quarta-feira, 21 de outubro de 2009

JÁ PODEMOS PENSAR NO FESTIVAL


Marisa Monte e Ana Carolina já dariam um boa levantada no Festival de Inverno!

Todo garanhuense sabe que as últimas edições do Festival de Inverno deixaram muito a desejar. No próximo ano, não podemos deixar isso acontecer. Sim, porque o FIG, considerado pelo próprio Governo do Estado como Patrimônio Cultural e Imaterial de Pernambuco não pertence mais a Eduardo Campos, Luiz Carlos, Jarbas, Joaquim Francisco ou Ivo Amaral. É propriedade do povo de Garanhuns e da população pernambucana. É um evento nosso, que não pode se tornar decadente por incompetência dos gerentes culturais do Estado ou Município. É de responsabilidade de todos os homens e mulheres da terra, conscientes da importância do Festival para a Suíça Pernambucana. Prefeito, vereadores, lojistas, hoteleiros, proprietários de bares e restaurantes, professores, estudantes, profissionais de comunicação e dos moradores da cidade em geral. Além da responsabilidade de outras pessoas influentes em cidades próximas e na capital de Pernambuco, a começar pelo governador de plantão. Assim, como em 2010 acontece a 20ª edição do FIG, vamos iniciar um trabalho desde agora para que o evento seja digno dos seus 20 anos e do título recebido por conta da proposta da deputada Teresinha Nunes, referendada por Eduardo Campos.

Pra começar, vamos pensar em nomes de peso para a Praça Guadalajara, artistas que nunca vieram a Garanhuns e que poderiam atrair público de 2ª a sábado sem perdemos nada em termos de qualidade.

Vou sugerir alguns nomes, solicitando aos companheiros blogueiros, aos radialistas e jornalistas da cidade, assim como aos homens públicos que encampem essa ideia. Com bons cantores no espaço principal, também se pensaria numa programação mais rica no Pau Pombo, Centro Cultural e Parque Euclides Dourado.

Que tal ter no Festival, pela primeira vez, nomes como Renato Teixeira
Ana Carolina
Van der Lee
Marisa Monte
Caetano, Gil ou Betânia
Chico Buarque
Roberto Carlos
Edson Gomes
Cláudia Leite
Ednardo...

Se em dois fins de semana tivermos pelo menos quatro dos 11 artistas citados, já daríamos uma boa levantada no evento, não é mesmo? Seria interessante que cada um fosse fazendo suas listas, depois a gente chegaria a um consenso numa relação só, que poderia ser entregue ao prefeito do município e à direção da Fundarpe. Podem estar certos de que se formos deixar para pensar nisso em janeiro ou março, o FIG deixará novamente um certo sentimento de frustração.



6 comentários:

  1. Roberto,concordo com você,mas há ainda quem diga que é sonhar muito pra ter alguns desses nomes citados, pois na minha teoria é de que quem quer e trabalha sempre alcança, o nosso festival precisa crescer mais em termos de atrações para o palco principal, pois esse ultimo foi uma vergonha por que so se tem público quando se tem atrações de peso.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Roberto. Muito bem colocada a importância dos Festivais para nossa cidade.
    Precisamos olhá-los por esse ângulo. Cobrando sempre a melhoria e não os depreciando como tenho visto em outros blogs.
    Finalmente vi um comentário que cobra do poder público o crescimento desse tipo de evento não se atendo a crítica com objetivo político.
    Gustavo Costa

    ResponderExcluir
  3. Paulinho Brasileiro, discordo de você quanto a referência de falta de público no último FIG por falta de atrações de peso. Como exemplo, no último Festival Jovem Guarda (9,10 e 11 deste mês), foi um sucesso total de público. A Praça Guadalajara ficou lotada, belíssima. Qualquer festa que propicia cultura e um bom nível é excelente para aquecer a economia de Garanhuns.
    Fátima Farias

    ResponderExcluir
  4. Querida Fátima acho que você leu de forma equivocada meu comentario, pois não falei que no festival da jovem guarda tinha pouco gente nem muito menos fui contra há alguma festa realizada em Garanhuns até por que é o temos ainda, e te pergunto qual foi a atração de peso que teve no FIG que possa ser comparado como por exemplo com Joana que fez um belissimo show, o que quero falar é que um FIG sendo bem organizado e com antecedência poderemos ter mais gente ainda fazendo assim circular dinheiro em nossa cidade nos mais diversos segmentos, pois no ultimo FIG e no ultimo dia a praça tava praticamente vazia no show de Jorge Benn Joor, coisa nunca vista em um FIG.

    ResponderExcluir
  5. Ana Carolina há muito tempo que é a mais solicitada pelo público. Mas há outros nomes, além dos você citou: Jota Quest, Skank, algum cantor sertanejo, Leonardo, Zezé e Luciano. Temos um leque de opções, mas infelizmente, o nosso FIG fica a desejar a cada edição, vamos esperar pelo de 2010!

    ResponderExcluir
  6. Paulinho Brasileiro eu entendi o seu comentário. Só quis dizer que no Festival Jovem Guarda, mesmo no dia anterior e posterior a apresentação de Joana, sem nenhuma atração de peso, a Praça esteve superlotada. Quanto ao FIG, realmente, tem que ter uma super atração na Praça Guadalajara por causa das várias atrações em outros palcos.
    Fátima Farias

    ResponderExcluir