ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

terça-feira, 17 de agosto de 2010

O CENTENÁRIO DE JOAQUIM NABUCO

Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo, ou simplesmente Joaquim Nabuco (foto), como entrou para a história pernambucana e brasileira, nasceu no Recife, em 19 de agosto de 1849. Morreu 100 anos atrás, depois de ter se consagrado como jurista, orador, escritor e político. Foi um dos personagens mais importantes na vida nacional na luta pela libertação dos escravos. Hoje é nome de ruas por todo o País, tem a memória cultuada e respeitada até no exterior e dá nome ao prédio da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Nesta quarta-feira, dia 18, todos os deputados estaduais de Pernambuco, que fazem parte da 16º Legislatura receberão a medalha comemorativa do Ano Nacional de Joaquim Nabuco. Além dos parlamentares, o governador Eduardo Campos também será agraciado.

O petebista Izaías Régis, único garanhuense presente neste momento significativo da história política pernambucana, confessa estar orgulhoso pela homenagem. “É com grande satisfação que recebo esta homenagem pelo centenário da morte de Joaquim Nabuco, cujo pensamento pela democratização era “acabar com a escravidão não nos basta, é preciso destruir a obra da escravidão.”

Joaquim Nabuco também pregava: “O verdadeiro patriotismo é o que concilia a pátria com a humanidade”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário