sexta-feira, 22 de novembro de 2019

ZAQUEU SE REÚNE COM ALFREDO, CAMPOS E AUDÁLIO



O vereador e pré-candidato a prefeito, Zaqueu Lins (PP), esteve reunido com o vereador Audálio Ramos, o ex-secretário Alfredo Gois e Coronel Campos para discutir os problemas e alternativas para o município.

Vereador pelo quinto mandato consecutivo, Zaqueu tem andado por todos os bairros de Garanhuns para conversar com as pessoas e saber de suas demandas e buscar, enquanto parlamentar, alternativas para melhorar a vida do povo garanhuense. "Nosso compromisso é cuidar da nossa gente", tem dito o vereador por onde passa.

Foi a primeira vez que um grupo de lideranças políticas, independente de posições partidárias e ideológicas, tiveram a ousadia de sentar e conversar para debater Garanhuns, de fato, buscando o bem comum.

Alfredo Gois foi secretário municipal de saúde, administração, direitos humanos e cidadania; Coronel Campos foi comandante do 9°BPM e contribuiu muito para a diminuição da violência e da criminalidade na cidade; recentemente foi Superintendente do Incra em Pernambuco.  O vereador Audálio Ramos é economista e um dos parlamentares mais qualificados da atual legislatura. Foi secretário de Administração do município.

Quando se busca a unidade a partir de objetivos comuns, pode-se contribuir muito para o desenvolvimento sustentável de Garanhuns.

Um comentário:

  1. 0 xadrez matemático nestas eleições se chamam "ELEIÇÕES PROPORCIONAIS".

    Desde 1996 quando tem sido uma dó de cabeça a mais para os candidatos a prefeitos terem que formarem COLIGAÇÕES "PROPORCIONAIS E MAJORITÁRIAS".

    A Câmara Federal e o Senado mexeram no tabuleiro mais uma vez e desta feita proibiram as coligações proporcionais,mas permitiram na majoritária.Para quê?

    0s candidatos pobres e ricos precisam MESCLAR as 2 coisas ao mesmo tempo.0s partidos foram chamados a antecipar as eleições até abril de 2020 antes do prazo final para se filiar a algum partido e ser candidato a vereador e a prefeito.

    Como conseguir em Garanhuns 30 candidatos a vereadores com 21 homens e 9 mulheres competitivos e em condições financeiras para atingir o quociente eleitoral e partidário?

    Os partidos podem se coligar para prefeito,mas para vereadores não podem.Às vezes existem candidatos demais e às vezes candidatos de menos.

    Como os partidos a nível de cidades pequenas conseguirão 13 homens e 5 mulheres competitivos para atingir o quociente eleitoral e partidário? Estas são as discussões que os candidatos a prefeito e a vereadores deverão se debruçar antes de abril de 2020.

    Por isso que as candidaturas deverão ser expostas e os debates e os entendimentos devem prevalecer antes do prazo estabelecido pelo congresso nacional.Muitos partidos pequenos ou se manifesta e faz política antes ou desaparecerão do mapa.Esta foi a reforma aprovada pelos deputados federais e senadores em 2019.

    ResponderExcluir