sexta-feira, 22 de abril de 2011

DILMA E A HOMENAGEM DO EXÉRCITO

19 de abril foi Dia do Índio e do Exército Brasileiro. O cantor Roberto Carlos completou 70 anos, conforme foi registrado neste blog. E tivemos, ainda, algumas homenagens significativas. A presidenta Dilma Roussef e o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, foram homenageados pelas Forças Armadas, com a Comenda da Ordem do Mérito Militar, numa solenidade realizada no Quartel General, em Brasília. Da condição de mulher, participante da luta armada contra a ditadura de 1964, presa e torturada pelos que comandavam o regime político da época, a petista chega em 2011 recebendo a mais alta condecoração do Exército Nacional. Nada como apagar o passado. A presidenta devolveu a gentileza: Disse numa mensagem que "as Forças Armadas têm vocação social, merecendo a confiança da sociedade brasileira pela eficiência dos integrantes da corporação". Salve a Democracia!

6 comentários:

  1. As postagens do Roberto são muito instigantes. Numa Sexta-Feira Santa, parece que são feitas para eu pecar.

    Todos sabem que enquanto há uma novela que sobre o período revolucionário, com depoimento de Zé Dirceu e tudo, mas sem depoimentos até agora, dos parentes de vítimas do terrorismo, a Globo lançou uma baseada na relação mostrada na postagem do Roberto:

    "Morde & Assopra".

    Ou coisa boa para continuar mas não posso. Vou a vigilia na Igreja.

    Lucinha Peixoto (Blog da CIT)

    ResponderExcluir
  2. Lendo esses iscrito direitinho eu fico suntando: nunca na minha vida vi si juntar agua cum gazolina neim terrorista cum torturador

    ResponderExcluir
  3. PAULO CAMELO, COMENTA: Assim, como a presidente Dilma, José Dirceu, Humberto Costa, Vlademir Palmeira e tantos outros, lutamos também contra o governo militar. Exerci a função de presidente do Diretório Acadêmico do Centro de Tecnologia da UFPE, o qual na época do governo Geisel, era o mais atuante no estado de Pernambuco. Tenho o orgulho de dizer que somente Paulo Camelo, do PSOL, e Joaquim Magalhães, do PSTU, continuam com a mesma posição política, desde estudante secundarista, isto é, em Defesa de uma Sociedade Igualitária e Socialista. O Exército Brasileiro já percebeu que não pode ficar dissociado dos acontecimentos mundiais, senão as Forças Armadas irão para o fundo do poço. Hoje não, mas o governo Bush pretendia transformar os exércitos nacionais de diversos países em força policial. Mas, o ex-presidente Lula deu uma nova força as Forças Armadas Brasileiras e ao que me consta a Base Militar de Alcântara no Maranhão estar sob domínio brasileiro. A própria iniciativa do governo brasileiro em acordos bilaterais, de cunho militar, com França, EUA e outros países, deram nova dimensão as Forças Armadas que hoje percebe que o Brasil precisa de um governo que seja independente, que prestigie as Forças Armadas, incluindo o desenvolvimento de energia nuclear. Voltando ao assunto em Tela, quero lhe dizer que esse Tema ora descrito nesse blog, é muito complexo. Por exemplo, existem milhares de revolucionários de esquerda de formação militar, a exemplo de Carlos Lamarca e Carlos Marigela. Como também existem torturadores. Na transformação da sociedade brasileira para o socialismo, precisamos contar com o apoio das Forças Armadas Brasileiras. Porquê não? É muito bom que o exército brasileiro defenda o cumprimento do resultado eleitoral, bem como a constituição brasileira. Defender as nossas fronteiras, o nosso território, a amazônia, faz parte da nossa soberania. Os torturadores que atuavam na época da Ditadura Militar não mandam em nada e muitos já morreram. Julgar, ou não, os Torturadores, é outra discussão. O mais importante é que no Brasil atual não existe preso político. O governo da presidente Dilma deve ter essa Meta até o fim. Os comandantes das unidades militares e das Forças Armadas não são os mesmos da época da Ditadura Militar. A visão política não é a mesma. Quanto a Novela da SBT que os interlocutores das Forças Armadas querem impedir, precisamos de entender que eles também são políticos e têm o direito de questionar utilizando os meios legais, podendo ser derrotados em seu pleito. O que as Forças Armadas não devem fazer é desrespeitar o judiciário e utilizar de intervenção militar para fazer valer seu posicionamento. Por fim, este comentário não tem o objetivo de julgar quem quer que seja, porque aqui não é um Fórum de Discussão de Tema Específico sobre a Tortura no Brasil, mas o de expor alguns temas para reflexão. Mas, aqui deixo uma provocação: Qual a opinião, sobre o tema em Tela, dos pré-candidatos a Prefeito para as eleições de 2012? Afinal, Garanhuns é uma cidade de porte médio e precisa de um Prefeito independente e antenado com os acontecimentos, no mínimo, nacionais. Prefeito sem opinião e sem autonomia não está com nada.

