ALEPE

ALEPE
ALEPE

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

SANEAMENTO EM GARANHUNS PODE CHEGAR A 70%

Prefeito Luiz Carlos assina o convênio de R$ 16.842 milhões
para obras de saneamento básico


Como a imprensa nacional tem mostrado, principalmente nesta época de campanha, muitas cidades brasileiras têm pouquíssimo de saneamento básico. Garanhuns, por exemplo, tinha apenas 15% de sua área com esgotamento sanitário quando Luiz Carlos (PDT) assumiu a prefeitura. Hoje esse número chega a 33% e pode chegar a 70% num futuro próximo. É que o Governo Municipal conseguiu junto ao Governo da União uma verba de R$ 16.842, 105,42 para investimento nos lugares onde o esgoto ainda corre a céu aberto. De acordo com o próprio dirigente pedetista, bairros inteiros como São José e Aluízio Pinto serão contemplados a partir da chegada desses recursos. Vamos aguardar para ver se o Conjunto Francisco Figueira e todos os loteamentos que surgiram em volta, na Boa Vista, também receberão as obras de saneamento, pois esperam por esse serviço do poder público há muitos anos. Aliás, na Cohab II já foi feito, no início dos anos 90, uma lagoa para tratamento de esgotos e foi dinheiro jogado fora. Os moradores dessa verdadeira cidade que cresceu dentro de Garanhuns, nos últimos 20 anos, continuam expostos a todos os problemas que a falta de saneamento acarreta.

4 comentários:

  1. ESPERA-SE QUE DESSA DINHEIRAMA TODA NA MÃO DESSE POVO NÃO CONSTE DO PROJETO NENHUMA CONSTRUÇÃO DE PONTE........

    ResponderExcluir
  2. Mas uma vez a cohab 2 vai ficar de fora dessa verba.
    E por falar em saneamento, aquela meia sola que estão fazendo na principal rua (Deolina Silvestre), semana passada uma menina caia naquelas meia canaleta e cortão todo o tornozelo, uma pouca vergonha, ai vem o secretario e diz que estar melhorando a drenagem.

    ResponderExcluir
  3. Com certeza prefeito nenhum se preocupa com projetos de melhoria para a cidade, principalmente em relação a SANEAMENTO... Usam essa verba para "projeto" que pode-se ser visto pelo povo, não iriam se preocupar com a importância debaixo da terra... Pagamos taxas de tratamento D´água, para esses fins... E nada é visto a respeito!

    ResponderExcluir
  4. Não esperem que isso aconteça, pois qualquer prefeito que entrar não vai se interessar por projetos embaixo da terra, irão gastar quaisquer verba para "projetos" de não interesse público... Interessante como pagamos uma taxa da conta de água, sem receber nenhum tipo de tratamento dela.

    ResponderExcluir