Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Festival de Inverno

Alepe

Alepe
Alepe

quinta-feira, 20 de junho de 2019

ALCYMAR MONTEIRO CANTA NO SÃO JOÃO DE ARCOVERDE


Considerado um dos ícones do autêntico forró nordestino, Alcymar Monteiro promete balançar o público, na Praça da Bandeira, em Arcoverde, na próxima sexta-feira, dia 21 de junho, abrindo as festividades do Polo Multicultural no São João da cidade. De acordo com a produção executiva do cantor, Alcymar traz o bojo do show o novo álbum ‘Sanfonia’, que tem de tudo um pouco. Xote, arrasta-pé, baião, aboio e frevo são alguns dos ritmos inseridos no repertório.

Esta será a quarta vez que o poeta, nascido em Ingazeira (Sul do Ceará), canta no consolidado São João de Arcoverde. Neto de violeiro e sobrinho de sanfoneiro, Alcymar começou a cantar aos cinco anos de idade. "Sempre procurei seguir o conselho de Luiz Gonzaga. Certa vez ele me disse - 'meu filho, sua voz é seu brasão, você precisa criar um tipo representativo porque a velocidade da informação é muito rápida, quem não tiver um tipo definido passará desapercebido", relembra o músico. Sendo assim, nas suas apresentações, Alcymar sempre se veste impecavelmente com roupas brancas.

A carreira de Alcymar não se resume ao mercado nacional. Ele já se apresentou em Montreaux (Suíça), Milão (Itália), Viena-Zurique-Lausanne (Áustria), Côte D'Azur-Nice-Saint Tropez-Lyon-Paris (França) e ainda no Festival da Colheita na Bélgica. Em 2007, foi indicado ao Grammy Latino pelo álbum ‘Forró Brasileño’. Em 2016, recebeu do governo brasileiro a Ordem do Mérito Cultural na categoria comendador. E no ano seguinte, recebeu o Troféu ‘Os Melhores do São João’, pelo Portal São João da Bahia (Jornal Correio).

O show de Alcymar Monteiro além de trazer sucessos que marcam uma carreira vitoriosa e respeitada na MPB, vai brindar o público de Arcoverde e as centenas de turistas com clássicos de compositores como Luiz Gonzaga, João Silva, Humberto Teixeira, Zé Dantas, Milton Nascimento, Raul Seixas, Gonzaguinha, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Fagner, Lupicínio Rodrigues, Fausto Nilo, Belchior, entre tantos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário