a da Paraiba elegeu um mensaleiro do PT. Infelismente ixiste São Paulo que o eleitor de lá só sabe o que é tiririca, Maluf e Hadad...........

    ResponderExcluir
  9. MARCELMO (CAETÉS)1 de novembro de 2012 10:55

    Os agricutores da nossa região estão chegando a um ponto em que já não sabem mais o que fazer, principalmente aqueles que ainda estão conseguindo manter algumas cabeças de gado. Pois estes não tem mais reservas de volumosos para complementar a alimentação de seus animais e estão mantendo eles somente com ração concentrada o que fica muito caro e apos um certo tempo eles começam a não querem comer mais essa ração. Aqui mesmo onde eu moro já acabou quase tudo, restando apenas um resto de capim seco do ano passado e tocos de palma , nesses ultimos dias muitas pessoas estão alimentando seus animais com crespo (PLANTA ESPINHOSA USADA PARA DIVIDIR AlGUMAS PROPRIEDADES) e mandacaru quando tem , na ultima segunda á noite ocorreu algo inesperado e no minimo curioso , furtaram um pé de mandacaru da propriedade de um primo meu , coisa que jamais pensamos que podesse acontecer um dia . Isso mostra ao ponto em que chegou a situação dos agricultores da nossa região.
    Agora o complicado mesmo é a posição dos nossos governantes . Eles dizem que fazem diversas coisa para amenizarem nosso sofrimento , mas quando procuramos elas nunca encontramos . A ultima foi uma tal de aguda para comprar-mos ração , mais vegam só, essa aguda parece que é no valor de 280 reais e dividida em 4 vezes. agora vegamos para que serve esse valor na alimentação animal. Um saco de farelo estar na media de 50 reais , sendo que esse, dependendo da quantidade de animais não dar para nada , imagine se tem como passar 4 meses alimentando um rebanho com esse valor.
    A gente está em uma sitação complicada ,pois não iremos conseguir manter os animais por muito tempo e não conseguimos vender a maioria deles devido a situação em que si encontram.

    ResponderExcluir
  10. Onde estão Dilma e Lula? Hein? Onde estão os benfeitores do povo sofrido do nordeste? Cadê Eduardo Campos? Enquanto existir essas Bolsas-esmolas para iludir o povo, esses políticos continuarão se autoproclamando defensores dos pobres e continuarão enriquecendo com a seca. No deserto de Negrev, em Israel, transformaram areia infértil em oásis; mas lá tem políticos realmente comprometidos com o povo. Aqui, temos os "paizinhos" e "maizinha" dos pobres. 2014 vem aí. E todos prometerão mundos e fundos ao sertanejo. Cabe ao sertanejo deixar de acreditar em falácias e exigir seus mínimos direitos.

    ResponderExcluir