SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

O ÓDIO IRRACIONAL AO EX - PRESIDENTE LULA


O ódio ao ex-presidente Lula é tão grande entre algumas pessoas no Brasil, que as cega completamente.

Ao ponto de estarem transferindo a raiva que sentem do líder político ao Papa Francisco, por este ter recebido Lula numa audiência no Vaticano.

Alguns compararam o religioso ao satanás e outros disseram que Francisco está acabando com a Igreja Católica, que como se sabe tem mais de dois mil anos.

Lógico que não é fácil acabar com a igreja e muito menos será o papa que fará isso.

Curioso é que não se sabe qual foi o grande mal que Lula causou ao Brasil e seu povo.

Quando presidente, governou para todos, com um olhar especial para os mais pobres.

Foi uma gestão democrática, com atenção para o Nordeste e as periferias de todas as regiões.

Criou universidades, combateu a fome, espalhou a luz no campo, construiu casas e apartamentos para o povão, incluiu os pobres na economia, gerou milhões de empregos, manteve a inflação sob controle.

Ricos e integrantes da classe média criaram ódio do presidente por ter permitido que os pobres ascendessem socialmente, comprassem carros, viajassem de avião, frequentassem restaurantes, fossem à Disney.

Até empregada domésticas, não é ministro Paulo Guedes?

Luiz Inácio da Silva foi condenado sem provas, passou quase dois anos na cadeia, perdeu mulher, irmão e neto em sua via crucis dos últimos anos.

Quem não encontra provas na sentença do ex-juiz Sérgio Moro (chamado recentemente por um deputado como protetor de milicianos) não é este jornalista que vos escreve.

São advogados, juristas renomados, parlamentares, professores universitários e até um jornalista conhecido pelas críticas implacáveis ao PT, o senhor Reinaldo Azevedo.

Esta semana, ao criticar o posicionamento do ministro na sua passagem pela Câmara Federal, acusando-o de mentiroso, Reinaldo fez um desafio a Moro: que ele mostrasse a prova do crime do qual o ex-presidente foi acusado em sua sentença.

Independente da discussão política, filosófica ou ideológica dessas questões, atirar pedras em Lula e no Papa Francisco pelo encontro dos dois é uma insanidade. É sinal de intolerância e burrice.

Ao receber o político petista, o religioso não se converteu ao ideário petista ou da esquerda. Mesmo tendo vivido os horrores da ditadura argentina, na década de 70, o papa está acima das ideologias e tanto pode conversar com um político de esquerda quanto de direita.

Na Argentina, seu país, foi acusado por esquerdistas de colaborar com os militares,  por manter uma conexão com os que estavam no poder com o objetivo de salvar vidas. Hoje é apedrejado pela direita.

Tanto Lula quanto o papa estão acima da estreiteza do momento e a história fará o julgamento dos dois.

O amor, o combate à fome e a luta contra a desigualdade são causas nobres, estão na pauta dos grandes homens. 

E sempre os que estiveram deste lado da trincheira foram perseguidos, tiveram desafetos, foram odiados, alguns até assassinados.

Como Gandhi, na Índia do século XX ou Jesus Cristo,  mais de dois mil anos atrás.

2 comentários:

  1. O Cara que exprime tanto ódio a Lula é doente ,é um estrume na terra ,não vale nada,são uma espécie de nazista ,que só falam em esquerda e em comunista, pra mim é um ser de pouco valor ,esse tipo de gente que só ataca a corrupção do PT e de Lula ,são também corruptos ,porque não lutam de verdade por um país sem corrupção ,esses defedem um estilo de governo que os benefeciem em alguma coisa ,é por isso que eles são assim ,bando de doentes mentais

    ResponderExcluir
  2. Jornalista,ROBERTO ALMEIDA,escreveu bem e esclarecedor.Valeu de verdade!

    ResponderExcluir