sábado, 30 de junho de 2012

LUIZ CARLOS EMPLACA O VICE DE SILVINO

O prefeito Luiz Carlos de Oliveira (PDT) mostrou que ainda tem força e indicou Marcelo Marçal (foto) como vice de Silvino Andrade Duarte. Precisando do apoio da máquina municipal para fazer a sua campanha, o tucano cedeu o quanto pode para atender o pedetista. O primeiro a ser sondado para ser companheiro de chapa do ex-governante foi o pastor Inaldo, da Igreja Presbiteriana, que preferiu ficar fora da política. Outra opção imaginada foi a do empresário Geová Barros, mas este também não quer saber de disputar eleições. Gedécio, que aceitava ficar no lugar do irmão foi descartado e se abraçou com Zé da Luz. Quem também pensava em ser vice na chapa encabeçada pelo PSDB era o vereador Dimas Carvalho, dispensado para abrir a vaga para Marcelo, homem de confiança de Luiz Carlos. O vereador Sivaldo Albino, aliado fiel do ex-prefeito, nunca esteve nos planos do seu líder. Este quando esteve impedido de sair candidato lançou a mulher, Aurora Cristina, e voltando à cena novamente deixou sem espaço o parlamentar do PPS.

Com a definição do palanque tucano, Garanhuns tem definidas as suas candidaturas, os partidos de cada palanque e os principais aliados de cada um. Izaías Régis (PTB), tem como vice Rosa Quidute e apoios importantes como do senador Armando Monteiro, lideranças estaduais e nacionais do PSB e PT, além de Audálio Ramos, Alcindo Menezes, Paulinho Brasileiro, Tony Neto, Expedito Nogueira, Adolfo Lopes, o vereador Gersinho, dentre outras.

Silvino Duarte, que ainda tem de resolver o problema da votação da Câmara, anulada pela Justiça, tem como principal aliado o prefeito Luiz Carlos de Oliveira e 9 dos 11 vereadores de Garanhuns. Terá ainda em seu palanque lideranças estaduais e nacionais do porte de Sérgio Guerra e Aécio Neves, este o provável candidato do PSDB à presidência em 2014.

Zé da Luz terá ao seu lado o ex-vereador Gedécio Barros e toda sua família, uma chapa de candidatos à Câmara Municipal competitiva, possivelmente o apoio de alguns setores do PSB e lideranças nacionais do porte de Inocêncio Oliveira, principal nome do PR no Estado. Paulo Camelo (PSOL) é o único candidato à esquerda, que disputará em faixa própria criticando as lideranças da burguesia.

13 comentários:

  1. Pobre do Dr. Silvino! Apoio de Luiz Carlos? Home desista enquanto é tempo pra não fazer como Dourado que viu cair todas as suas "lantejoulas douradas" e morrer na praia desmoralizado. Como diz o ditado:"nem mel nem cabaça"...tinha a prefeitura de Lajedo nas mãos e no final: nem Lajedo nem Garanhuns ha ha ha . Preste atenção Dr. Silvino: sua fase já passou o senhor "já era" "já foi" prefeito de Garanhuns. Não se exponha mais do que já se expôs! Vá exercer sua profissão de médico que é o melhor que o senhor faz!Ana Mércia de Heliópolis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana querida, em política tudo PODE! Dourado não perdeu nada, Izaías é que saiu ganhando. Ts, ts, ts, Granhuns ainda tem muito que aprender nesse terreno da política.

      Excluir
  2. Silvino, Luiz carlos e seus 9 vereadores comprados, eu quero que vocês percam tudo seus ladrões.

    ResponderExcluir
  3. Eu já não simpatizo com Silvino, e agora junto com esse MArcelo é que nã voto, nunca vi um Marçal Prestar perguntem ao povo de Saloá que colcou ess bando de falsos para fora de lá, chega eu sou Iza,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. porque você não se identifica? aí fica mais fácil de se conversar.

      Excluir
  4. A população de garanhuns pouco se importa com quem esteja apoiando silvino duarte. O povo gosta de silvino não pelos seus apoios ou com quem ele esteja coligado ou não. O povo apoia silvino por que ele realmente fez uma boa gestão. Isso é inquestionável.

