GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
GOVERNO DE PERNAMBUCO

ZÉ DA LUZ MINIMIZA PERDA DE VOTOS DA OPOSIÇÃO E ADMITE VOLTAR À POLÍTICA DE CAETÉS


Prefeito de Caetés por três mandatos, José Luís Sampaio, o Zé da Luz, procurou minimizar a diminuição do seu grupo político, da eleição de 2012 para a de 2020.

Na sua avaliação, cada disputa eleitoral tem sua história e na próxima disputa política, em 2024, os oposicionistas estarão fortes e podem voltar ao governo.

Zé da Luz, inclusive, admite voltar ao cenário, adiantando que tem planos de morar em Caetés para ficar junto da população do município.

Ele lembra que quando assumiu a prefeitura pela primeira vez a cidade era totalmente dependente de Capoeiras. Era a água, o fórum, a feira e até as agências bancárias.

Essa realidade, segundo o ex-prefeito, começou a mudar quando conseguiu, com Miguel Arraes, a eletrificação de todas as propriedades rurais do município.

José Luiz disse que como prefeito conseguiu a comarca de Caetés, realizou obras de urbanização na cidade e distritos, construiu o Centro de Eventos, realizou grandes festas juninas, de modo que quando deixou o poder o quadro já tinha se invertido em relação a Capoeiras.

Para o oposicionista, Armando Duarte não fez obras estruturadoras como as suas e seu sucessor, Nivaldo Tirri, está apenas dando continuidade as ações do seu antecessor. “Mas a população já está insatisfeita”, fustiga o ex-prefeito.

O engenheiro manteve o poder político em Caetés durante 20 anos e está convencido que o atual grupo político não passará de 2024.

“Podem se preparar que o velhinho está voltando”, provocou Zé da Luz, soltando uma risada. Ele está com 69 anos e na próxima eleição de prefeito terá completado 72.

O ex-prefeito disse que não será necessariamente candidato, porque a seu ver o grupo tem bons nomes, como Benedito Silva, Irmão Naldinho, Severino Gordo, Galego e o jovem vereador Guilherme, que vem se destacando pela sua maneira de fazer política.

Zé da Luz disputou também duas eleições de prefeito em Garanhuns, perdendo para Luiz Carlos (2008) e Izaías Régis (2012). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário