Colégio Diocesano de Garanhuns

Colégio Diocesano de Garanhuns
Colégio Diocesano de Garanhuns

Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

SEM COMÍCIOS, CAMPANHA EM CAPOEIRAS AGORA É NO PORTA A PORTA


Faltando apenas 16 dias para a eleição suplementar de Capoeiras e após uma série de restrições à campanha, determinadas pela Justiça Eleitoral, os dois candidatos à prefeitura precisam se reinventar nesta reta final.

Agora, mais do que nunca, passa a ser fundamental o corpo a corpo, o programa eleitoral de rádio e as redes sociais.

A mensagem ao eleitor vai chegar principalmente através dos meios digitais e quem for mais eficiente no uso da comunicação tem maiores chances.

Nenhum dos candidatos reclamou das proibições anunciadas pela juíza Maria Priscila de Sá Torres Brandão, sinal de que entenderam a necessidade de evitar aglomerações,  perigosas por causa do coronavírus.

No rádio tanto Nêgo do Mercado (PSB) quanto Celina Miranda (PL) estão com programas bem produzidos.

O socialista trabalha com uma equipe de Capoeiras e usa seu tempo para divulgar as propostas, anunciar um novo ciclo político no município, caso seja eleito, tentando conquistar o eleitor (a) com programas que chamam a atenção pela emoção, presente nas músicas, nos textos, nas vozes dos locutores e até nos pronunciamentos de Nêgo.

Até o momento não houve baixaria nem de um lado nem do outro.

A oposicionista, com o programa produzido por profissionais da capital, centra foco em críticas às gestões de Neide Reino e Neném, prega que o candidato do PSB será uma continuidade do governo deles e abusa de jargões publicitários.

Se a oposição ataca os ex-prefeitos, o grupo do Partido Socialista acusa Dudu de ter feito uma gestão pobre em obras, quando esteve no poder, usa o fato de Nêgo ter nascido na zona rural de Capoeiras, enquanto Celina é natural de Paranatama. 

Não há a menor dúvida de que as visitas de casa em casa, tanto na cidade quanto na zona rural, serão decisivas até a véspera da eleição.

Nêgo pegou experiência de uma campanha pra outra, fala com facilidade, traz o discurso na ponta da língua e na conversa com o homem ou mulher do município sabe ser convincente, deixando claro que caso eleito será um político independente, capaz de implementar suas próprias ideias e ao mesmo tempo trabalhar ouvindo a população e as pessoas do seu grupo político.

Já Celina, faz campanha colada com o esposo Dudu, que foi prefeito, disputou o ano passado, ganhou, mas foi barrado pela justiça, por ter contas rejeitadas na Câmara Municipal.

Por ironia, dois vereadores que votaram contra a prestação de contas do ex-prefeito – Piu e Carla – hoje estão na oposição.

A ex-primeira dama, neófita em política, está fazendo o que pode para superar as dificuldades. Tem de defender o marido da acusação de ficha suja, feita pelos adversários, precisa explicar porque mudou o vice na chapa e tem ainda de convencer de que não será um mero laranja do marido.

O destino está lançado. Provavelmente a maioria dos eleitores já decidiu em quem vai votar, mas só as pesquisas internas indicam quem está na frente. Até lá, os dois vão lutar muito conversando,  olho no olho com o eleitor,  e no domingo,  dias três de outubro,  só um deles soltará o grito de vitória e a população de Capoeiras enfim terá um prefeito (a) que não tenha problemas junto aos tribunais.

2 comentários:

  1. Com toda imprensa de Capoeiras ao seu lado, Nego do Mercado foi o mais benefeciado com as devidas restrições impostas pela justiça eleitoral. A coitada da candidata da oposição só tem a propaganda do seu programa eleitoral de 5 minutos donde, diga-se de passagem, com aquelas lamentações raivosas e vazias não deixa mensagem alguma para os seus desinteressados eleitores. É DE DAR DÓ!!!

    P.S.: - enquanto isso, Nego do Mercado continua comandando seu guia com altivez, falando firme e forte para todo o eleitorado de Capoeiras e pregando uma mensagem baseada no positivismo para quem o ouve (além de falar um português correto e pluralizar muito bem as palavras). O guia de Nego é de boa qualidade, causa entusiasmo e otimismo pela força e o tom de voz que o próprio candidato dar ao se dirigir aos ouvintes nos quatro cantos do município.

    ResponderExcluir
  2. Incrível como o povo tem memória curta vou relembrar alguns motivos para não votarem na laranja do ex prefeito esse que teve as contas rejeitadas pela Câmara e Tre:
    Saiu deixando de pagar parte da folha de pagamento do mês de dezembro, não não fez absolutamente nenhuma obra no município a única obra que tentou fazer foi uma creche no qual acabou o campo de futebol quer era uma das diversões do município e não consegui terminar a creche sendo ela terminada na gestão de Neide reino , os cargos de confiança do mandato dele eram todos de gente de fora ,Garanhuns e etc não valorizando o povo da terra, costuma-se dizer na roda de conversas em todos os lugares que estamos quando se fala de política, candidato que perde na reeleição tem que ser muito ruim esse é o caso dele. É esse tipo de gente que vocês querem que voltem para CAPOEIRAS?

    ResponderExcluir