GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

Alepe

Alepe
Alepe

domingo, 5 de maio de 2019

ESTUDANTES CRITICAM CORTES NAS UNIVERSIDADES


A União dos Estudantes Secundaristas de Garanhuns – UESG vem, por meio desta nota, repudiar os retrocessos na educação pública brasileira promovidos pelo governo do presidente Jair Bolsonaro que, após extinguir cargos, funções e gratificações na administração pública que atingiu principalmente as universidades federais, o governo federal anunciou o prejudicial corte de 30% do orçamento das universidades e institutos federais de ensino.

A medida tomada pelo governo prejudica Garanhuns, em especial, a Universidade Federal do Agreste de Pernambuco – UFAPE, criada ano passado em Garanhuns, além de impossibilitar a funcionalidade do Instituto Federal de Pernambuco – IFPE.

A Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE anunciou que caso o bloqueio de R$ 55,8 milhões anunciado pelo governo Bolsonaro permaneça, parte das atividades do segundo semestre poderão ser canceladas.

Os retrocessos também atingem a educação básica, uma vez que, cerca de R$ 2,4 bilhões que estavam previstos para investimentos em programas da educação infantil ao ensino médio foram bloqueados.

O governo federal tem se mostrado inimigo da educação pública brasileira. 

É fundamental que os estudantes, professores e toda sociedade civil se mobilizem para barrar esses retrocessos. Precisamos ocupar as ruas!

Nós estaremos atentos a essa questão e reafirmamos o compromisso histórico da UESG em defesa da educação.

*Thiago Dantas – Presidente da UESG.
*Gustavo Henrique – Diretor de Comunicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário