SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

segunda-feira, 20 de junho de 2011

HOMEM TENTA MATAR MÉDICO EM JUPI

Um homem armado, ainda não idenficado pela polícia, invadiu o Hospital Municipal de Jupi, a 20 km de Garanhuns, e tentou matar o médico que estava de plantão na unidade, Paulino Vigete Neto. Este foi salvo pelo vigilante Márcio Roberto da Rocha, que ao perceber a intenção do desconhecido se colocou à frente do profissional de saúde. O homem, de pele morena e vestindo uma camisa amarela disparou e acertou cinco tiros no vigilante e um de raspão no médico. Roberto está internado no Hospital Dom Moura e Paulino no Monte Sinai, no bairro de Heliópolis. Após atirar dentro do hospital de Jupi o homem fugiu e ainda não foi encontrado pela polícia. Até o momento são desconhecidos os motivos do ataque. (Na foto a cidade de Jupi, que teve a sua tranquilidade quebrada no final de semana).

2 comentários:

  1. Vejam que irônia do destino,o vigilante ficou na frente do médico para que o mesmo não fosse atingido.Praticamente ele deu a vida dele pelo profissionalismo,hoje se encontra no hospital Dom Moura e o médico no Monte Sinai.São essas coisas que eu jamais vou entender,acho que esse médico ou a familia poderia agradecer a este vigilante pelo menos colocando-o no mesmo hospital,mas tá ai as diferenças sociais não é mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Isso serve de alerta a todos os profissionais de saúde desse agreste.

    na maioria das cidades do agreste não temos segurança na área hospitalar,e muitos munícipes mal-educados e violentos podem interpretar um mal atendimento e partir para a violência.

    Precisamos de segurança nos hospitais e nos PSF"s.

    Adolfo César

    ResponderExcluir