    ResponderExcluir
  5. Das candidaturas apresentadas, a que mais causa incômodo é a de Silvino Duarte. Apesar de seus tão propalados prêmios passados, onde foi apontado como um dos grandes gestores públicos do país, Silvino foi o articulador do modelo de governabilidade que vige em Garanhuns: amplas maiorias na Câmara, sustentada com o loteamento da máquina pública por pessoas da confiança dos vereadores ou de pessoas ligadas ao prefeito; condução de tímidas obras públicas, "para o povo ver'', desintegradas de qualquer projeto maior de desenvolvimento para a cidade; inatividade e quase total falta de integração com as outras esferas de governo, com o isolamento político da cidade; prosseguimento com a notória falta de investimento na educação e na saúde, sucateadas e duramente mantidas com parcos recursos, acompanhadas pelo corte severo de gastos sociais e, paradoxalmente, pelo aumento do custeio da máquina pública, a segunda maior empregadora do município, após o setor do comércio. O resultado desse modelo de gestão foi a estagnação da economia garanhuense em um período pré-Lula, onde a cidade assistiu ao Brasil e ao resto de Pernambuco, notadamente Caruaru, Arcoverde e Petrolina, darem um salto econômico qualitativo e quantitativo. As parcas vantagens oriundas dos serviços públicos são reservadas ao compadrio dos políticos, numa relação clientelista, pro meio da qual se articulam bases eleitorais sólidas, mas totalmente anti-democráticas e excludentes basta dizer que os pequenos favores, como marcação de consultas, doação de remédios, alimentos e mesmo de empregos (...) pelos políticos à segmentos reduzidos da população criaram um subsistema que drena os recursos públicos e, por outro lado, impede qualquer pressão popular por um governo desenvolvimentista. Essas relações de compadrio, de boas relações, baseadas na amizade pessoal dos eleitores com os políticos, são o coração da estagnação da cidade: o sistema cria fortes fundamentos para manter-se, na própria população, em sua relação promiscua com a classe política, cujo auge de expressão se consagra no gravíssimo problema da histórica compra de votos em tempos de eleições.

    ResponderExcluir
  6. Izaias saiu muito fortalecido, com o apoio de vários partidos e do governador, assim tem tudo para ganhar a eleição e quem saiu ganhando mesmo foi o município de Garanhuns. Agora Silvino não poderia ter escolhido um vice melhor para concorrer com ele, pois são muito parecidos politicamente falando.
    Sales/Garanhuns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O governadaor não apoiou so Isaías, vc deve saber disso né Sr Sales, mas ninguém comenta. Como tb o Pmdb se dividiu vc tá com Isaias , mas Seu Ivo não( ele não tava doido de apoiar a vice da chapa de Isaías)

      Excluir
  7. Não temos opção, vamos ter que escolher dentre os medíocres políticos: vejam só, na hora H vale tudo, os conchavos são para beneficio próprio: os caciques discutem os interesses deles, é a verdadeira politica do PÃO E CIRCO. até agora ninguém apontou projeto para o município, só ficam dizendo: sou a melhor opção pois vou conseguir dinheiro para a cidade. é um blábláblá arretado, e o povo a cada eleição cai na mesma ladainha. Se Garanhuns está nesta situação a culpa é dos politicos, empresários( boa parte se beneficia com esta politica suja), e o próprio povo que não sabe reivindicar seus direitos.

    Vai um conselho: se bater a sua porta um politico que lhe prometa dinheiro, não vote pois vc vai está colocando um ladrão para lhe representar.

    ResponderExcluir
  8. Marcelo cara pau há bem pouco tempo malhava o cacete em Luiz Carlos, agora é indicado por ele a vice de Silvino, falar das brigas de Silvino e Luiz não é necesário nem falar.Será que o povo de Garanhuns é tão IDIOTA ao ponto de se deixar levar por este discurso hipócrita da UNIÃO, daqueles que só governam para os "seus" e o povo que se exploda.ACORA GARANHUNS.

    ResponderExcluir
  9. Maquina Municipal reprenta a força de Luiz Carlos ´e o nosso DINHEIRO, para a compra de votos, coaçao de servidore etc. Esperamos que O ministerio publico na pessoa do Dr. Alexandre Bezerra, continue comprido o seu exemplar papel, o povo de Garanhuns, agradece.

    ResponderExcluir
  10. Bom quando os MArçal se juntam é para tirar proveito de alguém, e neste caso querem a tetinhas da prefeitura de Garanhuns, pois a de Saloá, deu um pé na bunda neles

    ResponderExcluir