SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

segunda-feira, 18 de julho de 2011

É PRECISO TER UM LADO

Ideologia! Eu quero uma pra viver... Assim cantava o poeta Cazuza.  O artista enxergava longe e nesta canção foi político e principalmente filosófico. Todos precisamos de uma crença, uma ideia, um projeto, uma igreja ou um partido, amigos, ídolos ou uma ideologia pra viver. Estão enganados os que pregam o fim das ideologias. O socialismo utópico ou o comunismo burocrático podem ter se revelado inviáveis, no entanto os sonhos de uma sociedade mais justa, de um mundo melhor, a esperança de melhores dias, isso ninguém pode tirar das pessoas, pois se isso for feito elas vão se entregar totalmente ao álcool, às drogas pesadas, à corrupção, a outros tipos de crime e teremos o vazio ou a barbárie.

Saindo desse campo mais filosófico, vindo para as situações reais, perto do nosso dia a dia, eu quero dizer que é preciso ter lado! É necessário assumir posições. Homens e mulheres que vivem em cima do muro ou pulando de galho em galho perdem respeito e credibilidade. Veja o caso de Marco Maciel, Roberto Magalhães, José Tinoco, Ivo Amaral, José Mendonça Bezerra e Mendoncinha. Podem ser de direita, ter os seus defeitos, ter compactuado com o regime militar e práticas políticas condenáveis, mas sempre tiveram um norte, um lado e permaneceram fieis aos seus ideais, a sua ideologia.

Do outro lado do espectro político o mesmo se pode dizer de Leonel Brizola, Gregório Bezerra, Miguel Arraes, Ivan Rodrigues, Humberto de Moraes, Samuel Salgado e Antônio de Pádua. Sofreram a opressão, a calúnia, a incompreensão, porém permaneceram firmes na luta, na defesa do que acreditavam, alguns deles se tornando mito não porque a mídia fabricou e sim porque o povo viu neles a figura de heróis e consagrou alguns desses nomes como tais.

Estamos vivendo um tempo em que as pessoas procuram enganar a si mesmos e aos outros talvez iludidos com a tese de que a ideologia acabou. E está cada vez mais difícil encontrar quem tenha um lado, mantenha a coerência, resista à tentação de se juntar aos poderosos de plantão. O leitor me responda, por favor: faz sentido o ex-deputado André de Paulo, formado na escola de Marco Maciel, hoje estar na base aliada de Eduardo Campos? Dá para entender João Mendonça brigando com o primo e se bandeando para o lado do governador? Você acredita que Márcio Quirino ou Silvino Andrade já foram socialistas algum dia?

Nesse ponto, sou como alguns matutos da minha querida Capoeiras. Eles não toleram quem vive "mudando de lado", quem não tem posição. E respeitam quem se mantém firme, sem vender a consciência nem a força física. Sou uma pessoa de esquerda, como meus leitores sabem. Votei a vida toda em figuras como Arraes, Jarbas (quando era do lado de cá), Cristina Tavares, Lívio Valença, Marcos Freire, Lula, Lula, Lula, Lula e Dilma.

Acredito que tenho um lado, não vivo virando casaca. Repeito, contudo, os homens de direita (desde que não sejam nenhum Bolsonaro) com um mínimo de seriedade e que permanecem em seus postos, lutando por suas ideias. Marco Calado, de Angelim; Álvaro Porto, de Canhotinho, Ivo e Tinoco, de Garanhuns; Mendonça Filho, de Belo Jardim; Gustavo Krause, Maciel e Magalhães, do Recife, embora nunca tenham tido o meu voto ou a minha simpatia política merecem respeito. Pelo menos enquanto permanecerem fieis a um ideal, tiverem um lado, souberem demarcar o terreno onde pisam.

Os políticos não são todos iguais. Alguns tem defeitos. Outros não valem nada. Quem quiser que bote a carapuça.

4 comentários:

  1. Nunca mais, depois de decretada minha inexistência pelo Pivete Treloso de Bom Conselho, junto com o Bolsonaro do Agreste, que diz ser de lá também, embora ninguém o conheça por lá, eu tinha tido vontade de comentar aqui no Roberto.

    Agora, depois que o Blog da CIT morreu, vivo lutando no bando de Jesuíno Araújo, pelo que é justo e pelo que é certo, inclusive dizendo que sempre temos que ter uma ideologia, concordando com o amigo Roberto.

    O grande problema Roberto, é que eu lhe nomearei chefe do meu bando se você disser qual é hoje a ideologia do Lula e da Dilma ou mesmo do Conde Eduardo. Será a mesma do socialista Joaquim Francisco? Neste nosso processo político todos os gatos são pardos. A ideologia também.

