quarta-feira, 15 de junho de 2011

OS BOMBEIROS DO RIO DE JANEIRO

Tem coisas que eu não consigo entender. Por que um bombeiro ganha perto de R$ 3 mil por mês em Brasília e em Goiás e só R$ 900 no Rio de Janeiro? Até Pernambuco, que não paga isso tudo aos funcionários está remunerando melhor os bombeiros do que o RJ. Os militares que trabalham para apagar incêndio estão tocando fogo no seu estado. Não podia ser diferente. Ganham muito pouco, desse jeito vão deixar as labaredas tomarem conta da cidade maravilhosa. O governador Sérgio Cabral, do PMDB, não sei por que quando da prisão desses servidores - que estão lutando por seus direitos - trouxe a minha memória Luiz Antônio Fleury, o homem do massacre do Carandiru. À época governava São Paulo e também era peemedebista. Não houve mortes, neste último caso, porém os dirigentes políticos dos dois estados agiram de forma um tanto parecida. De forma arbitrária, sem demonstrar sensibilidade. Como quem diz: "Aqui mando eu".  Deus queira que venha o bom senso e não aconteça o pior. Até lá vou tentar entender porque os bombeiros de Brasília, de Goiás, de São Paulo, de Pernambuco e até de Alagoas são melhores do que os do Rio de Janeiro. (Na foto o vistoso quartel central dos bombeiros do RJ).

2 comentários:

  1. Caro Roberto Almeida, você consegue entender sim, você é uma pessoa inteligente e essa analise depende da ótica utilizada, se formos olhar do ponto de vista salarial dos bombeiros, o movimento está corretíssimo, se olharmos do ponto de vista da autoridade do governador e analisando sua conduta diante do resultado produzido pelos bombeiros com suas ações desastrosas, o governador não poderia deixa de tomar a atitude que tomou, caso contrário ia ficar desmoralizado, e por isso está sendo criticado pela mídia e por alguns politicos demago. Vejamos que tipo de funcionários públicos são os bombeiros e o que eles fizeram que obrigou o governador a tomar tal decisão: Primeiro, os bombeiros não são funcionários públicos civis, são bombeiros militares, portanto são militares sob a ordem e a disciplina, e o militar conforme a constituição federal não pode fazer greve; segundo, uma categoria fazer uma manifestação pacifica é uma coisa e invadir o quartel geral da corporação, retirar a força das viaturas os colegas que estavam atendendo as solicitações de ocorrências e furar os pneus das viaturas, é outra coisa, Isso é ou não é vandalismo com o bem público? Foi tão correta a atitude do governador que ajustiça militar acatou a prisão dos bombeiros, estão soltos mas vão responder pelo crime cometido, e eles sabem muito bem que pelas normas militar cometeram varios crimes. Agora essa repercução toda é pelo fato deles serem bombeiros, porque existe outras categorias de funcionários públicos por essse brasilzão ganhando menos ainda que eles e não saem por ai quebrando tudo. Até pareçe que são os únicos a salvar vidas!

    ResponderExcluir
  2. è complexo,fazer qualquer afirmativa, favorável ou contra os bombeiros...

    Mas o Roberto, tem razão porque não unificar os salários em todas as classes,afinal a carga tri
    bitaria e pesadissima independente de região.

    Se os bombeiros partiram para força, é porque o governo, não respeita seus servidores.

    Olhem a bagunça que este vermelho vai fazer em nossa nação, as greves estão estourando, em vários estados e as mais variadas classes profissionais,portanto, a insatisfação salarial existe, e o governo, não que resolver valorizar o servidor, publico, então cobra o que de maus serviços, na Educação, Saude, Segurança, etc...

    Só existe bons serviços com estrutura e bons salários, coisas que não temos por falta de vontade POLITICA..

    nÃO ENTEDEMOS PREGAM QUE NÃO DEVEMOS MAIS NADA A NINGUEM A PETROBÁS ABAROTADA DE DINHEIRO PARA
    FAZEREM POLITICA BAIXA COM CARTÕES SOCIAIS E COMPRAREM O VOTO DO POVO SOFRIDO MENSALMENTE,
    ASSIM ATÉ UM POSTE VIRA pRESIDENTE....

    ResponderExcluir