Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

IZAÍAS ATACA SIVALDO E REVELA QUE SAIU DA PREFEITURA SEM TER SEQUER UM CARRO

Em entrevista ao radialista Luciano André, na Rádio Marano FM, o ex-prefeito Izaías Régis partiu para o ataque ao seu sucessor, Sivaldo Albino (PSB), a quem chamou de mentiroso, aéreo e louco, além de acusar de não saber administrar.

Criticou também a atual equipe da Prefeitura, dando a entender que os secretários são incompetentes e não sabem de nada. 

Falando alto, em tom imperioso, o ex-gestor negou que tenha deixado dívidas na prefeitura, negando todos os débitos que têm vindo a público desde que o socialista assumiu a prefeitura.

Izaías disse que está tudo pago no Instituto de Previdência e alegou que as dívidas da prefeitura são inventadas pelo atual prefeito.

Ele desqualificou Sivaldo o tempo todo, procurou passar a ideia de que o prefeito está perdido, "sem saber o que fazer",  e se ofereceu para dar assessoria e ensinar como se administra.

Até mesmo o fato de o município estar com o nome sujo e no Cauc (uma espécie de Serasa das prefeituras), foi minimizado pelo ex-prefeito. “Isso aí é besteira, eu quando assumi também peguei isso. Se ele quiser eu ensino como se resolve”, desdenhou.

Outro motivo de críticas por parte de Régis, foi o fato de Sivaldo Albino ter dois irmãos e uma prima no secretariado. O oposicionista afirmou que jamais se praticou um nepotismo tão grande na prefeitura de Garanhuns. Segundo ele, se somados todos os ganhos da família do prefeito no município dá em torno de 500 mil reais.

Como um secretário ganha R$ 7.700 líquido de salário por mês, faltou explicar como a família de Sivaldo está recebendo em torno de meio milhão do município.

O ex-prefeito lembrou que na sua administração não nomeou parentes. Apenas ele tinha no secretariado uma cunhada de sua mulher. Segundo seus adversários, um dos seus filhos vendia combustível à prefeitura e sua esposa era responsável pela festa de Natal, embora sem remuneração por esse trabalho.

Izaías Régis falou que saiu pobre da prefeitura (“não enriquei”, disse ele) e deixou o poder sem ter sequer um carro.

Mesmo tendo tido as contas de 2018 rejeitadas pela Câmara de Vereadores, o ex-gestor garantiu que será candidato a deputado e previu sua volta à prefeitura no futuro. Izaías criticou a decisão do Legislativo como se tivesse sido tomada por Sivaldo, voltando a afirmar que os parlamentares foram ameaçados para votar contrariando o Tribunal de Contas.

O mês passado, na Rádio Marano, o comunicador Gláucio Costa abordou essa questão das ameaças, mas levando ao ar uma fala de Izaías intimidando os vereadores.

2 comentários:

  1. PAULO CAMELO: Quem se habilita a levar Izaías para casa para terminar de criá-lo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se candidata ao lado dele, quem sabe tu se eleger a algo kkkkk

      Excluir