    E quando descemos ao nível municipal, ideologia é algo inexistente. Veja em meu Bom Conselho querido. Hoje temos o maior número de candidatos a prefeito por metro quadrado. Tudo passa pela candidatura ou não da Mamãe Juju, que já era dada como certa pelo infante Dom Felipe em seu blog boquirroto. Hoje, já se sabe com certeza que ela irá voltar a criar os filhos (não sei se ela já tem netos, e nisso eu tenho muita experiência para dar), e ficam os outros. A única ideologia predominante é o Eduardismo, cuja características básica é cuidar dos raquíticos do litoral em detrimento dos agrestinos e sertanejos fortes, e enganá-los com promessas não cumpridas.

    Aqueles candidatos de partidos que fazem, em outro nível oposição, ao Conde, estão migrando para as legendas de aluguel que são a saúva de nossa política. Partidos que ainda fazem oposição, lá praticamente não existem. Ou seja lá não temos um Paulo Camelo. E, eu, que iria entrar na briga não posso, pelo menos na frente de batalha aberta dos palanques neste 2012. Mas, ainda resta uma esperança que, depois da Mamãe Juju, venha alguém que possa recuperar o prestígio do nosso gênero, em nossa terra. Desta vez não deu, a Mamãe Juju, como prefeita, foi uma boa mainha.

    Êta, tenho que parar pois, agora nem o Blog da CIT tenho mais para publicar se você não me publicar Roberto. Parabéns pelo bom e, como sempre, instigante texto.

    Lucinha Peixoto (Uma sobrevivente das águas em Recife, depois de 10 anos de governo do povo petista e comentando no Mural da AGD no link do meu nome)

    ResponderExcluir
  2. CARO JORNALISTA ROBERTO ALMEIDA,

    SEUS COMENTÁRIOS DEMONSTRAM EQUILÍBRIO E SERIEDADE. VOCÊ AFIRMA: "Estão enganados os que pregam o fim das ideologias". E ACRESCENTA: "os sonhos de uma sociedade mais justa, de um mundo melhor, a esperança de melhores dias, isso ninguém pode tirar das pessoas, pois se isso for feito elas vão se entregar totalmente ao álcool, às drogas pesadas, à corrupção, a outros tipos de crime e teremos o vazio ou a barbárie. MOSTRA AINDA QUE: "É preciso ter lado! É necessário assumir posições. Homens e mulheres que vivem em cima do muro ou pulando de galho em galho perdem respeito e credibilidade". MAIS ADIANTE, A NÍVEL REGIONAL, FAZ REFERÊNCIA A MIM (FICO LISONJEADO) E A ANTÔNIO DE PÁDUA COMO POLÍTICOS QUE, MESMO ENFRETANDO OPRESSÕES, CALÚNIAS E OUTROS TIPOS DE CONSTRANGIMENTOS, NUNCA MUDARAM DE LADO. POIS BEM, POR TUDO ISSO, FIQUEI SURPRESO QUANDO, QUINTA-FEIRA, EM PLENO FESTIVAL DE INVERNO (NO CAMAROTE DO GOVERNADOR), ÁLVARO PORTO E JOÃO MENDONÇA ME DISSERAM QUE AGORA ERAM ALIADOS DE EDUARDO CAMPOS. OUTRO POLÍTICO, AFIRMOU: "Samuel, sempre achei que você era comunista e hoje estamos no mesmo lado". JOÃO MENDONÇA FOI MAIS ALÉM AO AFIRMAR: "O governador é quem vai dizer o partido que devo me filiar". VOCÊ, COM MAESTRIA ENCERRA SEU TEXTO, DIZENDO: "Os políticos não são todos iguais. Alguns tem defeitos. Outros não valem nada. Quem quiser que bote a carapuça".

    MINHAS SAUDAÇÕES,

    SAMUEL SALGADO.



    FINALIZO, AFIRMANDO QUE SE UM DIA ENCONTRAR MOTIVOS PARA ME AFASTAR DE EDUARDO CAMPOS, CONTINUAREI NA ESQUERDA. NUNCA IREI VIRAR A CASACA.

    ResponderExcluir
  3. ESSA É A IDEOLOGIA PREDOMINANTE EM NOSSO PAÍS.


    10 Mandamentos do PT
    1. Jamais falarás a verdade;
    2. Sempre culparás alguém por teus erros;
    3. Utilizarás propaganda para iludir e enganar;
    4. Farás tudo para te perpetuares no poder;
    5. Enriquecerás às custas do dinheiro público;
    6. Aliar-te-ás a qualquer um para te manteres no poder;
    7. Nunca deixarás de proteger teus companheiros;
    8. Jamais trabalharás;
    9. O que for bom, mostrarás, o ruim, esconderás;
    10. Darás bolsa-qualquer-coisa para sempre manteres o povo na ignorância.LUCAS LEIVA/CAETÉS

    ResponderExcluir
  4. "EM QUEM ACREDITAR PARA SE TER UM LADO"

    Pense que tema de uma redação que parece fácil, mas não é!

