GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
GOVERNO DE PERNAMBUCO

POLÍCIA É ACIONADA EM CAPOEIRAS POR CONTA DA MOVIMENTAÇÃO POLÍTICA

O povoado Alegre e o vereador João do Bolo

A pré-campanha em Capoeiras, por conta da eleição suplementar de outubro, está acirrando os ânimos e em dois episódios, ontem, a Polícia Militar foi acionada para trabalhar.

Cedo, uma máquina que foi cedida pela ex-prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida, para melhorar estradas e um campo de futebol, no povoado Alegre, causou confusão.

A máquina estava fazendo o serviço na área do distrito, quando chegou uma filha de um vereador e uma advogada, acompanhadas de policiais e deram ordem para que o trabalho fosse interrompido.

Felipe, um jovem que mora no Alegre, foi as redes sociais para reclamar. “É assim que se faz política em Capoeiras. Nem fazem, nem deixam fazer”, protestou pedindo que todos compartilhassem as imagens e sua fala, para conscientização do que ocorreu.

À noite, a reunião da Câmara de Vereadores contou com um ingrediente extra. Moradores do distrito capoeirense foram às ruas e ficaram entre a prefeitura e o prédio do Legislativo criticando a ação feita no povoado e se solidarizando com o parlamentar João do Bolo, que apoiou o trabalho da máquina nas estradas e campos de futebol.

Disputa em Capoeiras deve ser acirrada e na ânsia de garantir votos vale até impedir o trabalho da oposição.

Infelizmente, os interesses da população ficam em segundo plano.

No vídeo abaixo o leitor (a) pode conferir como ficou o clima em Capoeiras à noite, durante a reunião da Câmara:


3 comentários:

  1. COMPRA DE VOTO TEM QUE SER IMPEDIDA A TODO CUSTO.

    P.S.: - Uma pergunta que não quer calar: QUEM PAGOU AO DONO DA MÁQUINA PARA FAZER O SERVIÇO EM PERÍODO ELEITORAL, HEIN?!?!?!

    ResponderExcluir
  2. Conclama-se o eleitorado consciente, zeloso e precavido que defende uma eleição limpa e transparente para ter de ser e ficar vigilante como também denunciar ao Ministério Público Eleitoral as falcatruas que virão nesta campanha que nem bem começou, mas já vislumbra-se que dinheiro não vai ser empecilho para o PL voltar ao governo municipal, quando em verão passado esses mesmos foram varridos do mapa por graves malfeitos quando desgovernaram o município. No quesito compra de votos, todos devem se ligar que, na distribuição de dinheiro (que é o que se presume que vai acontecer) com o objetivo de obter o voto do eleitor, dar cadeia!!! Uma vez que, basta a mera promessa, ainda que o bem ou vantagem não seja efetivamente entregue ou recebido pelo eleitor que se constitui em crime eleitoral.



    P.S1.: - A COMPRA DE VOTO TOTAL GERAL E IRRESTRITA EM CAPOEIRAS COM DINHEIRO VIVO OU PROMESSA DE OUTROS BENS É O PAU QUE VAI BOIAR NAS ÁGUAS SUJAS PATROCINADA POR EMPRESÁRIOS DA CIDADE VIZINHA QUE TÊM DINHEIRO PARA ENCHER JUDAS...

    P.S2.: - ALÔ, ALÔ, MINISTÉRIO PÚBLICO?!?!?! PREPARE-SE PARA PUNIR O DERRAME DE DINHEIRO QUE VAI HAVER EM CAPOEIRAS PRATICADA POR ESSA TURMA QUE QUER SE ELEGER À CUSTA DA GRANA FARTA!!!

    ResponderExcluir
  3. Como jornalista você com certeza com certeza entende de DIREITOS TERRITORIAIS, FRONTEIRAS, DIVISAS ENTRE MUNICÍPIO, ESTADOS E PAÍSES. ENTÃO NÃO SEPODE POR POLITICAGEM UMA PREFEITURA TER O SEU TERRITÓRIO INVADIDO E AGIR COMO SE NADA ESTIVESSE ACONTECENDO, SENDO QUE A AÇÃO FOI FEITA UNICA E EXCLUSIVAMENTE POR FINS ELEITOREIROS.

    ResponderExcluir