SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

domingo, 25 de outubro de 2009

BARRETO NÃO QUER FILME EM CAETÉS

A familia Barreto, no caso Luiz Carlos Barreto, e seu filho, Fábio Barreto, produtor e diretor do longa "Lula, o Filho do Brasil", não querem fazer a pré-estreia do filme, com a presença do presidente da República e outras autoridades, no município de Caetés (|foto). Esse posicionamento foi externado em entrevista ao jornal Folha de Pernambuco. O motivo é que os responsáveis pela obra querem evitar a exibição num ato político, uma vez o longa foi concebido como produto artístico e não com a intenção de fazer proselitismo do líder político petista. Tanto que a história contada só vai até a morte de Dona Lindu (mãe de Lula), quando o seu filho ainda nem sonhava se tornar político, muito menos dirigente do País. Os Barreto desejam uma sessão especial no Centro de Convenções de Pernambuco e já convidaram Luiz Inácio e Eduardo Campos para essa estreia. A não confirmação, no entanto, não foi dada, porque o presidente pretende ver o filme em Caetés, sua terra natal e ex-distrito de Garanhuns. O ex-prefeito Zé da Luz contou ao jornalista Fernando Rodolfo, da FM Sete Colinas, que o Palácio do Planalto fez contato com a Prefeitura sobre a possível exibição de "Lula, o Filho do Brasil" na cidade, chegando a sugerir (ou exigir) a construção de uma obra de pedra e cal inviável para a atual realidade financeira do município.

Era para ser só um filme, mas por conta dos interesses políticos está virando uma novela.

ALGUNS ESCLARECIMENTOS:

Agradeço todos os comentários. De Suellen, Gustavo, Paulo Santos, Nivaldo Tenório e de quem mais tem escrito. O blog teve da sexta para o sábado, num período de 25/30 horas, cerca de 300 visitas. Se descontar minhas próprias entradas para postar ou corrigir alguma coisa ainda fica um número bem expressivo. Estou satisfeitíssimo com a receptividade. Durante a semana andei na Avenida Santo Antônio e algumas pessoas me cumprimentavam por esse espaço, como acontecia no tempo do Rádio, na Sete Colinas, na Marano... Como a minha voz não não dá mais para usar no rádio, o blog passou a ser minha voz, é o instrumento das minhas ideias. Deus sempre dá um jeitinho de ajudar quem precisa e tenta fazer por merecer. Agradeço por ele ter me socorrido quando mais precisava e continuar dando este apoio, que vem de cima, de dentro, da observação do que está ao redor do puramente material, da vontade de estar vivo e contribuir com essa cidade, a nossa região, o mundo... Mas chega, se não vou fazer outra oração.
A fonte da notícia sobre a família Barreto preferir a pré-estreia do filme em Recife, enquanto o presidente Lula deseja passar na praça pública de Caetés não foi o ex-prefeito Zé da Luz. Foi o Inaldo Sampaio, a Folha de Pernambuco e as buscas que faço pela internet. A única informação usada relacionada com ele foi a referente a uma obra (ou obras) solicitadas pelo Planalto para possibilitar a exibição do longa no ex-distrito de Garanhuns. Ele pode não ser confiável como político, conforme levantou o leitor (a), mas pelo que eu sei o José Luiz Sampaio sempre teve bom trânsito junto ao presidente da República e isso aí (da obra) não vejo motivo dele inventar. Quanto ao fato do ex-governante continuar falando pela prefeitura, não é propriamente uma novidade, nem quero aqui desrespeitar o prefeito de direito, Aécio Noronha: todo mundo em Caetés e Capoeiras (cidades vizinhas), assim como na maioria dos municípios da região sabe que o poder de fato na terra do presidente continua com a família Sampaio. Os ex-prefeitos, pai e filho, a ex-primeira dama, os irmãos, os sobrinhos, todos eles mandam mais do que Aécio, que aliás por recomendação dos seus padrinhos políticos está vivendo muito mais no Recife.
Peço permissão aos demais leitores para agradecer em especial ao Nivaldo Tenório. Um intelectual exigente como ele dizer que o blog é muito bom é bastante significativo. Agradeço também ao Adelmo (Resmungando), pela sugestão de incluir na página principal as minhas leituras preferidas na internet. Não dá para colocar todas, mas aí estão as principais, de gente muito boa daqui, caso de Ronaldo, Wagner e Jodeval, e de fora, como o experiente jornalista Geneton Moares. Escrevo para todos vocês com bastante carinho e espero continuar tendo essa resposta boa que sinto no próprio espaço da net e também nas ruas. Um abraço.

3 comentários:

  1. Roberto você ter se confundido.

    Publicar uma notícica cuja fonte é Zé da Luz não dá pra acreditar nem confiar.

    Fernando Santos

    ResponderExcluir
  2. Já que o assunto é o filme sobre a vida do Presidente Lula, natural de Caetés, cujo lançamento os produtos não querem torná-lo num evento político, eu só não entendi é o porquê do ex-prefeito falar em nome da Prefeitura. Onde está o Prefeito?
    Suellen

    ResponderExcluir