    ResponderExcluir
  4. Definitivamente, Paulo Camelo aderiu a guerrilheira fria e calculista da Dilma. Até tu Brutus?

    ResponderExcluir
  5. Mesmo estando longe de concordar com a opinião do Paulo Camelo, e que pelo jeito, saiu curado dos encontros dos "Petistas Anônimos", numa coisa ele está absolutamente certo:

    "Afinal, Garanhuns é uma cidade de porte médio e precisa de um Prefeito independente e antenado com os acontecimentos, no mínimo, nacionais. Prefeito sem opinião e sem autonomia não está com nada."

    Isto digo também de Bom Conselho que ainda está na mesma fase do Brasil, de que prefeito bom é aquele que é considerado o pai do bolsa família, ou pelo menos um tio distante. Agora parece que também teremos que arranjar um pai ou uma mãe do "sopão" e do "peixe". Eu só sinto por nós mulheres, que o Brasil esteja neste patamar eleitoral ainda, logo na época em que eu tenho duas mulheres me representando, a presidenta e a prefeita.

    Sem conhecer o Paulo Camelo, mas acreditando em sua sinceridade e honestidade, eu digo que vai ser uma batalha difícil, convencer alguém hoje que sem mudar de ideia, como Fidel Castro o fez, ainda consiga se eleger para alguma coisa neste pais. Para ser eleito, tem que ter sido preso e torturado, como nossa presidenta. Ou pelo menos fingir que sofreu muito na época da ditatura, como o fez o ex-apedeuta-mor.

    Para me eleger vereadora em Bom Conselho, talvez eu vá ter que inventar que fui torturada naquele período também. E não estarei mentindo. Tive que usar muitas vezes o WC do CEP, aqui no Recife. Aquilo era uma tortura. Só que isto eu não posso dizer em comícios. Mas, o Lula também não disse como foi torturado.

    Talvez o Paulo Camelo tenha passado pelo CEP também, e meus colegas homens diziam que lá, no WC deles, a tortura era maior. Assim, ele já pode incluir isto no currículo. Ter sido preso é mais fácil de justificar. Eu mesma fiquei presa várias vezes na porta do ônibus superlotado. Talvez tenha acontecido o mesmo com o Paulo.

    Por isso tudo dou razão ao Paulo Camelo quando diz que os prefeitos deveria estar por dentro, ser independente e antenado. O grande problema são o assistencialisma que já deixou nossos políticos com a boca, ou a antena torta.

    Lucinha Peixoto (Blog da CIT)

    ResponderExcluir
  6. PAULO CAMELO, COMENTA O TEXTO DO "SOLDADO RASO": Definitivamente, a presidente Dilma, José Dirceu, Humberto Costa e tantos outros Petistas, abandonaram as idéias de esquerda e hoje desfilam em traje a rigor pelo Centro e oscilam mais para à direita. Inegavelmente, até a presente data, a presidente Dilma tem demonstrado ser n vezes mais competente do que o ex-presidente Lula. Além do mais não tem o estilo populista e amostrado do ex-presidente. Posso lhe dizer isso sem constrangimento porque o meu candidato no primeiro turno foi Plínio, companheiro de partido, enquanto no segundo turno votei nulo, porque o PT é um partido político contraditório e esteve envolvido em escândalos. O texto por mim escrito procura afirmar que é muito bom para o Brasil que as Forças Armadas defendam a manutenção e conservação da Democracia Brasileira. É verdade que a política vai mal e cada vez pior. Garanhuns está na UTI porque os políticos, principalmente da Legião Estrangeira, vão muito mal. Mas, o mal dos políticos é outra vertente. A população precisa mudar e não muda porque não quer. Paulo Camelo, eleito Prefeito tomaria posse sem maiores delongas com apoio de políticos, empresários da cidade, professores, donas de casa, motoqueiros, taxistas e a população em geral. Só teria uma coisa, seria cobrado a fazer uma boa administração como nunca ocorreu na política de Garanhuns. Mas, tenho certeza que não iríamos decepcionar os nossos conterrâneos. TENHO DITO

    ResponderExcluir