    Quando existia ARENA E PDS, eu fui PDS.Depois eu achei que o Partido que lutada pelas causas sociais era o PMDB.Entrei nele.


    Passei um bom tempo.Fui eleito vereador pelo PMDB.Fiz 2 abaixo-assinado um com 3.146 assinaturas entregue ao Ex-governador Dr. Miguel Arraes de Alencar em 1989 e outro com 5.000 assinaturas entregue ao Ex-governador Dr. Jarbas Vasconcelos pedindo o ASFALTO DA PE-203.

    No dia da inauguração eu e Joaquim da Pipoca saímos às 06:00h em passeata soltando fogos e com um carro de som andando os 14 km agradecendo ao Ex-governador, eu era o Presidente do PMDB e apresentei o Título de Cidadão Horário ao mesmo e ele não me deu a menor importância.

    Depois com a chegada de FHC ao poder, o qual, votei duas vezes entrei no PSDB em 1996.


    Votei 3 vezes em Lula,2 vezes em FHC e 1 em Dilma.

    Em julho de 2010 saí do Partido DEMOCRATAS por não concordar que 5 vereadores do PARTIDO em Lagoa do Ouro subisse no palanque do PT e PSB.Apoiar tudo bem, agora subir no palanque não.

    Pela primeira vez na minha militância política eu entrei em 2 comitês ao mesmo tempo.Ambos apoiaram os seguintes candidatos: OPOSIÇÃO (PT-PSB-PTN-PSDB-PDT: DEPUTADO FEDERAL WONEY QUEIROZ E ESTADUAL CLAUDIANO MARTINS FILHO) E GOVERNO ( DEM - PMDB-PR-PTB: DEP FEDERAL INOCÊNCIO DE OLIVEIRA(PR) E ESTADUAL LEONARDO DIAS FILHO (PSB). AMBOS APOIARAM PARA PRESIDENTE DILMA, SENADORES HUMBERTO COSTA E ARMANDO MONTEIRO.

    Na eleição passada, isto é, de 2010 não subi no palanque de ninguém em Lagoa do Ouro.Pois a campanha de 2008 para Prefeito e vereador foi uma das mais disputadas com palavrões de baixo nível, com ameaças descabidas, com cabos eleitorais conversando muita besteira e que não condiz com a minha formação acadêmica de Professor de Química e Matemática.

    Pois bem, no momento estou sem partido. E, agora meu Caro Roberto Almeida, qual o lado seguir e qual lado confiar, eis a questão!

    Subir no palanque para ver e ouvir pessoas que antes me taxavam de boca preta, impugnaram minha candidatura em 2004, me ameaçaram por mais de uma vez, me chamaram de falso e tá nervoso tome chá,não me incentiva entrar no partido para contrariar tudo o que eu preguei nas salas de aula e em praça pública durante 35 anos de vida pública sem ter dado um tapa e nem perseguido ninguém, apenas combati a " PRAGA DO VOTO COMPRADO" e por isso perdi 5 eleições das 7 que disputei.


    E foi, justamente, acreditando na minha Competência, na minha Seriedade e no meu Trabalho junto à 15 Associações Comunitárias de Lagoa do Ouro que, mais uma vez, fui derrotado nas eleições de 2008.


    Acreditei,confiei,visitei praticamente todo o município e a cidade 4 vezes casa por casa e mesmo assim, perdi a eleição.

    Finalmente, diante dessa pequena História de vida e de militância política, de tantas derrotas sem merecer tanto, diante da misturada de todos os partidos, de todos os governantes do País (Prefeitos, Ex-Prefeitos, Vereadores, Ex-Vereadores, Governadores, ex-Governadores, Presidentes e Ex-Presidentes, de cabos eleitorais estúpidos e ignorantes, diante de um povo que dá 1.820.000 votos a um Deputado Federal semi-analfabeto e não elege um PROFESSOR que disputou 7 eleições já como um JOVEM UNIVERSITÁRIO aos 23 anos com 400 votos, então me faz perguntar a Você meu Querido ROBERTO ALMEIDA e demais Blogueiros, leitores e eleitores qual o lado que eu devo estar e permanecer?

    Palavra de um PROFESSOR que, não guarda mágoas de ninguém, apenas lamenta a situação que chegamos em pleno século vinte e um (XXI) com os políticos que a gente confiava transformando os partidos em barriga de aluguel.

    Em Lagoa do Ouro os dois homens que estão brigando em praça pública para ficar com os partidos PT e PSB são os dois que mais odiaram e massacraram as bandeiras vermelhas no passado recente.

    Palavra do Professor -JOSÉ LUZ DE CARVALHO IRMÃO -ZECA BARBOSA -LAGOA DO OURO-PE.

    ResponderExcluir