GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

Alepe

Alepe
Alepe

domingo, 5 de maio de 2019

DEPUTADO VÊ O PREFEITO "NERVOSO E AGRESSIVO"


Fazendo até então uma posição light ao Governo Izaías Régis (PTB), o deputado estadual Sivaldo Albino (PSB) reagiu com firmeza a insinuações do prefeito de Garanhuns de que o socialista,  caso chegue ao Poder Municipal, irá acabar com o Viva Dominguinhos e o Natal da Magia.

Sivaldo também se solidarizou com os feirantes, que na sua avaliação foram ofendidos pelo gestor, quando disse na Marano FM que as feiras de Garanhuns são um “nojo”. Para o deputado, "nojento é prometer e não cumprir. Nojento é usar da posição de prefeito para agredir as pessoas”.

No final, o parlamentar atribuiu o nervosismo e a agressividade do prefeito ao fato dele não cumprir muito do que prometeu em campanha e chegar ao final da gestão "com muitas falhas, deixando de dar continuidade a ações importantes, o que torna a sua administração fraca e faz a população ansiar por mudanças".

Leia na íntegra a nota enviada ao blog pela Assessoria do Deputado do PSB:

Cada dia fico mais convencido de que a agressividade e o destempero verbal do prefeito é a estratégia que ele usa para tentar esconder os desacertos e omissões da sua gestão.

Ao dizer que as feiras de Garanhuns “são nojentas”, ele esquece que são essas feiras que alimentam mais de 70% das nossas famílias e são dessas feiras que milhares de feirantes sustentam suas famílias. Isso é um desrespeito tanto aos consumidores quanto aos comerciantes. Faz 7 anos que ele prometeu fazer uma nova CEAGA e padronizar as feiras do município, e ainda hoje as ações estão se arrastando.

Agora que o término da sua gestão se aproxima, lá vem ele traz uma empresa de fora com preços abusivos para tentar padronizar nossas feiras, sem diálogo, como se em Garanhuns não existissem empresários capazes de fazer essas barracas, e como se nossos feirantes e a Prefeitura não tivessem capacidade de gestão. Quanto mais o tempo passa, mas o prefeito quer resolver as coisas no grito. 

Nojento é prometer e não cumprir. Nojento é se utilizar da posição de prefeito para agredir as pessoas.

Nem eu, nem os feirantes e muito menos a população é contra a melhoria, higienização e padronização  das feiras do município, ação que, aliás, já deveria ter sido feita bem antes. Somos contra o autoritarismo, a falta de diálogo e a cobrança de preços abusivos pela manutenção das barracas.

Agora vive insinuando que se um dia eu ou qualquer outro for eleito prefeito do município, irá acabar com os eventos que ele criou. Mais uma vez ele tenta empurrar para terceiros defeitos que são dele. Defeito pessoal é uma coisa que não dá para terceirizar.

Basta ver que ele abandonou quase todas as ações que foram iniciadas pelo ex-prefeito. Não concluiu as creches que prometeu, fechou o Hospital Santa Terezinha e não construiu o hospital municipal que prometeu. Também não construiu a casa de partos que prometeu, nem tão pouco a central de atendimento de consultas e exames.

Abandonou a Escola Letácio de Brito, que também foi construída na gestão do ex-prefeito. Fechou a Escola Técnica, prometendo que "iria fazer uma Escola Técnica de verdade" e descumpriu. Também descumpriu a promessa de pavimentar as estradas vicinais. Também não resolveu o problema da falta de estacionamento no centro da cidade.

Até o Prefeitura Presente, que era um projeto social e esportivo da gestão anterior,  que vinha dando certo, ele acabou, assim como acabou com o Festival de Jazz, evento de qualidade que trazia uma boa quantidade de turistas durante o Carnaval.

O grande medo de Izaías, na verdade, não é de que um próximo gestor acabe com as festas que ele criou, mas sim, que um próximo gestor melhore os eventos e os faça por um custo bem menor, fato que poderia desmascarar os únicos acertos de sua gestão.

O fato é que o prefeito se acha o grande gestor, mas, todas as áreas de sua administração estão cheias de falhas. Até as pavimentações que fez são de qualidade discutível. 
Tirando as duas festas que ele criou, o que mais ele tem para apresentar à população?

Ele diz que a gestão vai bem, mas ao mesmo tempo recorre aos recursos do Fundeb para pagar despesas correntes, o que é ilegal, além de ir  aos bancos pedir empréstimos para fazer obras que deveriam ter sido feitas com recursos federais e do próprio município.

Enfim, a diferença entre aquilo que o prefeito prometeu fazer e aquilo que ele fez, é onde, a meu ver, está a raiz dessa agressividade e o nervosismo que ele leva para sociedade e a imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário