ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 27 de julho de 2012

MARKETING E JUSTIÇA NAS CAMPANHAS

Das cinco campanhas políticas que estão sendo feitas pelo publicitário Marcelo Jorge, três são de mulheres: Débora Almeida (PSB) em São Bento do Una, Neide Reino (PSB), em Capoeiras;e Judith Alapenha (PDT), em Bom Conselho. Em Garanhuns ele é o marketeiro de Silvino Andrade (PSDB) e em Brejão de Sandoval Cadengue (PSB). O tucano Silvino e a socialista Neide tiveram pedidos de impugnação de suas candidaturas e se aguarda a decisão da justiça.

Como em campanha vale tudo, em Bom Conselho está sendo divulgado pela internet uma foto do candidato do PSDB, Danilo Godoy, informando que o mesmo é foragido da Justiça da Paraíba. Mesmo assim, segundo jornais do Estado vizinho, o tucano é o líder das pesquisas.

Em Garanhuns um assessor de Izaías Régis informou ao blog que a única candidatura que já está homologada no TRE, das quatro que pediram registro em Garanhuns, é exatamente a do petebista. As outras estão esperando o julgamento do juiz eleitoral. (Na foto a candidata Débora Almeida abraça uma criança durante uma de suas caminhadas).

2 comentários:

  1. Parabenizo o blogueiro por deixar a gente por dentro de tudo das campanhas políticas falando tanto dos candidatos quantos dos seus marketeiros e o melhor é que não se limita só a Garanhuns
    por isso que esse blog é um dos mais lidos de Pernambuco

    ResponderExcluir
  2. José Fernandes Costa27 de julho de 2012 21:49

    CONCORDO com o Branquinho, a respeito do Blog do Roberto. - 2. E PARABENIZO a candidata Débora Almeida. - Não só pelo fato de ela estar abraçando a criança. - Mas sim, pela sua força de jovem capaz. Bem como, pela disposição para ganhar essa eleição. - 3. Com respeito ao processo em que está envolvido o candidato do PSDB em Bom Conselho, ISSO É FATO. - Houve o homicídio em João Pessoa. Ele e dois dos seus companheiros que haviam ido a uma festa naquela cidade, foram apontados como autores do crime. - Foi feito o inquérito. - O promotor ofereceu a denúncia. - O juiz da 2ª Vara do Júri de João Pessoa acatou a denúncia. - E decretou a prisão preventiva dos acusados. E eles passaram a ser procurados e tidos como foragidos da Justiça. - Houve recurso por parte dos três pronunciados. Mas os juízes do Tribunal de Justiça da Paraíba negaram o recurso. - Não aceitando a decisão daquele tribunal, eles apelaram para Superior Tribunal de Justiça (STJ), que TAMBÉM DENEGOU o pedido. - Ambos os tribunais entenderam que o decreto de prisão estava devidamente bem fundamentado. - Sem achar saída, eles bateram às portas do Supremo Tribunal Federal (STF). - O ministro Joaquim Barbosa, relator do pedido de Habeas Corpus, deferiu o pedido, parcialmente. Isto é, revogou o decreto de prisão, mas considerou que a denúncia NÃO entra em conflito com a lei. - Assim, a denúncia é devidamente legal. - Portanto, o ministro Joaquim Barbosa manteve a denúncia. - E NEGOU o trancamento da ação que fora requerido pela defesa. - Com isso, o processo contra o candidato do PSDB em Bom Conselho continua pendente de decisão judicial. - Ou seja, o processo carece de mais provas. - Cabe ao Ministério Público conseguir essas provas, por meio de novas diligências. - E fazer o processo andar./.

    ResponderExcluir